É ler para crer!

Não seria o contrário?

contrário

02 – ERROS DE DOUTRINA: PREGAR QUE ADULTÉRIO NÃO É PECADO DE MORTE * (1984)

Quem pregou que adultério [e fornicação] não é pecado de morte* deve se retratar perante a irmandade e desfazer o que disse. (…)

– Servo que pregou erros de doutrina deverá receber a correção dada pelos outros servos e desfazer seu erro perante a irmandade em outro culto.

* Pecado de morte é o pecado imperdoável. A CCB entende que o adultério e a fornicação é (digo é porque compreendem ser o mesmo pecado, muda apenas o estado civil do pecador) o tal pecado e, portanto, daquele que o comete dizem: “Não há salvação para ele em Deus” (Salmo 3:2).

Anúncios

Comentários em: "Não seria o contrário?" (176)

  1. Márcio J. S. Ermida disse:

    Pecado de morte é a blasfêmia contra o ES, ou seja, considerar o que o ES fala coisa da carne ou fala de demônio. Foi o que os fariseus fizeram quando Jesus expulsou demônio de um homem mudo endemoninhado (Mt. 9.34); e quando curou um endemoninhado cego e mudo (Mt. 12. 22-32).

    “Portanto vos digo: Todo tipo de pecado e blasfêmia será perdoado aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada. Se alguém disser alguma palavra contra o Filho do homem, isso lhe será perdoado; mas se alguém falar contra o Espírito Santo, não lhe será perdoado, nem neste mundo, nem no vindouro.” Mt. 12. 31,32 (Bíblia de Estudo do Guerreiro, utilizando o texto da Bíblia Almeida Século 21).

    Se esses versículos, comparados com os equivalentes dos outros Evangelhos, não forem claros o suficiente para estabelecer o que é pecado de morte contra o Espírito Santo, então tem alguma coisa errada no meio do caminho. Qualquer pecado, desde que haja arrependimento sincero, pode ser perdoado, só a blasfêmia contra o ES que não.

    Mesmo assim, creio que o Senhor, na Sua longanimidade, dá várias chances para se compreender e discernir o que provém do ES, senão todo mundo estaria quebrado e o inferno lotado.

    Deus abençoe.

    Irmão Márcio – CCB ainda

  2. É o contrário.

    A Paz.

    Claudio (CCB – min Brás, por enquanto)

  3. Evangelista Cristão

    Vou postar o que penso sobre a fornicação(coito sexual=Dicionário Aurélio).

    Quando praticado por um dos cônjuges acrescenta o adultério que nada mais é do que a quebra do pacto de fidelidade entre os cônjuges.

    Prostituiçao é a fornicação acompanhada pelo pagto a um (a)profissional do sexo que vende seu corpo.

    Em 15 de Atos estavam presentes os apóstolos, anciãos e alguns discípulos e pareceu bem ao ESPÍRITO SANTO que tais transgregações seríam pecados.

    Fornicação, Idolatria e o comer do sangue do animal.

    Homicidio,roubo, etc nem houve necessidade de por, pois são atos explícitos e o bom senso já ensina que é errado.

    Estes tipos de transgreções acarretam um prejuízo para quem pratica e os que os rodeiam.

    Hoje um jovem fornica e, poderá pegar o vírus HIV e tornar-se na AIDS, com isso será totalmente destruido para ter um futuro feliz. Até para ter filhos haverá o medo de transmitir o HIV para a criança.

    Afora o HIV tem várias doenças venéreas.

    O adultério desestrutura a familia e, hoje muitos filhos partiram para as drogas por causa de não terem um lar unido.

    Quando acontece o adultério o desenrolar da separação é movido por muitos escândalos que abala a estrutura da família.

    Sendo assim o adultério é coisa prejudicial para o ser humano.

    Baseado nas consequências da fornicação é que a CCB e muitas outras denominações pregam contra tal transgreção.

    Nos EUA um político adúltero dificilmente ganha eleições e, percebemos que nos EUA o povo é liberal,mas, eles tem em mente que um político que não soube conduzir bem o seu pequeno lar,não saberá conduzir uma tão Grande nação como é os EUA.

    Baseado em tudo que descrevi é que a fornicação é exposta como uma grave transgreção.

    Para que todos reflitam sobre esta transgreção, quando alguém forníca lhe é tirado(a) a liberdade ativa na liturgia dos cultos.

    Afinal quem enfatizou a fornicação foi o ESPÍRITO SANTO na assembléia de Jerusalém 15 Atos.

    Eu particularmente concordo que a tal fornicação prejudica em muito a vida do ser humano na terra e Deus em Sua Grande Sabedoria, advertiu a não cometer e, feliz daqueles(as) que entendem as mensagens doutrinais contidas no novo testamento.

    A doutrina serve para o bem do ser humano, da família, da saúde e por fim para salvação da alma.

    Com referência a fornicação ser pecado para morte eu digo que a mesma leva o cidadão para condenação. Por outro lado quem fornicar e, buscar misericórdia Divina alcançará o perdão.

    Hoje os ministros da CCB tratam este caso assim; Fazem reunião com o(a) tal. Pedem que o mesmo abstenha-se da liberdade na liturgia dos cultos. Pedem para o (a)tal continuar congregando firme e buscar de Deus total ajuda que ELE lhe ajudará.

    Se tiver algum ministro que está dizendo para o fornicário que está condenado, peço encarecidamente que postem o nome do tal ministro que eu mesmo enviarei para regional do tal e, o mesmo terá que procurar o fornicário(a) e retratar sua decisão e ou orientação errônea.

    O ministério da CCB afirma em suas reuniões que o único pecado que não existe perdão é blasfêmia contra o Espírito Santo, que significa; Dizer que foi o malígno que afirmou tal e tal assunto e na realidade tenha sido algo vindo pelo Espírito Santo. Isso é blasfêmia contra o Espírito Santo !!!

    Afora do que descrevi será pura agitação na NET……………..

    Evangelista Cristão

    • Besteira inocente não sabe de nada… Nasci meus pode me ais já era da ccb. Tem um irmão que cometeu adultério, volto com a esposa, tomou santa ceia, segundo o cooperador de jovens , o ancião , que eu conheço muito bem,sempre gosta de usar a palavra para atacar, assim foge de processos, pregou, pregouApocalipse 22: :15 ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que prostituem, e os homicidas, e os idolatras, e qualquer que ama e comete a mentira, uma lista de pecado mas o fariseu falou só do adultério, conheço a vida deste fariseus, se alguém quiser o telefone dele terei o prazer de fornece_lo,,, pergunta para ele porque ele não visita o irmão Tinindo, que está enfermo…..

  4. Jose Henriquue disse:

    Quem pregou tal doutrina não deve se retratar coisa alguma, pois esta de acordo com a bíblia, pecado sem perdão é Blasfêmia contra o espirito Santo, em relação a punição, tirar a liberdade é correto, agora isso não deve ser para sempre, a pessoa tem todo direito de ter sua liberdade de volta, caso se arrependa do seu erro.!! Acorda CCB !!! Talvez seja por isso que a CCBMJ está crescendo tanto, pois lá as pessoas não são rotuladas como eternos pecadores sem salvação, mas sempre existe esperança para o pecador.

  5. Tópico completo:

    02 – ERROS DE DOUTRINA: PREGAR QUE ADULTÉRIO NÃO É PECADO DE MORTE – E QUEM NÃO RECEBE A PROMESSA NÃO É SALVO.

    – Quem pregou que adultério não é pecado de morte deve se retratar perante a irmandade e desfazer o que disse. – Se alguns pecaram e depois declararam que se sentem perdoados, isto é entre eles e Deus. De nossa parte não os impedimos de se congregar. Da mesma forma, os que pregarem, quem não recebe a Promessa do Espírito Santo com evidência de línguas não está salvo, deverá reprovar tal pronunciamento perante todos. Não foi o Espírito Santo Quem morreu por nós. Quem morreu por nós foi Jesus Cristo. A salvação está em Cristo. Quem crer Nele tem a salvação.

    – Servo que pregou erros de doutrina deverá receber a correção dada pelos outros servos e desfazer seu erro perante a irmandade em outro culto.

  6. “Não foi o Espírito Santo Quem morreu por nós. Quem morreu por nós foi Jesus Cristo. A salvação está em Cristo. Quem crer Nele tem a salvação.”

    Esclarecedor de tão claro que é. Infelizmente há alguns (alguns) tópicos que certas pessoas fazem por ignorar.
    Aqui em Portugal há um ditado que diz: Dar uma no cravo e outra na ferradura… enfim.

  7. Douglas Pereira da Silva disse:

    A paz de Deus Ricardo,

    Com certeza é o contrário! Gostaria de saber – pois já pesquisei muito a respeito e refutei também tais ensinamentos em vários lugares, mas não encontrei uma resposta satisfatória – qual a origem desta doutrina em nossa denominação? Você sabe?

    Entendo que a blasfêmia contra o Espírito Santo é um pecado que não pode ser cometido nos dias de hoje, por causa de Marcos 3.30:

    http://solascriptura-tt.org/SoteriologiaESantificacao/32I-PecadoImperdoavel-W.htm

    O pecado de morte de I João 5.16, entendo que se trata de morte física e não espiritual:

    http://www.gotquestions.org/Portugues/pecado-para-morte.html

    Já vi nas pregações, irmãos condenarem ao inferno, os irmãos que já estavam mortos espiritualmente; pura BALELA e “revelamento”.
    Para quem está morto espiritualmente existe perdão, como foi o caso do anjo da Igreja de Sardes em Apocalipse 3.1-6, quando o Senhor Jesus exortou para que o mesmo se ARREPENDESSE.

    Um grande abraço,
    No amor de Deus,
    Douglas

  8. Douglas Pereira da Silva disse:

    Ah… Outro detalhe muito importante que não posso deixar passar assim, despercebido:

    Pecado “DE” morte não existe!
    O que existe é pecado “PARA” morte!

    Um grande abraço,
    No amor de Deus,
    Douglas

    • Douglas, a origem vem de que o adultério era punido com morte por apedrejamento.
      Depois acreditando-se que o batismo da CCB salva o único meio de anula-lo é pecando de morte.
      “Se fiel até a morte, dar-te-ei a coroa de vida eterna” – Na ideologia ccbiana ser fiel é não adulterar e fornicar, tudo além disso Deus perdoa.

    • Cristão Ortodoxo disse:

      Irmão Douglas, a origem do “pecado para morte” advém de uma analogia entre I João 5.16, I Coríntios 6. 1-20, Mateus 5. 21-48 com o a lei mosaica. O pecados que eram dignos de morte física no velho testamento foram reinterpretados como pecados dignos de morte espiritual no novo. Nos primeiros dias da igreja (séc I e II), este pensamento se asseverou de forma que os que cometiam tais pecados eram destituídos da comunhão da igreja, para que se arrependessem e fosse salvos no grande dia do Senhor. Parece-me um pensamento lógico, mas alguns anciões tratam a situação ao extremo excede na correção.

      Vejam exemplos do II Séc do Cristianismo.

      Aqueles que caíram em pecado depois do batismo são os que estão sujeitos à disciplina. Porque as obras feitas antes do batismo são remetidas (no batismo). No entanto, aquelas cometidas depois do batismo são purgadas (pela disciplina). Clemente de Alexandria (195 d.C.)

      Se um deve ser censurado é necessário também ser repreendido. Porque é tempo de ferir ao alma apática. Não mortalmente, senão saudavelmente, assegurando livrá-la da morte eterna por meio de uma pequena dor. Clemente de Alexandria (195 d.C.

      Se algum delinquiu em pecado atroz ou enorme, é desterrado da oração, da igreja e do trato daquela santa companhia. Este castigo é tão horrível que parece um ensaio do Juízo final, em que Cristo apartará longe de si aos condenados. Tertuliano (197 d.C.)

      Deus vos abençoe.

      • que deus te abençoe para que seja ortodoxo mesmo. para te dar uma luz esse clemente de alexandria viveu maior parte de sua vida no olcultismo, hermetismo, religião base para os hierofantes da epoca? ou seja templarios. sera que ele se converteu? mesmo? ou foi como a conversão de constatino imperador romano. veja algo extraido da net( O Corpus Hermeticum, datado provavelmente do século I ao século III, representou a fonte de inspiração do pensamento hermético e neoplatônico renascentista. Na época acreditava-se que o texto remontasse à antiguidade egípcia, anterior a Moisés e que nele estivesse contido também o prenúncio do cristianismo.

        Segundo Clemente de Alexandria, eram 42 livros subdivididos em seis conjuntos. O primeiro tratava da educação dos sacerdotes; o segundo, dos rituais do templo; o terceiro, de geologia, geografia, botânica e agricultura; o quarto, de astronomia e astrologia, matemática e arquitetura; o quinto continha os hinos em louvor aos deuses e um guia de ação política para os reis; o sexto era um texto médico.) ja oviu falar do estrutor de jane jabres que que resistiu moises?, o adoradores da etrela do deus refran, quem era os judeus da sinagoga de satanas? os nicolaitas? que profesava doutrina do pulgatorio o templarismo que foi reprovada pelo espirito santo na boca de estevão primeiro santo, e pelo propio mestre nas cartas de apocalipse, que desde a igreja primitiva ate os dias atuais se enfrilta nas igrejas distorcendo o evangelio, ate achei na net um comentario que o apostolo paulo en efesio, rasgou o livro dos hierofantes, não concordando com aquela doutrina.
        se duvida disso faça como os bereianos pesquise vosse mesmo, por que diz a blibia que assim que jane jambres que era chefe dos magos no egito resistiu moises , muitos resistirão o espirito santo, analise os livros que cremente escreveu depois de convertido, como que idolatra o homen como suposto mediador, ele um bispo na epoca. e o teplarismo,uma pergunta es tu filho de bispo, ou luta pela verdade do espirito santo ? um exemplo quando jesus ia para jerusalem disposto a morrer pelas almas, ele disse não a 12 horas no dia, aquele que anda na luz não tropeça porque ve a luz desse mundo, em outra parte trabalhai enquanto e dia por que a noite vem quando ninguem pode trabalhar,. espero que durma no senhor por que essa e a esperança de muitos, nao disvirtue ninguem. deus te abençoe. deus te abeçoe tambem dougolar pesquisei na biblia e essa e a verdade mesmo que salva, liberta, resucita que veio desfaser a obra do diabo , que e matar, robar,destruir e tambem querer condenar, mais deus e misericordia e justo juiz .

        • Cristão Ortodoxo disse:

          Irmão Alex procuro ter conhecimento das escrituras sagradas, e também da historia da igreja. Fiz citações da forma da disciplina cristã, em relação aos cristãos que pecavam durante o período do séc I e II. Não citei só Clemente de Alexandria mas também Tertuliano; mas se vc pesquisar irá encontrar Cristãos do séc I e II que professava um pensamento semelhante. Gostei de sua conclusão em relação a filosofia pagã que contaminou a igreja da época e contamina as igrejas de hoje. Mas não foi a compreensão de pecado e disciplina que contaminou a igreja Cristã de Alexandria, sim o conhecimento filosófico que Clemente e seus correligionários trouxe do mundo pagão. E hoje não é diferente, a filosofia pagã está as claras dentro do catolicismo, protestantismo e pentecostalismo. Então, não estamos tão diferente de Clemente e seus discípulos; não adianta lamentarmos outrora corrupção da igreja, mas sim procurar esquivar delas.

          Deus vos abençoe.

          • henrique g. disse:

            Cristão Ortodoxo o cristianismo conhecido de hoje realmente absorveu muito o paganismo eles misturaram os ensinos judaicos com as filosofias gregas, a ICAR sendo a primeira instituição cristã tem uma gama de ensinos pagãos, batismo de recém-nascido idolatria a imagens várias por sinal, e eles tivessem deixado só os ensinos judaicos estariam bem melhor pode apostar. Bem posicionado você em dizer também que isso se encontra no protestantismo e pentecostalismo.

        • henrique g. disse:

          Ei Alex me interessei por esse documento se você tiver para disponibilizar, falando em filosofias, a ICAR inventou muitos coisas dizendo que Pedro foi a 1° papa utilizando o versículo que diz sobre ti fundarei minha igreja, e já vi artigos dizendo que na verdade quem esteve em Roma foi simão o mago muito bom compartilhar conhecimento!!!

          • Cristão Ortodoxo disse:

            Muito bom Henrique!!! Vejo que vc interessa pelo conhecimento outrora não reconhecido pelas vertentes cristãs atuais. Não digo que este conhecimento seja essencial para nossa salvação, mas útil em nossa caminhada cristã nos dias atuais. Alguns aqui trazem implicitamente em seus comentários um sentimento anti-semita, mas o cristianismo puro na sua essência é tipicamente judaico. Nós gentios moldamos as doutrinas cristãs à nossa cultura; corrompemos o cristianismo com apenas 300 anos de história, enquanto os judeus precisaram de aproximadamente 1000 anos para sucumbir a lei mosaica. E complementando seu comentário, a ICAR além de sincretizar o conhecimento pagão com o cristão, nos ensinou que os judeus não passam de heresiarcas, tudo isso procurando exterminar a etnia judaica para que os traços do cristianismo primitivos fossem apagados da história. E como os filhos não tem como negar os caracteres genotípicos de seus pais, assim o protestantismo herdou da igreja mãe sua convicções filosóficas; com apenas alguns caracteres fenotípicos(físicos) diferenciados que adquiriram com a evolução da religião. Restou-nos apenas pequenos grupos remanescentes do cristianismo primitivo; grupos estes não se curvaram perante o poder Constantiniano no séc III, e subsistiram a inquisição católica e protestante, trazendo para nós o verdadeiro exemplo cristão de fé. Estes nós o repudiamos, seguimos os preceitos cristãos sincretistas dizendo que são sectários, neo-fariseus, judaizantes.

            Deus vos abençoe

  9. Evangelista Cristão

    Toda transgreção cometida por um Cristão e que o mesmo não arrepende-se e cauteriza sua consciência de que tal transgreção NÃO é pecado impedirá o tal de receber o galardão da vida eterna no céu.

    Sobre dizer que na CCB somente a fornicação é pecado é demonstrar que não frequenta os cultos. Todos que frequentam continuamente os cultos sabem que prega-se contra mentira,desonestidade,falsidade, idolatria,soberbia,alcoolismo, vício, mau uso da internet, cobiça no olhar, entre outras coisas.

    Sábado estive congregado e na exortação da pregação o assunto foi o temor a Deus, onde alertava-se a ter cuidado com o olhar malicioso, negócios ilícitos, falsidade, soberbia, idolatria,palavras torpes, fornicação,vício até altas horas na internet, desrespeito entre casais,etc, etc.

    Sendo assim eu percebo que alguns(alguns) na NET estão congregando pouco, se fossem congregar em vários bairros perceberiam que tem ministros que exortam sobre vários assuntos e, não somente sobre fornicação !!

    Quem desejar provas que falei a verdade é só congregar nos bairros que vou citar e, verão se temos ministros que instruem sobre vários temas.

    Jardim Paulista SP Paulo – Lapa SP Arquimedes – Brás SP Jorge Couri – Ägua Rasa SP Salvador – Americanóplis SP Amauri – Jardim älamo Guarulhos David – Indianópolis SP Pedro Tondim – Afora este lugares postarei dezenas de outros, caso precisem………….

    Reflitam que coloco bairros, nomes, etc. Evitando de postar somente filosofias e ou teorias e ou achismo !!

    Referente ao pecado do adultério já postei o porque a CCB dá ênfase, pois em 15 de Atos foi o Espírito Santo que afirmou ser grave.

    Também já disse que até nos EUA um político adútero não é aceito, lembrando que se um cidadão não consegue governar um pequeno lar e o auto destrói, esse cidadão não terá competência para governar os EUA.

    Na CCB a pessoa não terá liberdade ativa na liturgia do culto se o ato cometido escandalizar os fiéis.

    Poderá ser; Briga que envolva BO policial, Dar calote comprovado em alguém, Matar, Tornar-se um drogado explícito, Beberrão explícito, etc, etc.

    Vejam que não é somente a fornicação que impedirá alguém de ser reprovado pelos membros da CCB.

    Em todos os casos o ministério aconselha que os tais transgressores continuem congregando, orientando-os que a misericordia de Deus é infinita e, que continuando nos cultos Deus os ajudará.

    Caso conheçam ministros que tem feito diferente, coloquem o nome dos tais na NET e eu encaminharei para regional dos tais e, os mesmos terão que corrigirem suas decisões que não condiz com a orientação das reuniões ministeriais.

    Dizer que o ministério da CCB afirma que o pecado da fornicação e ou adultério e ou prostituição não existe perdão é desconhecer totalmente as reuniões ministeriais.

    Nas reuniões ministeriais em momento algum é ensinado que tal ou tal transgreção não existe perdão, tanto é que tem irmãos que um dia adulteraram e continuam ajudando em muitas coisas no dia a dia da CCB e nenhum deles deixou de ser aceito no meio do povo.

    A única medida adotada é a perca da liberdade ativa na liturgia dos cultos.

    Alguém que pratica um grande escândalo não é aceito pelo povo para dar algo numa liturgia de culto para o povo.

    Com referência a frequentar os cultos e buscar de Deus o que necessitar a pessoa é livre e por sinal respeitada e muito bem aceita pela grande maioria.

    Sabemos que entre aproximadamente 7 milhões de frequentadores da CCB terão aqueles que desprezam o transgressor,mas, assim procedem por serem ignorantes na doutrina de Cristo,mas, o ministério ensina e acredita no perdão de Deus para aquele(a) que fornica e deixa do pecado e buscando a Deus não peca mais……………

    Evangelista Cristão

    • Irmão Eleotério,

      Então porque todas as vezes que na CCB dizemos que fulano é pecador, logo relacionamos isso a fornicação ou adultério. Estranho isso…

      Aliás, o caro irmão mesmo disse que se considera fraquinho e errante, mas não um pecador. É impossível alguém não mentir ou pelo menos utilizar um software pirata. Logo essa pessoa cometeu pecado, mas na CCB será considerada fraca e errante.

      Eu frequento a CCB desde que nasci e posso AFIRMAR sem medo de errar, que na CCB, pecado é só Fornicação e adultério. O resto (agiotagem, estelionato, pirataria, furto, mentira, glutonaria, levantar falso testemunho, inveja, ira e etc) são apenas faltas e fraquezas. Para facilitar mais ainda o entendimento, aqui está a lógica da CCB:

      – Pessoa na CCB que comete adultério ou fornicação (depois do batismo)= Pecador
      – Pessoa na CCB que comete agiotagem, estelionato, pirataria, furto, mentira, glutonaria, levantar falso testemunho, inveja, ira e etc (depois do batismo)= Fraquinho e Errante

      Essa é a pura verdade. Quem disser o contrário está mentindo ou não frequenta a CCB.

      Pare de tentar encobrir nossos erros tapando o sol com peneira Eleotério. É vergonhoso meu irmão.

      • Basta ler os primeiros 10 versículos de 1 João para perceber que ou pecamos ou chamamos Jesus de mentiroso.
        Aparentemente há quem se contente em chamar Jesus de mentiroso para manter um (mau) costume vivo.

        Oração neles, o Espírito pode o que nós claramente não conseguimos.

      • henrique g. disse:

        Parabéns já escutei muito isso também, “ah o crente não peca” isso que é ser contrário a bíblia eim…..

    • Douglas Pereira da Silva disse:

      “Com referência a frequentar os cultos e buscar de Deus o que necessitar a pessoa é livre e por sinal respeitada e muito bem aceita pela grande maioria”.

      “Em todos os casos o ministério aconselha que os tais transgressores continuem congregando, orientando-os que a misericordia de Deus é infinita e, que continuando nos cultos Deus os ajudará”.

      “Dizer que o ministério da CCB afirma que o pecado da fornicação e ou adultério e ou prostituição não existe perdão é desconhecer totalmente as reuniões ministeriais”.

      Caro ir. Eleotério,

      Tenho a impressão que o nobre irmão não é daqui, do Brasil (?)

      Um grande abraço,
      no amor de Deus,
      Douglas

  10. Evangelista Cristão

    Observo na NET que alguns(alguns) tentam sujar a imagem da CCB e dos que a frequenta.

    Temos aproximadamente 600 denominações no Brasil e o alvo é a CCB.

    As outras denominações tentam buscar as pessoas de todas as formas; Pela TV, Rádio, Panfletos, pregações nas praças, porta a porta, etc……………

    A CCB não se expõe na TV,Rádio,Praças e nem de outras formas.

    As pessoas que seguem para CCB não são hipnotizadas pelos pastores na TV que são formados em cursos de hipnóse. Também não são incentivadas a crêr que na CCB ficarão milionários, entre outras promessas ouvidas no rádio e vistas na TV.

    Sendo assim acredito que toda esta censura contra a CCB é desnecessária,pois a CCB não sai por ai buscando pessoas para serem seus membros.

    Aqueles que vão para CCB não são forçados pela Mídia.

    Baseado nisso não entendo porque tanta censura contra a CCB.

    Quem sente-se bem com sua doutrina e ou liturgia passou a pertencer a CCB voluntariamente. A CCB não adentra nos lares via TV, Rádio e ou outras formas.

    Quando alguém observa Igrejas como; Do Edir Macedo, R.R.Soares,Valdemiro do chapéu, Feliciano, Católica, entre outras denominações que adentram os lares via TV,Rádio,etc temos que preocupar-nos. Afinal a força da Mídia é grande nos lares.

    Com referência a CCB, ela tem seus templos e até nos templos não tem alto falante na fachada chamando as pessoas e, nem placa escrito quais os dias e horários de culto.

    Porque preocupar-se com a CCB se ela não busca ninguém.?

    Evangelista Cristão postando para todos REFLETIREM !!

    • ISRAEL SANTOS disse:

      AMADO IRMÃO ELEOTERIO ISTO É FATO COMO NOSSO SENHOR NOS ENSINOU , PREGAMOS O IDE DE JESUS CRISTO AO MUNDO POR MEIO DO BOM TESTEMUNHO DE UMA VIDA PIEDOSA , E CARÁTER TRANSFORMADO ESSA É A VERDADEIRA CONVERSÃO E TESTEMUNHO FIEL DE NOSSO SENHOR JESUS . DEUS TE ABENÇOE IRMÃO ELEOTERIO AS VEZES NO CAMINHO DO ERRO CONHECEMOS O CAMINHO DA VERDADE …

  11. NÃO TENHO NADA CONTRA DENOMINAÇÃO RELIGIOSA NENHUMA CADA UM TEM DIREITO DE EXPLESÃO. SOBRE PECADO DE QUE E PARA MORTE, ACHO QUE DEUS E JESUS QUEM JUGA. O HOMEN NÃO CONHECE O CORAÇÃO DO HOMEM, DEUS NÃO QUER QUE NENHUM SE PERCA MAS TODOS VENHA SE ARREPENDER, POR QUE DEUS SONDA OS CORAÇOES ATE OS CABELOS DE NOSSA CABEÇA ESTÃO TODOS, CONTADOS, A LIVROS NO CEU DIZ A BLIBIA , UM RELATORIO DE CADA PESSOA, ISAMENE A SI MESMO EXISTE SE DOIS DE VOCE, PARA DESPUTAR A SALVAÇÃO. A OPORTUNIDADE E O CHAMADO QUE VOCE VOCE RECEBEU E SO PARA VOCE, DEUS TE CONHECE E TE CHAMOU A OBEDIENCIA EM CRISTO JESUS. JESUS E O UNICO SACERDOTE COMPASIVO, PASSOU FOME ,PASSOU SEDE , CANSOU, FOI, TENTADO, PENUTIMO PROCESSO FOI NO CALVARIO AONDE OUROU E SENTIU TODAS FRAQUESAS DA CARNE, PARA SABER O QUE NOIS CENTE, FOI VER SE PEDRO E OS DEMAIS TAVA ORANDO QUI NADA TAVA DORMINDO, NA TERCEIRA VEZ ELE ENTENDEU A VONTADE DE DEUS, QUANDO CHEGOU NOS APOSTOLOS ESTAVAN DORMINDO PELA TERCEIRA VEZ , MAS ELE DISSE CONHECENDO A FRAGILIDADE CARNE PODE DESCANSAR AGORA CHEGOU A HORA DE EU SER ENTREGUE NA MÃO DOS MALFEITORES E SER MORTO E AO TERCERO DIA RESSUCITAR, GLORIA DEUS ELE CUMPRIU O 121 DE SALMO, SAINDO DESSA TERRA AONDE E DIVIDIDO 12 HORAS NOITE E 12 HORAS DIA ACENTANDO NA DESTRA DE DEUS AONDE E ETERNIDADE E NÃO TEM NOITE E LA ELE NÃO DORME NE TOSQUENEJA. MAS NESSES ULTIMOS DIAS MUITOS GOSTA DE FASER PRESÃO PISCICOLOGICA, FUI PERSIGUIDO 4 ANOS PELO DIABO COM LABIAS FALANDO QUE EU NÃO TINHA O DOM DE DEUS O QUE TAVA EM MIN ERA ESPIRITO DE IMITAÇÃO,EM MENSAGES SUBILIMINAR EM CONVERSAÇÃO, SERVIÇO, ATE EM LUGARES CELESTIAIS,MAIS COM ISSO SO GANHEI POR QUE VI ATE QUE PONTO O DIABO CHEGA PRA TENTAR TIRAR NOSSA CERTEZA DE SALVAÇÃO, COMO FEZ COM JO, FORAM 3 AMIGOS OU SEJA 3 TESTEMUNHAS QUE SE DIZIA DE BOA INDOLEME CONDOER COM JO,MAS FOI E FALAR QUE ELE PECOU , MAS O DIABO USAVA DELES COM PRESÃO PISCICOLOGICAS VER SE ELE BRASFEMAVA , A PONTO DE UM FALAR QUANTOS PROVERBIOS TU FALOU QUANTOS COM PALAVRAS CONSOLOU, TIVE UMA VISÃO DA NOITE UM SER NÃO ME MOSTRAVA A FACE, DISSE QUE E O HOMEM QUE E O PO PARA QUE DEUS O ESTIME. SE DEUS ATE EM SEUS ANJOS ACHOU LOUCURA. OI A ASTUCIA? O MESMO TENTOU JESUS NA CRUZ. DESCE DA CRUZ E SALVA A TI MESMO, UM DEU UMA PANCADA PROFETIZA QUEM TE BATEU,CADA PANCADA COM PALAVRAS ? QUE PASSOU O ULTIMO PROCESSO PROVA ESPIRITUAL. DEUS MEU! DEUS MEU! POR QUE ME DESAMPARASTE, DESCRITO EM 69 DO LIVRO DE SALMO. MAS EM TUDO VENCEU NA CRUSCIFICAÇÃO PARA NOS AJUDAR, SUBINDO A DESTRA DE DEUS, E PONDO TODOS SEUS INIMIGOS POR ESCABELO DE SEUS, OU SEJA O CEU E TRONO DE DEUS E TERRA E ESCABELO DE SEU PES, DEUS ESPULSOU E FECHOU A ENTRADA DAQUELE QUE ACUSAVA O POVO DIANTE DE DEUS O DIABO NO CEU ELE NÃO ENTRA MAIS PARA ACUSAR NINGUEM, COMO FEZ COM JO, POR QUE ELE JA FOI JULGADO, E LHE RESTA POUCO TEMPO VIGIAMOS PARA NÃO PERDER A CERTEZA DA NOSSA RECONCILIAÇÃO COM DEUS, JESUS E NOSSO GUARDA FIEL!

  12. Evangelista Cristão

    Samuel disse:

    Pessoa na CCB que comete agiotagem, estelionato, pirataria, furto, mentira, glutonaria, levantar falso testemunho, inveja, ira e etc (depois do batismo)= Fraquinho e Errante
    Essa é a pura verdade. Quem disser o contrário está mentindo ou não frequenta a CCB.

    Samuel coloque os nomes, bairros, cidades dos tais que voce afirma acima e, eu enviarei para as regionais dos mesmos e, marcaremos uma reunião e, voce levará as provas e, eu afirmo que os tais pecadores(PECADORES) perderão a liberdade NA LITURGIA do culto.

    Caso voce não faça isso teremos que afirmar na NET que voce é mentiroso e agitador……

    Evangelista Cristão pronto para provar que a CCB toma medida contra todo tipo de pecado

  13. Depois de praticamente um mês em meio à correria gostosa de antecipadas e esticadas férias e sem visitar o blog do meu amigo Ricardo, me pego exercitando minha leitura dinâmica novamente ao passar olhos super ligeiros nos MESMÍSSIMOS mecânicos, irredutíveis, empedrados, incoerentes, contraditórios, repetitivos e – UFA! – enfadonhos discursos do correspondente extra oficial da meca do Brás. Caramba… Risível! Patético!

    Enfim… Haja exercício de paciência rss

    E Feliz 2014 para todos!!!

    O desejo sincero do meu coração a todos, indiscriminadamente, é que pertençamos a Jesus somente. E que o Espírito de Deus nos abra a mente e o coração nos livrando dos nossos conceitos arraigados e pensamentos empedrados pela tradição denominacional imposta como ‘certa’ e supostamente aceitável e agradável a Deus. Que peçamos clareza acerca do que nos diz Jesus sobre isso, conforme a narrativa de Marcos no capítulo 7, mais precisamente no versículo 13 que diz:

    ‘Invalidando a palavra de Deus pela vossa própria tradição, que vós mesmos transmitistes; e fazeis muitas outras coisas semelhantes’.

    • Márcio José Sérgio Ermida (Colecionador de Bíblias de Estudo CCB) disse:

      Feliz 2014 para você também, irmã e amiga Regina Farias!

      Feliz 2014 atrasado para todos irmãos aqui do blog!

      E que nesse ano Deus nos ilumine mais e mais! Concedendo-nos a capacidade de compreender e discernir a Sua vontade através da Sua Palavra, e cada vez mais amor, paciência, longanimidade, mansidão, equilíbrio, discernimento e sabedoria.

      Deus abençoe a todos, e continue nos livrando, e a cada vez mais irmãos CCB (senão todos) do exclusivismo denominacional, tanto na teoria como na prática.

    • Regina.

      Só parece estar tudo igual, mas se você ler os últimos posts, sobre o Véu, notará uma pequena piora.

      Por favor, brinde-nos com seus lúcidos e bem fundamentados comentários.

      Feliz 2014 pra ti tb.

      A Paz.

      Claudio (CCB, min Brás, por enquanto)

  14. Evangelista Cristão

    Douglas disse:

    Eleotério postou…..
    Dizer que o ministério da CCB afirma que o pecado da fornicação e ou adultério e ou prostituição não existe perdão é desconhecer totalmente as reuniões ministeriais”.

    Caro ir. Eleotério,
    Tenho a impressão que o nobre irmão não é daqui, do Brasil (?)
    Um grande abraço,
    no amor de Deus,
    Douglas

    Evangelista Cristão Eleotério respondendo…………

    Voce ridicularizou o que eu postei, alegando IRÔNICAMENTE que não sou do Brasil !!

    Douglas, favor postar os nomes dos ministros que afirmam que adultério,fornicação e prostituição não existe perdão.

    Após voce postar os nomes eu comunicarei a regional dos ministros e, voce levará tuas provas que eles afirmaram isso.

    Os ministros terão que desfazer esta afirmação, pois nas reuniões ministeriais e até na hora que trata-se casos concernentes a estes tipos de transgressões é colocado na ATA que os transgressores deverão continuar congregando.

    Se em todas as ATAS é escrito assim voce está falando mentira na NET e, a única maneira de voce provar que está falando a verdade é postando os nomes dos ministros que afirmam isso.

    Falar na NET é fácil, o difícil é ter coragem de comparecer numa regional e acusar os ministros e ter provas concretas…………….

    Evangelista Cristão provando que o que falam na NET não conseguem provar !!

    • E não se esqueça de levar as duas testemunhas para fazer prova da afirmação, ficando assim em conformidade com a Lei de Moisés.

      “Os transgressores deverão continuar congregando…”, atitude louvável do Brás.

      E quanto aquele boato que a nossa CCB não aceita transgressores, e os que estão lá é por falta de vergonha na cara ? Hein ?

      Sei não Eleotério, na prática funciona diferente.Vocês começam com a segregação depois não podem condenar a discriminação.

      Eu sempre tratei bem um transgressor, procuro não me envolver e tal, fico de longe, mas dai a discriminar é outra coisa. Quem aqui já não se deparou com os santos da CCB repelindo o coitado do transgressor? Pois é, na prática a teoria é outra.

      Falta de Bíblia dá nisso.

      A Paz.

      Claudio (CCB, min Brás, por enquanto)

      • henrique g. disse:

        Mas vamos ser sinceros Claudio tem os transgressores assumidos e tem os transgressores
        que estão escondidos.

    • Douglas Pereira da Silva disse:

      “Douglas, favor postar os nomes dos ministros que afirmam que adultério,fornicação e prostituição não existe perdão”.

      “Falar na NET é fácil, o difícil é ter coragem de comparecer numa regional e acusar os ministros e ter provas concretas”.

      Sinceramente irmão Eleotério… Não vou perder o meu tempo debatendo com você!
      Você sabe que dentro da CCB é unanime entre os ministros o famigerado “pecado de morte” (adultério e fornicação) então, não seja hipócrita meu irmão! Venha congregar onde faço comum, no jardim Joelma em Osasco, na Rua Ruan Vicente,e ouça com os seus próprios ouvidos, as insanidades que ouço nas pregações!

      Um grande abraço,
      no amor de Deus,
      Douglas

    • Douglas Pereira da Silva disse:

      “Os ministros terão que desfazer esta afirmação, pois nas reuniões ministeriais e até na hora que trata-se casos concernentes a estes tipos de transgressões é colocado na ATA que os transgressores deverão continuar congregando”.

      Eleotério, você já leu o tema aqui em discussão? Parece que não! Vou copiar abaixo pra você:

      “02 – ERROS DE DOUTRINA: PREGAR QUE ADULTÉRIO NÃO É PECADO DE MORTE * (1984)
      – Quem pregou que adultério [e fornicação] não é pecado de morte* deve se retratar perante a irmandade e desfazer o que disse. (…)
      – Servo que pregou erros de doutrina deverá receber a correção dada pelos outros servos e desfazer seu erro perante a irmandade em outro culto”.

      Quero ver a “nossa senhora denominação” – estou parafraseando uma grande amiga – começar a desfazer o ensinamento deste tópico herege Eleotério!

      Heresia pura, pois não há amparo Bíblico para tal afirmação, por isso costume dizer que não há muitas coisas proveitosas nestes tópicos e ensinamentos que anualmente são divulgados nas congregações – DOGMAS na verdade né!

      Se você provar pra mim, Biblicamente. que adultério é “pecado de morte”, retrato-me aqui perante todos os participantes!

      Não sejamos hipócritas, pois você sabe que os “analfabíblicos” da CCB pregam esta invencionice do “pecado de morte”, já condenando a pessoa a desesperança de salvação quem praticou adultério!

      Um grande abraço,
      No amor de Deus,
      Douglas

  15. Evangelista Cristão

    Regina Farias postou:

    enfadonhos discursos do correspondente extra oficial da meca do Brás. Caramba… Risível! Patético!

    Evangelista Cristão respondendo…………..

    Regina, procurei evitar minhas postagens a tua pessoa,mas, tuas frases são LEVIANAS, agressivas e ofensivas……………

    Primeiro – Eu não sou correspondente extra oficial do brás e, não necessito de proteção e nem orientação dos ministros da CCB para expor o que penso.

    Segundo – o bras não é MECA, sendo tua afirmação de uma pessoa TOLA, Patética e Débil. Comparar o bras com Meca é desconhecer os pontos doutrinais entre bras e Meca.

    Quando eu descrevo minha forma de interpretar a biblia em nenhum momento eu estou fundamentado na CCB. Estou crendo naquilo que EU(EU) Interpreto da biblia.

    Tenho o direito de interpretar da maneira que me convier, afinal ninguém é o dono da verdade. NEM VOCE NEM EU !!

    Voce Regina fala da arrogância dos ministros da CCB em afirmarem que só a CCB está certa,mas, voce é exatamente assim. Só voce está certa……..Eu sou PATÉTICO !

    O que voce interpretou na biblia está correto. O que EU(EU) interpretei está errado e, a partir dai voce me AGRIDE afirmando que sou PATÉTICO, RISIVEL, presunçoso, fanático,empedrado,incoerente,repetitivo e enfadonho !!! Ufa…….

    Baseado nisso, Regina eu afirmo que só voce é a DONA (DONA) da VERDADE e o espírito que manifesta em voce é a SOBERBIA.

    Quando alguém contradiz tua forma de pensar voce REPUGNA a pessoa,Agride, menospreza……………

    Regina, voce é exatamente como os ministros da CCB que constantemente voce os ataca como DONOS DA VERDADE. Voce é a única dona da verdade eu sou PATÉTICO,ETC.

    Mais uma vez eu repito; Sempre respeitarei a forma de cada um postar suas interpretações biblicas, lembrando que tenho minha forma de pensar e, não sou OBRIGADO a pensar igual a quem quer que seja………………

    • Blogando e aprendendo…

      Eu não conhecia esse ‘espírito da soberbia’. Ele manifestado em mim e eu inocente rsss

    • Exclusivamente na irmã Regina. No irmão Eleotério, ele não opera. Irmão Eleotério é a nata da cristandade, humilde e compreende tudo – do ponto de vista DELE, Elê. Desculpe-me o desabafo, mas se fosse só neste post, relevaria e sorriria, mas o irmão é bem cabeça-dura! >.<

      Quando entender que o que se critica, questiona e deseja-se melhora é do SISTEMA DENOMINACIONAL que IMPÕE regras, pontos de "doutrina", tópicos de ensinamento e tradições orais que muitas vezes estão em contrariedade com a Bíblia, e não diretamente com a irmandade (pq esta acredita e cumpre praticamente tudo), com os que, eu creio, são sinceros de coração e estão na denominação – seja ela a Congregação Cristã, seja ela a Batista, seja ela a Assembleia (já que o irmão AMA citar "bandeiras", como a da Congregação, e não Cristo).

      Por graça, o ajuntamento solene no qual o irmão, dono do Blog, se reúne é a Congregação, logo, discute-se, e com propriedade, sobre os problemas que a Congregação possui (ou que a possuem, que seja).

      Como o senhor mesmo diz que aqui jazem apenas agitadores, sem estatísticas do que falamos, que sua família de duzentos membros são todos crentes na CC, digo, em Cristo, que o irmão viaja e evangeliza, e faz e acontece! Glória a Deus, e não a você. Não sei se irmão compreende que o debate não visa desmerecer a referida denominação, uma em tantas cheias de problemas, com pessoas convertidas e com pessoas convencidas, dentro e fora do ministério (para a Congregação, ministério é quem está à frente de algum trabalho ou é um músico – errinhos para outros tão grotescos, como o tal pecado de morte).

      Então, com graça e conhecimento nos quais deveríamos crescer, irmão Eleotério do Brás, cresçamos e prossigamos, como diz na minha e na sua bíblia, em Oséias, capítulo 6, versículo 3. "Então conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor; a sua saída, como a alva, é certa; e ele a nós virá como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra."

      Erica, ovelha do Senhor Jesus, indignada com a falta de compreensão e divertida por ler muitos irmãos aqui.

      • Érica, minha linda!

        Já falei mas amo repetir: tiro o chapéu pra mulher que, assim como você, ousa falar com autoridade nesse mundinho do clube do bolinha gospel que assola os quatro cantos do mundo!!!

        E vc nem se ligou (risos) que eu fiz um comentário irônico ao erro gramatical que o ilustre cometeu (entre milhares de outros!!!!). Sim, porque eu não conheço a expressão ‘soberbia’ no nosso idioma. Conheço SOBERBA. Aí é outra história rss Tanto conheço a expressão, como tenho visto muuuuuuuuuuuuuita soberba no confuso e controverso Elê através dos comentários que ele faz. Assim como você também percebeu e expôs de forma bastante clara.

        O que acontece é que eu falo o mesmo que todos falam, mas a minha fala sempre incomoda mais porque machista não suporta ver mulher se manifestar. Aí atribui ‘espírito’ até que nem existe. Pelo menos na gramática he he

        Regina Farias mostrando que pode ser bem chatinha quando bem entende 😛

      • Márcio José Sérgio Ermida (Colecionador de Bíblias de Estudo CCB) disse:

        Tem vezes, que me limito a ler. Porque você, irmã Érica, e demais irmãos, pensam igualzinho a mim, e usam as palavras que eu usaria, sem saber, rsrsrs.

        O que o cabeça-dura kk precisa entender é que nós discordamos de pontos de “doutrina” errados, mas não precisamos sair da CCB, e nem por isso desrespeitamos quem quer que seja, colocando sempre Cristo em primeiríssimo lugar.

        E amamos os que nos jogam pedras. Aqui, na minha família (concunhado) já fui até acusado de estar com o “espírito do erro”, hehehe. Nem por isso deixo de amar meus irmãos, abraçá-los, orar por eles. É isso que o Elê rsrs não entende, e deveria de uma vez por todas. Não se “morda” por causa da CCB, não estamos discutindo futebol nem política, mas a imutável e misericordiosa Palavra de Deus, a guia de toda igreja que se diz cristã.

        Deus abençoe.

        • henrique g. disse:

          O problema Márcio pelo que eu vejo, nos próprios comentários é que muita gente que está saindo da CC é por que não concorda e não há como mudar um sistema que já está falido se estiver falido, não quero ser ranzinza para quem gosta da denominação, mas como mudar uma instituição que se coloca acima de
          correções e muitas vezes até da autoridade da bíblia infelizmente essa é a verdade, a pessoa tem que sair mesmo e deixar o sistema.

  16. Cláudio,
    Lúcidos e bem fundamentados comentários são os teus rss
    Confetes à parte, me pego admirada lendo coisas que vcs escrevem e penso: era isso que eu queria dizer mas não sei passar pra o papel 🙂
    E valeu, mas eu é que me divirto (e me edifico, como diriam os mais comportados) com os comentários de uma meia dúzia de ‘hereges’ aqui. Até algumas sandices dos ‘santos’ me fazem rir às vezes, de tão escancaradamente fora do aceitável.
    Decidir sobre a família de outra pessoa e traçar um completo perfil dela levando para o lado pessoal o Elê já fez isso ‘vacilo’ comigo. E achando que não cometeu nenhuma estupidez, repete! Desta feita com o Vitor. Abrindo o ano com chave de ouro!
    Então me diga: como não rir?!
    Aliás, só me resta rir desses pseudo-representantes de Deus na terra.
    A última foi de um tal arghhhhh-ibb lá no blog do Hélio reclamando do meu vocabulário chulo (Hã?!) e da minha DICÇÃO. (Hããããããããã?!!!) Então eu escrevo e ele OUVE a minha voz?! Olha que sou super adepta do uso da tecnologia e até tenho ouvido vozes há mais de ano he he he graças ao aplicativo ‘whatsapp’. Até aí tudo bem. Mas a pessoa escrever e sair a voz dela do outro lado?!Caramba, isso já é bruxaria rsss
    A Paz,
    RF.

  17. QUERER SER DEUS E JUGAR AS PESSOA COMO DIZ. OS ADUTETEROS OS FORNICARIOS ETC DEUS O JULGARA . SE VOCE FAZ COMO O IRMÃO DO FILHO PRODIGO.LOGO DIZ NO LIVRO DE TIAGO. ES DEUS PARA JULGAR SEU IRMÃO? A SO UM JUIZ ESSE E DEUS, MAS DEUS FALOU BOCA DE JESUS EU NAO JUGO QUEM CRE EM MIM, MAS A PALAVRA QUE TENHO ENVIADO ESSA JUGARA NO ULTIMO DIA. QUEM VAI ACENTAR NO TRONO? QUEM VAI ABRIR O LIVRO DA VIDA E DAS OBRAS? QUEM ABRIU O LIVRO CELADO COM 7 SELOS? QUEM ESCREVEU NOSSO NOME NO LIVRO DA VIDA? AONDE TÃO OS ESCANDALISADOS QUE TROPEÇO? OS PARADOS? QUEM JUGO A MULHER ADULTERA, SIM JESUS O ALFA O OMEGA ESCREVIA NO CHÃO NA TERRA E ESCREVE ATE HOJE, CRIOU A LEI CRIA LEI PARA MISERICORDIA TRIUNFAR DO JUISO!
    AGORA TENTA CONDENAR ALGUEM VOCE MESMO EU CREIO QUE SE TORNARA UM AGRESSOR PISCICOLOGIGO (Agressão psicológica é um tipo de agressão que visa primeiramente afetar o indivíduo psicologicamente, ficando a violência física em segundo plano. É uma violência que ocorre sempre em uma relação desigual de poder, em que o agente exerce autoridade sobre a vítima, sujeitando-a a aplicação de maus tratos mentais e psicológicos de forma continuada e intencional.1A forma como é feita a tortura psicológica não provoca dor física em nenhum momento, mas a humilhação, estresse e angústia causada pode deixar cicatrizes psicológicas permanentes.Pessoas que sofrem a tortura psicológica muitas vezes precisam de tratamento para poder superar o trauma. Caso não seja tratado de forma adequada, pode levar ao suicídio ou afastamento da sociedade.constante de estímulos negativos com a intenção de abalar psicologicamente o trabalhador, fazendo-o se sentir incompetente e/ou ameaças no ambiente de trabalho. Marginalização, impedir o trabalhador de fazer seu trabalho.Forçar a vítima ao isolamento social, por meio de técnicas como espalhar comentários, recusa em se socializar com a vítima, intimidar outras pessoas que desejam se socializar com a vítima, ridicularizar o modo de vestir ou outros aspectos socialmente significativos (incluindo a etnia da vítima, religião, incapacidades etc). ISSO NÃO E VIRTUDE NEN COMUNHAO MUITO MENOS PODE SER MISERICORDIA E AMOR, MAS JESUS ENSINOU MISERICODIA E AMOR O MAIS IMPORTANTE DA LEI.PAZ,PAZ, PAZ ESTOU FALADO GREGO?

  18. Evangelista Cristão

    Quando lemos na NET pessoas censurando uma familia por ser um numero de aprox. 200 Cristãos chegamos a conclusão que os tais são invejosos.

    Tenho certeza que seus familiares são escórias e como não podem falar bem dos seus familiares,zombam das familias numerosas Cristãs.

    NA NET somos livres para ter nossas opiniões e, interpretações biblicas.
    Tem um grupo na NET que sonhavam em ter ministério e, como não tiveram resolveram falar somente dos erros da Igreja.

    Mentem afirmando que são da CCB,mas, se fossem jamais falaríam o que postam.
    Porque será que não postam os erros de seus familiares,afinal, estão falando dda Igreja que DIZEM,dizem pertencerem e, jamais alguém coloca na NET somente os erros da Igreja que frequentam.

    Tentam desfazer das minhas afirmações quando coloco que a CCB tomam Santa Céia aprox. 3 milhões,mais os que frequentam e não participam da S céia,totalizando aprox. 7 milhões.

    Aprox. 300 mil músicos, 20 mil templos somente no Brasil, aprox. 33 mil ministros incluindo os coop. de J. e menores,etc,etc………..rs,rs………

    Minhas estatísticas incomodam e,por isso continuarei postando da mesma forma….rs,rs…..
    Dizem que na CCB só tem analfabetos que são tratados como gado e, afirmo que em Guaxupé temos juiz,Lambari juiz,Contagem presid. tribunal de justiça,Taubaté General,Franca promotor,Machado MG médico,,SP bairro indianópolis médico,etc.. rs,rs….

    A CCB é organizada e a maioria estão satisfeitos.

    Em Montes Claros norte de Minas vai inaugurar em junho uma sede com 6 mil M2,onde na assembléia anual o café da manhã tem frutas,doces,salgados,bolos,sucos,etc,mais ambulatório com 4 médicos,25 enfermeiros,mais consultório dentário com 8 dentistas,15 protéticos e, os que são atendidos saem com os dentes perfeitos,etc,etc….rs,rs…….
    Ficaria postando linhas e mais linhas,mostrando a potência que a CCB é……………..

    Evangelista,postando o lado positivo da CCB…………………

    • Ah, sim! Esqueci-me de comentar sobre esta aspereza escrita:

      Eleotério: “Quando lemos na NET pessoas censurando uma familia por ser um numero de aprox. 200 Cristãos chegamos a conclusão que os tais são invejosos. Tenho certeza que seus familiares são escórias e como não podem falar bem dos seus familiares,zombam das familias numerosas Cristãs. […]

      Por que será que não postam os erros de seus familiares,afinal, estão falando da Igreja que DIZEM , dizem pertencerem e jamais alguém coloca na NET somente os erros da Igreja que frequentam.”

      1 – Escória: Coisa sem valor, objeto desprezível. Pejorativamente considerado o estrato mais baixo da sociedade – pelo ponto de referência apresentado, minha família preciosa, comparado à família do ilustre irmão Eleotério.

      “E, abrindo Pedro a boca, disse: Reconheço por verdade que Deus não faz acepção de pessoas; mas que lhe é agradável aquele que, em qualquer nação, o teme e faz o que é justo.” (Atos 10:34-35)

      Eu presumo que o senhor aprendeu a chamar, com certeza, a família de seus irmãos em Cristo de escória com algum irmão que “prega” na congregação que o senhor frequenta, não é? Porque na Bíblia que eu leio, diz que Deus não faz acepção de pessoas, porém é agradável a Ele aqueles que O temem e fazem o que é justo – ok?

      Na Palavra que leio está escrito que Jesus assentava-se com o que a sociedade chamava de escória, os rejeitados da sociedade, aqueles por quem os religiosos passam e nem olham – porque Ele escolheu assim .(“Era desprezado, era a escória da humanidade, homem das dores, experimentado nos sofrimentos; como aqueles, diante dos quais se cobre o rosto, era amaldiçoado e não fazíamos caso dele” Livro de Isaías 53:3)

      Na Sagrada Escritura, onde aprendi o viver cristão, com todos os seus percalços, aprendi que Jesus é, antes de tudo, o amor de Deus revelado nesta terra, e nós, como seus discípulos, deveríamos seguir o exemplo dele – não do ancionato, presbitério ou pastorado. E se Jesus chamou alguém de raça de víboras é justamente o tipo de pessoa que clama pelos 4 ventos o que faz, o que é e bate no peito dizendo e apontando o que é diferente de si – ou da denominação que segue.

      Então, irmão Eleotério, mais respeito quando falar de outras pessoas – sendo elas cristãs ou não – Lembre-se de que com a medida que o senhor julga, será julgado.

      Segundo lugar, eu não sei se o irmão entende que só existe uma Igreja pela qual o Senhor Jesus morreu na cruz por ela. Não existe Congregação Cristã no Brasil e um bonus para o Fransciscon. Nâo existe Igreja Luterana, e pontos para Lutero. Não existem denominações que não sejam referentes ao nome da cidade onde aqueles que iam sendo salvos se encontravam.O senhor, que conhece tanto a bíblia e principalmente o novo Testamento, nunca reparou nisso? Então, a Igreja à qual nós pertencemos está sendo tratada para ser pura e sem mácula diante de Deus – porém, este mesmo Corpo está completamente dividido pelas atuais denominações, suas liturgias e floreamentos “porque Deus quis assim, ou isso agrada a Deus” sem nem saber o que realmente agrada a Deus.

      O que discute-se, recrimina-se, tenta-se mudar, meu irmão, entenda: é o sistema denominacional – este divide e discrimina o Corpo de Jesus. Enquanto o irmão não compreender este último fato – que o Corpo de Cristo é diferente de um sistema denominacional – sua crítica sobre o debate não vai mudar, mesmo que marquemos um fórum, um dia, numa cidade do nosso brasil, para nos conhecermos e discutirmos no tete-a-tete.

      Eu sei muito pouco, sou muito nova e tenho muito a aprender – porém, seria feio mentir e dizer que concordo com tudo por este motivo. Eu não me envergonho de pensar e nem de mudar de opinião, se eu estiver errada.

      Deixo um trecho das minhas cartas favoritas: “Mas o fim desta admoestação é o amor que procede de um coração puro, de uma boa consciência, e de uma fé não fingida; das quais coisas alguns se desviaram, e se entregaram a discursos vãos, querendo ser doutores da lei, embora não entendam nem o que dizem nem o que com tanta confiança afirmam.” 1 Timóteo 1:5-7

      ps.: desculpem-me os erros de português e as asperezas. 🙂

      • Márcio José Sérgio Ermida (Colecionador de Bíblias de Estudo CCB) disse:

        Desculpa nada! Você está certíssima nas suas colocações e citações bíblicas.

        Infelizmente, a idolatria denominacional está cegando o entendimento dos que deveriam bani-la. Igreja não salva e ponto final. Não existe denominação mais ou menos apostólica e doutrinária e ponto final. Sou da CCB e, como muitos, abomino esse exclusivismo irracional, sem pé nem cabeça. O crente pensa que defendendo a denominação está ganhando pontos com Deus, porque a maioria (alguém lembra de Nelson Rodrigues?) pensa assim também, ou porque o ministério aplaude (ganha pontos com o ministério também).

        Triste isso. Temos o mundo para evangelizar; temos irmãos da nossa denominação com sede de aprendizado; temos irmãos de outras denominações amorosos e que nem olham para nossas heresias; temos irmãos perseguidos, presos, torturados e mortos só porque servem a Jesus Cristo, Deus-Filho.

        E uma denominação como a nossa permite que se perpetue um exclusivismo anti-bíblico, logo anticristão. Alienando cerca de 3 milhões de irmãos que poderiam estar se mobilizando em orações por causas mais nobres, como as que citei. Poderiam estar evangelizando em vários cantos do país e do planeta. Poderiam estar aprendendo mais sobre o Senhor e Sua Palavra. Mas perdem tempo atacando e evangelizando outras denominações…

        Muito triste isso, de verdade. Uma perda gigantesca de tempo e recursos espirituais em prol de causas espirituais. Parabéns, Érica, pela sua nobre colocação, faço minhas as suas palavras. Parabéns aos demais irmãos do blog, agindo como remanescente num grupo teimoso e arrogante. E que Deus tenha piedade e misericórdia de todos nós, inclusive dos exclusivistas, ajustando nossas mentes o mais próximo possível da mente de Cristo. Amém

        Márcio – CCB ainda

  19. NÃO TENHO NADA CONTRA DENOMINAÇÃO NENHUMA NEM CONTRA CCB INCLUSIVE SOU MUSICO E DA LIMPESA NA CCB POR ENQUANTO, QUEREMOS ANUNCIAR VERDADE BIBLICA COMO TODOS BEREIANOS , NO DEMAIS OLHA QUE ACHEI DE IMPORTANTE NA NET.PESQUISANDO NA NET. OLHA QUE ENCONTREI UMA ATA NOTARIAL ANTIGA DOS SUPOSTOS PECADOS PARA MORTE COMETIDO POR JESUS.
    SENTENÇA CONDENATÓRIA DE JESUS CRISTO

    (Nota do Tradutor)
    Esta sentença encontra-se gravada numa placa de cobre e, em ambos os lados, lê-se estas palavras: “uma placa igual foi encaminhada para cada Tribo”.

    Foi encontrada dentro de um antigo vaso de mármore branco durante escavações realizadas em Áquila, reino de Nápoles, no ano de 1820, pelos comissionários de artes que acompanhavam o exército francês, após a expedição de Napoleão.

    O vaso encontrava-se dentro de uma caixa de ébano na sacristia dos Cartuxos, próximo a Nápoles; atualmente encontra-se na Capela de Caserte.

    A tradução a seguir, feita a partir do original em hebraico, foi realizada pelos membros da Comissão de Artes. Após muitas súplicas, os Cartuxos conseguiram que a referida placa não fosse levada [para a França], como reconhecimento dos inúmeros serviços que prestaram ao exército francês.

    A SENTENÇA

    No ano dezessete do império de Tibério César, a vinte e cinco do mês de março, na Santa Cidade de Jerusalém, sendo sacerdotes e sacrificadores de Deus, Anás e Caifás, Pôncio Pilatos, governador da baixa Galiléia, sentado na cadeira principal do pretório, Sentencia:

    Jesus de Nazaré a morrer em uma cruz, com outros dois ladrões, afirmando os grandes e notórios testemunhos do povo que:

    Jesus é sedutor.
    É sedioso.
    É inimigo da lei.
    Chama-se falsamente Filho de Deus.
    Chama-se falsamente Rei de Israel.
    Entrou no Templo, seguido por uma multidão com palmas na mão.

    Manda ao primeiro centurião, Quirilino Cornélio, que o conduza ao local de suplício.
    Fica proibido a qualquer pessoa, pobre ou rica, impedir a morte de Jesus.

    As testemunhas que firmam a sentença contra Jesus são: Daniel Robian, fariseu; Joannas Zorobatel; Rafael Robani; Capeto, homem público.

    Jesus sairá da cidade de Jerusalém pela porta de Estruene.

  20. Evangelista Elê: “Ficaria postando linhas e mais linhas,mostrando a potência que a CCB é”

    Se eu fosse o irmão, eu ficaria linhas e linhas postando a grandeza do nosso Deus, e do Maravilhoso presente que Ele nos enviou, Seu filho, para morrer pelos pecados da humanidade perdida e soberba, da qual, infelizmente, fazemos parte.

    Como parece que o irmão não lê o que não lhe convém, repito: o irmão realmente acredita que todos ficam quietos, só ouvindo? Ou que só manifestam suas opiniões aqui? Então, o senhor está enganado. Um amigo meu, chamado Mateus, de uma cidade da BA, alguns irmãos que frequentam aqui o conhecem, disse que é horrível ser olhado como um herege dentro da própria denominação porque pensa diferente. É perseguido. Com estas letras. E eu diria ao “irmão” se o conhecesse – não tenho problemas em expressar meus pensamentos, no amor e na conformidade bíblica, como me ensinaram desde a meninice – meninice etária, obviamente.

    Maior pecado que se pode cometer dentro das santíssimas paredes da denominação, seja qual for a dita cuja, é pensar. Como diria um brilhante compositor, “é proibido pensar”.

    Erica, aproveitando o intervalo do lanche para divertir-se, lendo, na internet.

  21. Porque o espremer do leite produz manteiga, e o espremer do nariz produz sangue, e o espremer da ira produz contenda. (Pv 30:32)

    Aqui, a produção é “meleca” mesmo!!!

    Aff!!!

    Lima.

    • “Eu sou homem e nada do que é humano me é estranho.”

      Como se as “melecas” dos outros também não fossem iguais as minhas…
      Ou o irmão acorda sem ramela nos olhos?

      É o único dos decendentes de Adão que não come cardos e espinhos?

      Aff digo eu…

    • Para que não pareça TENDENCIOSO, e também fique bem clara a mensagem do provérbio, não esqueçamos de citá-lo NA ÍNTEGRA. Aliás, como sempre deve ser feito, no manejo correto e cuidadoso das Escrituras.

      ‘Se procedeste insensatamente em te exaltares ou se maquinaste o mal, põe a mão na boca. Porque o bater do leite produz manteiga, e o torcer do nariz produz sangue, e o açular a ira produz contendas. (Provérbios 30:31.32).

      Assim está mais claro: inclusive dá pra entender perfeitamente que INSENSATO E EXALTADO sabemos quem tem sido repetitivamente, EXAUSTIVAMENTE. Lamentavelmente…

      Em relação à expressão ‘contenda’, ouvi muito essa tática manipuladora, no sentido de querer calar a boca das pessoas. Pena que não caiu a ficha de alguns dirigentes religiosos que não perceberam que aqui não funciona. Aqui os comentaristas têm cérebro.

      A meleca PRESA fica por conta dos que são coagidos por diabólicas frases de efeito. E a MELECA não reprimida fica por conta de quem não tem receio de botar pra fora toda a sujeira de dentro da própria casa. Principalmente quando se diz que é ‘casa de Deus’.

  22. …além de desvarios, principalmente daqueles que não se dão ao trabalho de reler as “melecas” que escreveram!! Tem coisas aqui que são “melecamente” irracionais.

    Fazer o que… só resta exclamar: Aff!!

    Lima.

    • “quem está sujo, suje-se ainda”
      É um verso bíblico, certo Lima?

      Então, para você que é tão limpo (!), porque vem se envolver com os “melecados” aqui?

      Vaza, mermão!
      .

      (Desculpe Ricardo… perdi a paciência) rsrs

      • …aí, aí, aí. Está aí mais um exemplo. Trocar alhos por bugalhos. Trocar pessoas por ideias.

        Pense nisso.

        Lima.

        • ‘Bugalho é uma excrescência de forma arredondada que se forma em algumas espécies de árvores do gênero Quercus (carvalhos, sobreiros e azinheiras) na sequência do depósito, num dos seus ramos, de um ovo de vespa. A vespa desenvolve-se e alimenta-se no interior do bugalho, onde passará por todas as fases das suas metamorfoses: larva, ninfa e adulto.

          Esbugalhar significa catar, retirar os bugalhos e, POR ANALOGIA, ganhou o significado de ABRIR BASTANTE OS OLHOS’.

          Então, HP, significa que os bugalhos lhe arregaçaram os olhos.

          Os ‘alhos’ são a casta religiosa separada; os bugalhos, os excluídos acolhidos por Jesus.

          Escolheu bem, heim, HP?!! Rss

          Da série: desmistificando as máximas.

          • Para quem, pelo exposto, quer demonstrar habilidade hermenêutica, foi um grande fora. Devia saber que o significado de uma palavra (ou expressão) depende do contexto.

            (abre aspas) Da série: esmiuçando a tentativa de mudança de significado de um dito popular e secular pelo mau uso da série: desmistificando as máximas!!! (fecha aspas). (risos)

            Aqui, geralmente, o contexto gira (não apenas nessa postagem) em torno da exposição e vexação baratas, através de todo tipo de “melecadas”, de uma instituição séria que está cumprindo o seu papel enquanto cristã. O contexto imediato diz respeito a comentários capciosos dirigido a pessoas, em vez de serem dirigidos aos argumentos delas. Daí o “trocar de alhos por bugalhos” (pessoas por ideias).

            E a cada rodada… huum… aff!!!

            Lima

    • A paz do Senhor! *.*

      Eu me pergunto que tipo de crente somos quando escrevemos que o que outros crentes como nós escrevem parte de inveja, parte de irracionalidade, parte de gente que não presta atenção no culto…

      Porém, cada um de nós argumenta pela medida da graça e do conhecimento que temos – cada um está no seu patamar diante de Deus, meninos, adolescentes e adultos na fé. Creio que se falamos à meninos, usamos de um discurso. Se falamos aos adolescentes, é outro, e para adulto, é outro. Se falar de coisas espirituais como a adultos na fé está causando este tipo de reação, devemos, talvez, voltar ao leite – à sombra daquilo que Cristo veio cumprir, porque é assim que as crianças compreendem – o sólido, o concreto, o que elas podem ver e tocar e sentir e ter certeza de que está ali.

      Realmente, repetindo palavras já escritas, não foi com prata ou ouro que fui resgatada da minha vã maneira de viver que pela tradição recebi dos meus pais na fé, mas pelo sangue de Jesus – julgar que ele é inválido, por nossos estudos, irmão Lima, é se achar autossuficiente com o que se tem. Se o irmão está satisfeito, bom para o irmão. Eu não estou.

      “Purificando as vossas almas pelo Espírito na obediência à verdade, para o amor fraternal, não fingido; amai-vos ardentemente uns aos outros com um coração puro; sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva, e que permanece para sempre.” 1 Pedro 1:18-23

      ———–
      Li isso de um cristão que é empresário, e tem uma página super legal no facebook.: “Falhamos frequentemente no óbvio por subestimarmos aquilo que pressupomos já estar dominado de olhos fechados.

      Capriche, confira pela segunda vez e não seja surpreendido por falhas grotescas. Confie em si próprio, mas não tenha excesso de autoconfiança. ”

      =)

      • Calma Érica, a “carapuça” não serve para os seus comentários!

        Lima

        • Como assim, querer demonstrar habilidade hermenêutica, se eu apenas copiei um texto e, em seguida, LIVREMENTE, fiz uma ANALOGIA?

          Caramba, que viajada…

          É no que dá colocar antipatia gratuita à frente das colocações: ofusca o raciocínio lógico.

          Quanto a esse lance de texto fora de contexto você precisa ensinar urgente mesmo, MAS ao seu rebanho, para que eles aprendam mais do Evangelho da Cruz e menos da santa denominação.

          Quanto a mim, nunca tive a menor vontade e até faz tempo que passei dessa fase de querer demonstrar alguma coisa a alguém. Sou o que sou, não estou aqui pra agradar nem impressionar a ninguém.

          A parte interessante desse teu comentário, Lima, fica por conta do flagrante
          em que você é pego fazendo exatamente o que critica em mim!

          Ou seja: em vez de comentar as ideias, comenta CAPCIOSAMENTE sobre a pessoa.

          Ah, a natureza humana… Nada de novo há! 😉

          Da série: desafeto gratuito, procurando cabelo em ovo, mais uma vez perdeu a oportunidade de ficar calado. (Parte final)

          • Lima,

            Faltou a tua réplica (ou tréplica, ‘quádrupla’, ‘duodréplica’) à esta resposta da Regina.

            Conto contigo.
            Valorize este blá, blá, blá também.

            Abs, caro!

          • Só agora estou vendo esse comentário. Releia os comentários acima, HP, e tire suas conclusões. Verifique se vale a pena seguir com o blá, blá, blá…

            Lima.

  23. Evangelista Cristão

    Erica Serpa:

    Voce várias vezes ironizou o que tenho postado e desvalorizou minha família quando eu afirmei sermos um grande numero de Cristãos.

    Baseado nisso tive que mostrar o lado bom da CCB e, mostrando o lado bom eu fui obrigado a ir de frente com suas afirmações.

    Voce afirma pertencer a CCB e, eu tenho o direito de não acreditar !

    Se existem mais de 600 denominações e voce demonstra na NET ser inteligente, porque será que voce não vai para outra denominação ?

    Eu respondo……… Voce não é da CCB !! Creio ter sido um dia, hoje é uma revoltada.

    Igual voce existem muitos que por vários motivos abandonaram a CCB e, raivosamente postam na NET os erros dos ministros e até alguns ensinamentos desatualizados.

    Eu afirmo que tem coisas que necessitam serem atualizadas na CCB,mesmo assim continuo afirmando que é a denominação mais próxima do verdadeiro evangelho de Cristo.

    Vejam algumas coisas importantes;

    Não ao dízimo, Não ao salário para ministros, não ao envolvimento a política, não ao hinos que só servem para agitação da carne, Nào ao astros gospeis, não aos padres astros, não a venda de azeites milagrosos, Não a venda de martelinhos por mil reais, não a venda de agua abençoada do Rio Jordão, não as correntes dos pastores vestidos de branco como se fossem pai de santo, etc, etc……rs….rs……

    Voce tem o direito de falar dos erros na CCB e, eu tenho o direito de falar das coisas boas da CCB.

    Voce e outros(as) acham que vou parar porque voces censuram minhas postagens falando do numero de membros e ou numero de templos e ou tamanho de templos e ou numero na orquestra e ou numero de minisitros ?? Nunca !! Voces falam o que desejam e eu falo o que vejo. Voces zombam da CCB e eu falo do lado bom da CCB…. rs…..rs……

    Vamos lá pessoal ZOMBEM do meu texto e, terei o prazer em me defender…rs…rs……..

    Evangelista Cristão postando o lado bom da CCB……………

    • Nunca fui e nunca serei de denominação nenhuma. *-*

      E se você entendeu assim as minhas palavras, apenas posso lamentar por você.

      Erica, ovelha do Senhor Jesus. =*

      • henrique g. disse:

        Certo Erica Deus não criou denominação mesmo, criou um modo de vida que está em sua lei, quando jesus criticava os farizeus ele não estava criticando por eles serem farizeus pois jesus também foi judeu da tribo de Judá, ele criticava os costumes criados por eles que ele repudiava, onde nos encontramos uma vida de santificação?!? nas leis não matarás, não comer carne de porco e etc.. As palavras de Deus são Eternas e sempre vão ser..quero deixar claro aqui que o ponto não é fazer circuncisão, muitos não entendem uma passagem de gálatas que diz sobre a circuncisão ali alguns farizeus queriam se vangloriar na carne dos gentios apenas como forma de conversão ao judaísmo se tornando judeu mas para servir a Deus eu não preciso ser judeu posso ser um gentio como paulo ensina.

  24. Márcio José Sérgio Ermida (Colecionador de Bíblias de Estudo CCB) disse:

    Que meninice espiritual, irmão! Não tem ninguém zombando da CCB aqui. Caramba! Chegou ao ponto de não podermos discordar, que já somos taxados de zombadores.

    O que você faz quando critica as outras denominações?

    Não está certo. Isso é uma crítica unilateral; a CCB está acostumada a criticar as outras denominações desde quando não existia show gospel, martelinho ou toalha abençoada.

    Agora que está sendo criticada, e com muita razão até por quem é dela, não pode!

    A CCB não é Jesus Cristo, nem O representa aqui na Terra. Logo, como as outras podem, ela também pode ser criticada.

    Se semearmos vento, colheremos tempestade.

    Na paz de nosso Senhor Jesus Cristo.

    Amém.

  25. Evangelista Cristão

    Márcio José Sérgio Ermida (Colecionador de Bíblias de Estudo CCB)

    disse: janeiro 28, 2014 às 11:50 am

    Agora que está sendo criticada, e com muita razão até por quem é dela, não pode!
    A CCB não é Jesus Cristo, nem O representa aqui na Terra. Logo, como as outras podem, ela também pode ser criticada.

    Evangelista respondendo……………

    Da mesma forma que voce acha-se no direito em postar as coisas negativas da CCB eu também tenho o direito de postar as coisas positivas da CCB.

    Da mesma forma que voce tem o direito de IRONIZAR aquilo que eu tenho postado eu tenho o direito de defender-me das zombarias !!

    Parem de falar as coisas erradas e eu paro de postar as coisas boas…rs…rs….

    Evangelista Cristão com os mesmos direitos……………

  26. Evangelista Cristão

    Erica Serpa disse:

    janeiro 28, 2014 às 2:25 pm

    Nunca fui e nunca serei de denominação nenhuma.

    Evangelista respondendo……………..

    A partir do momento que voce não frequenta a CCB demonstra que o que voce tem postado são apenas areias jogadas no ventilador.

    Uma pessoa que até hoje não assumiu uma postura em cultuar a Deus numa denominação não merece ter crédito naquilo que denuncia.

    Voce diz ser ovelha de Cristo. Não é ovelha, pois se fosse estaria oferendo a ELE cultos em alguma denominação e, não vem com essa de fazer culto a Cristo e ou a Deus em casa que isso não existe.

    O verdadeiro Cristão ele sai a campo servindo a Cristo, evangelizando e ensinando o povo a buscar a Deus numa Santa comunhão num culto junto ao corpo de cristo.

    Se voce não vai a uma Igreja está desligada do corpo e, Cristo disse; Quem não comer do meu corpo e beber do meu sangue não tem parte comigo.

    Voce está desligada do corpo e, fica na arquibancada rindo daqueles que estão lutando para obter uma vitória do evangelho de Cristo.

    Evangelista Cristão provando que voce não é CRISTÃ nem ovelha …rs…..rs

    • Douglas Pereira da Silva disse:

      Irmãos, perdoe-me intrometer no debate! Mas o que o nosso irmão escreveu aqui, é de uma sandice sem tamanho! Por isso não resisti a tentação de escrever… rsrsrs

      “Uma pessoa que até hoje não assumiu uma postura em cultuar a Deus numa denominação não merece ter crédito naquilo que denuncia”.

      Quem disse que IGREJA é sinônimo de DENOMINAÇÃO EVANGÉLICA?

      IGREJA significa um corpo de pessoas numa relação pessoal com Cristo. Os cristãos primitivos não concebiam a IGREJA como um lugar de culto como se faz hoje. Para tanto, os cristãos se reuniam em casas (At. 12.12; Rm 16.5, 23; Cl 4.15; Fm 1-4), no templo (At 5.12), nos auditórios públicos de escolas (At 19.9) e nas sinagogas até quando foram permitidos (At 14.1, 3; 17.1; 18.4). O lugar não era tão importante como o propósito de encontro para comunhão uns com os outros e para culto a Deus.

      “Se você não vai a uma Igreja está desligada do corpo e, Cristo disse; Quem não comer do meu corpo e beber do meu sangue não tem parte comigo”.

      Vejam a “exejegue” que o Eleotério faz, citando João 6.54… rsrsrsrsrs

      Sinceramente… Nem vou empregar o meu tempo refutando essa pérola! Leia o contexto de João 6 irmão Eleotério… Leia o contexto…

      Um grande abraço,
      no amor de DDeus,
      Douglas

      • Douglas Pereira da Silva disse:

        greja como sinônimo de denominação evangélica NÃO EXISTE!

        A palavra IGREJA é proveniente do grego – lembrando que todo o Novo Testamento foi escrito em grego – da palavra ECCLESIA, e significa literalmente, “os chamados para fora”. No uso clássico e na Septuaginta (a tradução grega do NT), ECCLESIA significa “reunião”, “assembleia oficial”, “congregação de pessoas”, “grupo de soldados”.

        Em Atos 7.38, a palavra denota a “congregação” dos israelitas com Moises no deserto (cf. Nm 14.3-4).
        Em Atos 19.32 e 40-41, ECCLESIA fala da assembleia tumultuada contra o apostolo Paulo em Éfeso.
        Em Atos 19.39 refere-se à assembleia oficial e jurídica que devia governar a cidade.
        Existem quatro usos de ECCLESIA relacionado à igreja cristã no Novo Testamento:

        1° REUNIÃO – (I Co 11.18; 14.4,19,28,34) – Aqui não se refere a um lugar ou prédio, mas a um agrupamento de pessoas com o propósito de cultuar e ter comunhão.

        2° LOCAL – (At 8.1; 11.22,26; Rm 16.1 e plural em: I Co 11.16,22; I Ts 2.14 etc) – O uso mais numeroso de ECCLESIA é para uma congregação ou comunidade local de cristãos. A maioria das epistolas do NT são enviadas para igrejas locais (I Co 1.2; II Co 1.1; I Ts 1.1), como também as cartas às sete igrejas do Apocalipse 2-3.

        3° CRISTÃOS DE UMA REGIÃO – Ocasionalmente, ECCLESIA envolve a totalidade de cristãos numa área geográfica, por exemplo, “a igreja da Ásia” (I Co 16.19) ou “a igreja… [que] tinha paz por toda a Judéia, Galileia e Samaria” (At 9.31).

        4° O CORPO DE CRISTO (IGREJA LOCAL E IGREJA UNIVERSAL) – (Ef 1.22-23; 4.15-16; Cl 1.18,24; cf. I Co 12.12-27) – Neste sentido, a igreja UNIVERSAL é a única verdadeira igreja, incorporando todos os verdadeiros cristãos de todos os tempos e locais. Nesse nível, a Igreja é uma entidade espiritual e não possui forma.

        Esses quatro significados de ECCLESIA no NT já indicam que as duas concepções de igreja mais comuns hoje – denominação e prédio – são alheias aos conceitos neotestamentários. Infelizmente temos a tendência de desvirtuar o que os autores bíblicos estavam querendo comunicar.

        Enfim, a ideia de Igreja como uma denominação não existe no NT. Desta forma, quando o culto acaba, a ECCLESIA é desfeita!

        Deus não habita em templos feitos por mãos humanas (At 17.24).

        Portanto, a verdadeira IGREJA somos nós, isto é, todo aquele que é morada do Espírito Santo (I Co 6.19; Ap 3.20).

        Um grande Abraço,
        No amor de Deus,
        Douglas

        • Ele nunca vai ler. E se o fizer, não entenderá da maneira que deveria.

          Obstinação, só por curiosidade, também é pecado.

          De minha parte, apesar de não gostar de causar mal-estar em outros irmãos…Estou adorando ser chamada de agitadora e herege. *.*

          :*

          • Bem vinda ao time, maninha.

            Eu já tirei a carteirinha de “herege” faz tempo… válida até a volta de Cristo.

        • Cristão Ortodoxo disse:

          Irmão Douglas, é óbvio que igreja é o conjunto de pessoas, mas, é incoerente afirmar que no cristianismo primitivo não existia casa de orações. Naquela época a sinagoga judaica era um exemplo de casa de oração, e o apostolo Paulo frequentava assiduamente tais prédios. Inclusive o modelo de casa de oração que temos hoje nada mais é do que uma cópia das primitivas sinagogas judaicas. O surgimento de casas de orações formada por gentios se deu ainda no período apostólico, pois em algumas províncias os judeus não aceitavam que gentios frequentavam suas reuniões.

          Deus Abençoe.

          • henrique g. disse:

            Cristão Ortodoxo Queria complementar sua comentário, praticamente todos institutos que conhecemos hoje entre regras sociais vieram de Deus, especificamente 2000 mil anos atrás quando os pagãos entraram em contato com a cultura judaica a respeito de interagir com o seu próximo, por que até suas crianças eles ofereciam aos deuses, e se você for analisar em atos os encontros dos discípulos diz que eles sempre se reuniam no sábado sendo chamados os primeiros nazarenos.

          • Douglas Pereira da Silva disse:

            “é incoerente afirmar que no cristianismo primitivo não existia casa de orações”.

            Discordo caro cristão ortodoxo!

            O cristianismo primitivo foi extremamente perseguido; os cristãos reuniam-se clandestinamente em esconderijos, catacumbas, cavernas, prisões etc., pois não havia liberdade religiosa, como ainda não há em países do Oriente e do regime comunista!

            Não existia essas instituições e denominações como temos hoje, como ortodoxo que você é, deveria saber disso!

            Sugiro a leitura dos livros: “O cristianismo através dos séculos” de Earl E. Cairns e “As Catacumbas de Roma” de Benjamin Scott.

            De novo, repito: Igreja como sinônimo de denominação evangélica NÃO EXISTE!

            Um grande abraço,
            no amor de Deus,
            Douglas

          • Douglas Pereira da Silva disse:

            Outra questão…

            Em momento algum disse que a Igreja como instituição é desnecessária! – Leia minhas postagens, por favor!

            Todavia, seria muito bom se não houvesse templos! Estou de pleno acordo com o HP!

            É como disse – ontem mesmo – o meu professor de história eclesiástica:

            “A história comprova – infelizmente – que onde há dois ou três cristãos, quase sempre haverá duas ou três igrejas como denominação”.

            Um grande abraço,
            no amor de Deus,
            Douglas

          • Douglas.

            Eu a principio ri da citação do teu professor.
            Mas no segundo seguinte, a tristeza me tomou em constatar que isto é verdade…

            Deus te abençoe

          • Cristão Ortodoxo disse:

            Caro irmão Douglas, agradeço a indicação bibliográfica, mas meus estudos não está restrito apenas ao mundo romano, pois extra-muros de Roma havia cristãos que praticavam sua fé sem sofre a perseguição romana. Aliás dentro dos muros de Roma, no principio do cristianismo, a sinagogas judaicas não eram proibidas; e muitas delas serviram de casas de orações genuinamente cristãs. E foram os gregos(judeus helenistas) que através de suas sinagogas, serviram de precursores do evangelho da graça tanto no mundo romano como no bárbaro. Então partindo deste pressuposto histórico, não amparado em sua bibliografia, existia sim casas de oração desde o começo, inclusive, o modelo de casa de oração adotado pela maioria cristã é uma cópia quase fiel de uma sinagoga.

            Deus vos abençoe.

      • Pois é, Douglas, disse bem!
        De nada serve para Deus essa ida programada ao templo, realizar rigorosamente todos os rituais litúrgicos e saindo de lá, vir para as redes sociais CHEIO DE SI MESMO, exaltando-se!

        Érica, pois é, tem gente que se faz de tonta pra interpretar a seu modo o que lê.
        Dias atrás li numa rede social a seguinte frase:
        ‘Não vemos as coisas como elas são, mas como somos’.
        Entendeu? 😉
        Bjsss

    • Viche,

      Eleô, Eleô!!
      Essa doeu no estômago!

      Ainda bem que o Douglas já respondeu. Afinal, como eu já disse lá atrás, ele não gosta de bagunça. Dito e feito, maninho!

      .
      ah, maninha Érica. Eu tô contigo. Continue sendo Igreja que esse lance de “ir pra igreja” é furada. haha

      Abs a todos!

    • Márcio José Sérgio Ermida (Colecionador de Bíblias de Estudo CCB) disse:

      Irmão Elê…

      Que mistura essa, hein! Que salada! Falar coisas boas e coisas ruins… O senso crítico apurado pela leitura que foi desestimulada durante décadas, me faz discernir doutrinas humanas impostas como salvíficas, um exclusivismo tolo que não tem pé nem cabeça e nos afasta da comunhão com nossos irmãos em Cristo. Desde quando isso é falar coisas ruins da CCB?

      Deus me ensinou que quando erro tenho que assumir o que fiz, e me esforçar em consertar, sendo que espiritualmente só Ele mesmo pode fazer isso. Se eu continuar errando, sem querer assumir e sem querer me consertar, tornei-me soberbo, e me acho (dentro do meu erro que não me é mais estranho) melhor do que os outros. Creio que isso chama-se obstinação, o que fez Israel passar uma temporada meio alongada no deserto escaldante. Fez também Israel ir atrás de conversa mole de reis apóstatas e cultuar doutrinas e deuses estranhos…

      Nunca, jamais, estamos aqui apontando para “coisas ruins” da CCB. Aliás, a CCB passou décadas apontando os defeitos de outras denominações, e agora se sente perseguida, porque nossos irmãos cansados de serem criticados duramente descobriram os defeitos da CCB. O que pretendemos é: primeiro tirar a trave dos olhos da nossa denominação, para depois mostrar o cisco nos olhos dos outros. Aliás, sempre vai sobrar uma farpinha que seja na gente. Aí um sopra para o outro, no olho, e tira, e vamos nos ajudando, como Corpo de Cristo.

      Coisas boas e coisas runis existem em todo lugar. Não entra na minha cabeça dura que nossa igreja é perfeita e mais próxima das doutrinas apostólicas, e as outras estão erradas. Sempre questionei isso! Quando era novo, rsrs, me ensinavam (na CCB!) que era o diabo que operava nas outras denominações (falar línguas, milagres, etc) e Deus estava apenas na CCB. Nunca me conformei que pessoas que cultuavam o Senhor Jesus estivessem na verdade sendo guiadas pelo capeta. Ah! Ia esquecendo… eles sempre nos imitaram, no linguajar e nos hinos, também me ensinavam isso.

      Meu Deus, quanto tempo perdido ensinando coisas erradas, e nos afastando da comunhão! É compreensível que hoje ainda existam aqueles que defendem esses temas com unhas e dentes, visto a pressão psicológica ainda existente no nosso meio. Mas daí a confundir as coisas… dizer que só queremos agitar, ou só vemos o lado ruim da CCB, já é demais. Vejo irmãos e pastores de outras denominações debatendo, conversando e, pasmem, em nenhum momento é citado que um só vê o lado ruim da denominação do outro. Ou sequer citam a CCB. Quando alguém fala da CCB, é por causa do vento semeado durante décadas, agora colhe-se tempestade.

      Em um debate (na RIT TV) uma pastora (caaarambaaa aí…) disse que sua denominação (um ramo rígido da AD) mudou há pouco tempo sua postura em relação a estudo bíblico, usos e costumes, etc. Achei fascinante isso, porque em termos denominacionais percebo que ainda dá tempo de mudar, o Senhor Se agrada.

      O que não se pode é justificar o injustificável! Ainda mais numa igreja que não tem estudo bíblico (nem que seja apenas leitura de bíblias de estudo e obras de referência)!

      Irmão, como já disse num outro “textão” que não consegui postar… amo você, todos meus irmãos aqui, e tenho certeza que a gente vai se esbarrar lá encima, ou aqui mesmo no milênio. Consegui uma vez provar desse imenso amor constrangedor no meu coração, posto pelo ES, quando congreguei numa igreja que o pessoal da minha cidade ajudou a erguer no norte de Minas, e no final do culto osculei e amplexei (gostou, Regina? Nem sei se esse verbo existe, rsrs) TODOS os irmãos daquela congregação, acho que foi um dos dias mais felizes da minha vida.

      Deus abençoe a todos. Ósculos e amplexos santos a todos vocês!

      Márcio – IP, digo AD, digo IB, digo, IM, digo, CCB, ops! Ovelha na Igreja de Cristo

      • Então, Márcio…
        Gostei, sim! Aprecio neologismos vindos de pessoas assim criativas e inteligentes rss
        Aliás, gosto de ler tudo que vc escreve. Mais que isso: aprendo!
        Valeu d+ 🙂

  27. Evangelista Cristão

    Douglas, voce e outros(as) contradizem-se.

    Tem momentos que zombam da CCB porque não fazemos teologia, estudos biblicos.

    Agora vem dizer que para cultuar a Deus e Cristo, não precisamos pertencer a alguma denominação.

    Já pensou se não existissem lugares próprios para ajuntar-nos ? (templos).

    Cada um na sua casa, fechado num quarto cantando, orando e, durante o ano pegando o cálice e o pão e colocando na própria boca a Santa céia….rs..rs…

    Deixem de ser criativos e, entendam que é obrigado ter o templo, onde o povo venha reunir-se, orar juntos, cantar juntos, estar em comunhão juntos, buscar a Deus juntos e participar da Santa cëia juntos, tocar instr. de louvores juntos….rs….rs…

    Afirmar que o povo no passado reuniam somente nas casas !!!!!!!!!

    Em vários pontos da biblia fala dos templos, inclusive o templo que Salomão fez. Para quem era o templo de Salomão ?

    Porque Paulo e outros instruiam tanto sobre ordem de culto, maneira certa de servir a Santa Céia, etc se cada um cultuava em sua casa ?

    Vamos parar de postar TOLÍCES……rs…rs……

    Existem aprox. 600 denominações no Brasil, isso significa que o povo sempre necessitou de um templo seja ele pequenino ou grande, para juntos cultuar a Deus !! rs….rs…

    Hoje aparece o Douglas e a Érica e sentem-se poderosos em cultuar a Deus somente em casa……..rs….rs….rs….rs….rs…..rs….rs….rs. ….rs….rs..

    Evangelista Cristão rindo muuuuuito……….

    • Quão bom seria se não houvesse templos!

      Haveria povo unido. Não unido por uma hora e meia, que ao saudar na saída, nem sabem o nome do irmão que sentou do lado.

      Haveria homens e mulheres que confessariam seus pecados uns aos outros e SARARIAM! Enquanto isto, ficam sepulcros caiados, desfilando ternos e vestidos, penteados, perfumes e sapatos lustrosos, enquanto vivem o perrengue de seus pecados, invejando, maldizendo, julgando, condenando, mentindo. Quantos são os homens (idosos, adultos e jovens) viciados em pornografia que vivem se apresentando como santarrões? Quantos são os homens e mulheres que não percebem o vício da bebida que os tomou e vivem de aparências nos templos?

      O Templo de Salomão Jesus profetizou que não restaria pedra sobre pedra. Cristo disse que o Templo e Morada do Espírito Santo é o coração de todo aquele que crê.

      Ser Igreja é cultuar Cristo junto com os irmãos, de maneira que um tenha salmo, outro doutrina, outro revelação, outro língua, outro interpretação. Sendo tudo para edificação.

      Cultuar a Deus como Cristo (O Deus-Filho) fazia. Nas ruas, nas estradas, nas montanhas, na praia do mar, dentro dos barquinhos, nas entradas das cidades.

      Enquanto os fariseus cultuavam no Templo, o DEUS-FILHO mostrava como era cultuar NA VIDA.

      Jesus cultuava jantando na casa do publicano, recebendo a prostituta lançada aos seus pés, partindo o pão sentado na relva…

      Só que os fariseus acham que é só no Templo… e assim torcem e distorcem o que Paulo ensinou… Afinal, Paulo foi igualzinho Jesus. Cultuava no Areópago, na entrada da cidade, na casa dos irmãos, dentro do barco prisioneiro, no naufrágio, catando cavaco pra colocar no fogo, sentado ao redor da fogueira, e por fim nas prisões. Paulo cultuava junto com os irmãos a Cristo. Cantava quando preso, exortava navegando, pregava nas praças, sinagogas, templos gregos, areópagos, teatros…

      Enfim…

      Não é o muito falar que vai mudar o pensamento do nosso irmão mais velho, rabugento e turrão…

      • Pois é, HP…

        Sem esquecer de falar que os principais sintomas da esquizofrenia são delírios, alucinações e perda de contato com a realidade.

        E quando se trata de esquizofrenia religiosa das brabas, então…

        Aí, meu irmão, é que não funciona psicoterapia. Nem o auxílio luxuoso da farmacologia.

        ‘Só a Graça!’ – diria, sabiamente, e a todo instante, uma empregada da casa de minha mãe.

      • Cristão Ortodoxo disse:

        Irmão HP, os fariseus não eram frequentadores assíduos ao templo. Eles concentravam sua reuniões nas sinagogas, pois acreditavam que o templo não era tão sagrado assim como pregavam os saduceus. Já o Apóstolo Paulo era frequentador assíduo das sinagogas judaicas, pois durante suas viagens missionárias em cada província que ele chagava, primeiro visitava as sinagogas judaicas e depois anunciava o evangelho aos gentios. Por isso é que nosso modelo de casa de oração e uma cópia fiel de uma sinagoga judaica. Paulo ensinou mais em sinagogas do que mesmo ao ar livre. Paulo na maioria das vezes foi bem recebido por colonias judaicas de tendencias helenistas(judeus de língua grega) do que mesmo pelos gentios. É claro que em algumas províncias ele foi açoitado pelos judeus que não o receberam de boa fé, isso demonstra que ele debatiam com eles em sua reuniões. Pesquisando as raízes do cristianismo primitivo, percebemos que as sinagogas judaicas de tendencias helenistas foram a maiores propagadoras do evangelho da graça pelos recônditos do mundo, pois estes judeus não se apegavam tanto aos rigores do judaísmo.

        Deus vos abençoe.

        • Amado,

          Mesmo que eu tenha citado Paulo, meu comentário foi a respeito de como Cristo cultuava.

          Templo, sinagoga, Central de Pirassununga, Portão de Curitiba, Catedral Presbiteriana, Templo de Salomão da Universal ou Basilica de Aparecida dão no mesmo.

          Não compreenderam como o homem deveria se relacionar com Deus. Dai contruiram um lugar e tornaram o mesmo “sagrado”, “Tua casa, ó Senhor” e por aí vai.

          E Jesus celebrava culto contínuo na vida. Sempre acompanhado, rodeado de gente que os crentes de hoje em dia tem “asco”…

          abracos.

    • Lendo esse post do Amado, lembro de uma colega (não crente), ela dizia pra mim que a “igreja” não passa de um lugar para sair, nada mais.

      Durante muito tempo relutei contra esse argumento, mas depois de refletir bastante, percebo que tem algum fundo de razão nas palavras dela.

      Não sei, no meu ponto de vista, servir a Deus deveria ser incondicional.

      Para alguns é necessário a orquestra, o domingo à noite, a roupa social e outras muletas e amuletos, sem essas coisas parece que Deus fica meio sem graça.

      Seria como colocar Deus no tempo, lugar e espaço para ser compreensível aos nossos sentidos.

      Tento corrigir esse vício em mim tb Eletotério, nesse ponto acho que somos um pouco parecidos, não sei se pra isso tem cura.

      Minha amiga está certa.

      Claudio (CCB, min Brás, por enquanto)

  28. Evangelista Cristão

    De acordo postagens percebo que um ou dois somente frequentam alguma denominação.

    Os demais ficam na arquibancada zombando daqueles que se expõem no campo da evangelização.

    Criticam os ministros das igrejas, erros nos ensinamentos, etc, etc…..

    Hoje vejo postado o INCENTIVO a cultuar a Deus sozinho(a). hp para Erica…..

    Fazem uma salada espiritual com trechos da biblia onde afirma que nos somos a Igreja e nosso corpo é o templo do E. Santo.

    Afirmo que somos a Igreja,mas, afirmo que temos obrigação de estarmos cultuando a Deus e a Cristo em algum templo unidos ao corpo de Cristo, que é a igreja, que somos nos.

    Sozinhos em casa e ou na NET julgando os erros dos evangelistas e daqueles que ministram a Palavra é fácil. ..rs…rs

    O negócio é rir e rir muuuuuito…..kkkkkkkkkkkk

    Evangelista Cristão

    • Meu Deus. O.o

      Quanto mais eu oro, mais o Eleotério embola tudo… Não costumo me explicar quando acho que não me convém…Mas já que enfiou o Henrique no meio… vou falar: congrego numa “denominação”, sim. Se o senhor lesse com atenção, carinho e amor o que escrevo, teria entendido que nunca disse que não “frequentava” uma denominação, disse que não frequento, assiduamente à Congregação por motivos óbvios. O que não faço, não farei e nem pretendo é fazer apologia à nenhuma denominação – nunca disse que não me reunia. Fui bem clara ao dizer que a denominação também não me “possuía” – ficar defendendo colunas humanas (sem desmerecer o trabalho de nenhuma PESSOA) e ganho o que com isso? Reputação? Visibilidade diante dos homens? Bônus no céu? Creio que não. Então, a mim compete falar de Jesus Cristo e da Igreja. O que passar disso, em meus posts, deve estar vindo de um hacker.

      Repito, se vejo algo errado lá, tenho LIBERDADE de me manifestar, e recebo resposta dos que considero autoridades espirituais, que não estão distantes, numa matriz, no Brás (espeto mesmo. u.u’). Por ter a consciência tranquila a este respeito, não me importo de postar aqui, de dizer ao vivo e a cores… Então, por gentileza, antes de intolerar partes do que argumento, respondo, escrevo, sei lá, isoladamente (oh, espere, não é isso que se faz hoje com as escrituras sagradas? Se fazem com a escritura, fazer com a palavra de uma mera ovelhinha é nada…) trate de ler o texto inteiro e interpretar próximo da realidade.

      *.*

      Ainda curto o herege, HP! aheuahe, quero minha carteirinha NOW!

      Abraços!

  29. Finalmente, vou comentar o pequeno artigo que causou tantos debates, alguns pertinentes, outros impertinentes, mas que colaboram com nosso crescimento – assim eu creio.
    ———————————————————————–
    02 – ERROS DE DOUTRINA: PREGAR QUE ADULTÉRIO NÃO É PECADO DE MORTE * (1984)

    – Quem pregou que adultério [e fornicação] não é pecado de morte* deve se retratar perante a irmandade e desfazer o que disse. (…)

    – Servo que pregou erros de doutrina deverá receber a correção dada pelos outros servos e desfazer seu erro perante a irmandade em outro culto.

    * Pecado de morte é o pecado imperdoável. A CCB entende que o adultério e a fornicação são (digo é porque compreendem ser o mesmo pecado, muda apenas o estado civil do pecador) o tal pecado e, portanto, daquele que o comete dizem: “Não há salvação para ele em Deus” (Salmo 3:2).

    —————————————————

    O que a denominação diz, por meio do ilustre representante: “Sendo assim o adultério é coisa prejudicial para o ser humano. Baseado nas consequências da fornicação é que a CCB e muitas outras denominações pregam contra tal transgressão.”

    O que a bíblia diz: “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus”. Gálatas 5:19-21

    Uma vez, me disseram exatamente isso – que o adultério trazia mais “problemas” (leia-se consequências) para as famílias do que os outros pecados, como a agiotagem, estelionato, pirataria, furto, mentira, glutonaria, levantar falso testemunho, inveja, ira (by Vitor, em outra postagem). Olha, é tanta falácia, fábulas e erros de interpretação que fico surpresa. Creio que estou no momento, com o espírito do Irmão Elê, aquele que acha que é o mais correto e não entende como as pessoas nascidas de novo conseguem se embananar com este tipo de situação.

    Consequência de pecados são diferentes e eu creio não quer dizer que o pecado deve ser tratado diferente – todo erro/falta e outros eufemismos para se referir a eles não tira a necessidade de arrependimento do cristão. Lidar com as consequências, que Deus tenha misericórdia, é uma situação que o pecador arrependido vai ter que lidar, e INDEPENDENTE DO PECADO vai trazer consequência à pessoa, à família, algumas vezes aos irmãos que congregam, e talvez, diretamente, afetará o presbitério.

    O que eu quero dizer é que não tem o mais pecado e o menos pecado, e julgá-los pelas consequências que trazem é uma forma, indireta, sutil e eufêmica de catalogar e julgá-los – pela justiça humana. Mas a justiça de Deus é diferente. É medida pela Graça, um favor imerecido. E a graça, aos nossos olhos muitas vezes, é injusta e nós não queremos ser “injustos”. Desculpem-me, eu acho que nós somos. É ignorância pensar que não – ou então, estamos sutilmente vivendo nos tempos do Velho Testamento, onde havia uma oferta específica para cada tipo de pecado, ou uma penalidade, e aí, para os que são fissurados apenas no Novo Testamento (quando os convém) não estamos mais vivendo na Graça em sua totalidade. Vamos tolhendo para, talvez, não tenho certeza do que se passa na cabeça de um líder espiritual, impor limites à irmandade, ou medo… Tratar as consequência do pecado não é tratar o pecado – se está tratando as consequências é porque o pecador já se arrependeu, do contrário, não se estaria cuidando do mesmo. Mas tratar do pecado, cirurgicamente e com amor, de maneira limpa, e para todo pecado, não apenas o adultério ou fornicação.

    Minha opinião, né.

    Sobre o erro de doutrina… Oh, Deus. E pensar que as pessoas não tem vergonha de assinar algo assim. Eu vi um caso parecido num informativo da minha congregação… Tipo, dá vontade de ser ignorante…rsrsrs

    O irmão Márcio deu uma aula. Se não se presta atenção, perde-se muita coisa.

  30. OBSTINAÇÃO! Essa é a palavra que resume os últimos comentários desse debate, e isso, nos dois polos.

    Aqui está um polo: “esse lance de “ir pra igreja” é furada.”

    E aqui está o outro polo: “Agora vem dizer que para cultuar a Deus e Cristo, não precisamos pertencer a alguma denominação.”

    Vejam a que ponto se chega quando a obstinação suplanta a razão!

    Que razão há em afirmar que “ir para a igreja” (no contexto, lugar específico para culto) é furada? Seria uma exortação para não mais se ir a uma delas? Em quantas “furadas” Paulo entrou? Ou, onde está escrito algo que insinue que o culto em um local específico é um ato desprezível ou sem valor (uma “furada”)?

    Destarte, que razão há em afirmar que não se pode cultuar a Deus e a Cristo fora de uma denominação (uma “igreja”)? Acaso Davi quando esteve nas cavernas, entre os montes não fazia adorações a Deus? E que dizer dos cristãos romanos que cultuavam nas catacumbas?

    Não é preciso ir longe, não é? Para defender seu ponto de vista, alguns cometem irracionalidades gritantes. Daí quando se diz que ALGUMAS coisas escritas aqui são “melecadas irracionais”, esperneiam.

    Já ouviram falar em “queixo duro”? (risos)

    É claro que os verdadeiros adoradores O adoram em espírito, mas essa afirmação de Jesus não está excluindo a adoração genuína nem no templo nem no monte. O que ele está ensinando é que o templo ou o monte NÃO SÃO imprescindíveis. Não está escrito mas está dito! O fato de se estar em um templo, não torna a adoração genuína ou falsa. Isso depende, como disse o Mestre, do espírito (do coração, da alma, da sinceridade) do adorador.

    Lima

    • estimase que aos 33 anos jesus ao momento que morreu!o veu do templo se rasgou . preciso jesus destruir o templo inteiro? para resucitar no terceiro dia edificando o novo templo não feito por mãos do homen! o templo durou mais 33 anos apos isso foi destruido pela uma invasão romana. simbolicamente não presisa deus destruir o homen para se converter a deus, mas o senhor so rasga o veu de sua iguinorancia e revela a graça, e o velho homen desparece, e aparece o novo ser em cristo. 33 anos tempo simbolico. tempo servindo ao senhor em novidade de vida. facil pra deus destruir o templo ele so rasgou o sacerdocio das mãos da casa de levi que era governada em uma cadeira a de moises e passou a jesus na destra do trono de deus eterno verdadeiro no ceu. agora se voce tem a foto do seu rei numa cadeira. saiba que o verdadeiro ta no ceu. por que a lei era so um modelo do verdadeiro que cumpriu em jesus o verdadeiro mediador. a casa de deus chama grassa e ja foi edificada a mais de 2000 anos atras.

      • uma profecia que não tem como mudar. aqueles que confia no senhor serão como o monte de sião que não se abala mais permanesse pra sempre. visto que o trono de deus e no monte de sião, jesus recebeu um reino que não pode ser abalado, mas na terra dis que noss ultimos dias os monte oscilaria igual homem bebado. por mais alto que um rei da terra coloca uma cadeira seu reino vai ser abalado. e blibico. ate por que terremotos, acontece devido a crostra terrestre e dividido por 12 camadas moveis, uma divisão passa na california da pra ver do satelite, ja no japão tem 4 divisoes, um imprerio potente fundamentado na economia mundial, mas que E ABALADO 24 HORAS. mas aqueles que confia no senhor são cidadão dos ceus. ainda que os montes se mudem de lugar, ja sei de onde vem o socorro!

    • Lima,

      Para aqueles que foram ensinados a se relacionarem com Deus dentro de um templo, o discurso de Jesus com a samaritana no poço passa despercebido para não dizer incompreendido.

      Os judeus adoravam no templo. Já os samaritanos no monte.

      A religiosidade cega as pessoas a ponto da samaritana demorar para compreender que Aquele que lhe falava era o Cristo. Cega a tal ponto das tais não compreenderem o que é adorar a Deus em espírito e verdade, adorando a Deus em suas VIDAS.

      Daí vemos muitos que condicionam o servir a Deus apenas as poucas horas que passam dentro dos templos. Lá fica sendo um lugar sagrado, como se Deus não pudesse se manifestar em nenhum outro lugar e em nenhuma outra hora.

      Os tais, que assim são formatados, têm na VIDA pouco louvor, gratidão, oração, Palavra. Seus relacionamentos com Deus são realizados dentro de quatro paredes e através de um homem, chamado de pastor, ancião, cooperador, bispo, ou o que quer que seja.

      Na esperança de fazer tais religiosos compreenderem, se faz necessário mostrar Cristo. E Cristo está no polo oposto aos religiosos.

      Você compreendeu perfeitamente o que eu expus nos comentários, além de saber que eu frequento cultos regularmente (afinal somos conhecidos de verões passados aqui mesmo neste blog). Mas arvorado da intelectualidade e superioridade que te são notórias, você apenas trocou seis por meia dúzia sobre o que eu havia dito.

      Todavia ficarei contente (e louvarei a Deus) se alguns religiosos lerem teu comentário e assim compreenderem que HÁ VIDA fora das quatro paredes do templo.

      E pelos exemplos citados nos Evangelhos sobre Cristo, HÁ MUITA VIDA fora das quatro paredes, visto que foi FORA que Cristo mais pregou (sermão da montanha todinho), mais maravilhas fez (leprosos, cegos, paralíticos, endemoniados) e mais ajuntou as ovelhas perdidas da casa de Seu Pai (prostitutas, publicanos, estrangeiros, prosélitos etc).

      Um abraço Nele que sopra Seu Espírito aonde e como quer,

      HP

      • Sim, já nos conhecemos razoavelmente. Entretanto, quis mostrar a que ponto se chega quando a obstinação se agiganta. A obstinação quando não cega, embaça a visão e a razão se perde. Quem, serenamente, pode afirmar que “ir para a igreja é uma furada”?

        Pense nisso! Pense nas consequências disso!

        Lima

        • Quando a obstinação vira obsessão, cega e embaça a visão indeed!

          Faz com que a razão se perca e torne-se inútil qualquer debate, pois o mesmo torna-se pessoal, trocando alhos por bugalhos, como é notória na obstinação em “chover no molhado”, repetindo o já dito, neste último comentário, transvestindo-o de forma capciosa.

          Almejo, portanto, que esta conversa esteja encerrada.

      • henrique g. disse:

        É com certeza vc ta certo, mas só que se esqueceu de um pequeno detalhe nessa parte ele não está ensinando aonde adorar mas como adorar, por que dos judeus vem a salvação eles sabem como adorar a Deus, sendo que Deus não é trindade nem jesus é uma manifestação de Deus na terra, Jesus é o princípio da criação assim como se encontra em apocalipse!! esses dogmas vem da ICAR, não só dela mas principalmente dela!!!

    • ‘É claro que os verdadeiros adoradores O adoram em espírito, mas essa afirmação de Jesus não está excluindo a adoração genuína nem no templo nem no monte. O que ele está ensinando é que o templo ou o monte NÃO SÃO imprescindíveis. Não está escrito mas está dito! O fato de se estar em um templo, não torna a adoração genuína ou falsa. Isso depende, como disse o Mestre, do espírito (do coração, da alma, da sinceridade) do adorador’.

      O mais curioso e estranho é perguntar antes se já ouvimos falar em ‘queixo duro’. E ri, irônico.

      Penso que, inconscientemente, ri de si mesmo, pois é ÓBVIO que a afirmação de Jesus está EXCLUINDO a adoração nos templos e nos montes. É só prestar atenção no contexto. (Olha aí o velho contexto…)

      A mulher, coitada, confusa, queria entender afinal, onde era que se fazia a verdadeira adoração, se em Jerusalém como o faziam os judaizantes, ou no templo que foi permitido aos samaritanos construir no monte.

      Então, Jesus lhe diz, CLARAMENTE:

      – Vem a hora e já chegou (Jesus falava DELE mesmo!) em que OS VERDADEIROS ADORADORES adorarão em espírito e em verdade;

      Verdadeiros adoradores adoram em espírito e em verdade. Ponto!

      Ora, minha gente: ‘Em verdade’, foi Pilatos quem não entendeu estando de frente pra Ele. E hoje são os religiosos que ainda não entenderam que Jesus é o caminho, a verdade e a vida.

      E Jesus arremata:

      – Porque são estes que o pai procura para seus adoradores.

      E, para ficar ainda mais claro e não restar nenhuma dúvida, Jesus conclui RATIFICANDO:

      – Deus é espírito e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade.

      Em espírito e em verdade vai ser SEMPRE no chão da existência e JAMAIS em lugares. Não confundamos! Nós nos reunimos em lugares que convencionou-se chamar de ‘igreja’, porque NECESSITAMOS (NÓS NECESSITAMOS, E NÃO, DEUS) de ajuntamento para NOS fortalecermos uns aos outros. (E não para obedecer a uma cartilha com suas regras e evangelismo programado).

      Assim, os locais e seus rituais não apenas são PREScindíveis, como INÚTEIS por si só (eu disse ‘por si só’, favor não distorcer minhas palavras!), já que, A PARTIR DE JESUS, a adoração é NO SER.

      E, dentro daquele contexto do capítulo 4 da narrativa de João, Jesus não apenas está ANULANDO essa antiga prática. Ele está REVELANDO A NOVA E ETERNA ALIANÇA àquela mulher discriminada que viria a ser A PRIMEIRA PESSOA a transmitir as Boas Novas às pessoas daquela localidade (v.39).Tendo bebido da taça de água viva ela foi correndo dar a boa notícia às mesmas pessoas que a desprezavam. E, isso, diga-se de passagem, dentro de um contexto (olha o contexto aí de novo!) onde jamais um rabino se dirigia em público a uma mulher, muito menos imoral e ‘pecadora’ como aquela, que evitava encontrar-se com as mulheres respeitáveis da comunidade. (Os samaritanos eram desprezados pelos judeus que há tempos os rejeitavam por terem se casado com estrangeiros).

      E a maravilha é que Ele rompe com todos os dogmas e se revela a uma MULHER, fora do monte e do templo, e justamente nos arredores de uma comunidade onde jamais se imaginaria que Ele ali estivesse!

      Portanto, Ele não está ‘apenas’ ensinando que o templo e o monte não são imprescindíveis. Ele NÃO está ensinando NADA disso. Essa afirmação é perigosa porque ANULA as próprias palavras de Jesus. Isso sim, é reduzir a Palavra conforme a conveniência de um doutrinamento religioso. Além de anular o que disse Jesus NESSE CONTEXTO, anula Seu próprio Sacrifício.

      • É claro que os verdadeiros adoradores O adoram em espírito, mas essa afirmação de Jesus não está excluindo a adoração genuína nem no templo nem no monte. O que ele está ensinando é que o templo ou o monte NÃO SÃO imprescindíveis. Não está escrito mas está dito! O fato de se estar em um templo, não torna a adoração genuína ou falsa. Isso depende, como disse o Mestre, do espírito (do coração, da alma, da sinceridade) do adorador.

        Resumindo: Lugares não são imprescindíveis. O lugar não valida nem invalida a adoração. A validação vem do espírito e da verdade.

        O que foi escrito fora desse resumo não me diz respeito. É suposição e acréscimo costumeiros de uma personalidade bem conhecida.

        Lima

  31. Eu não vi uma pessoa aqui dizendo que “não vai” à uma denominação, reunir-se no que convencionou-se chamar de ‘igreja’ segundo uma tradição de muitas centenas de ano.

    A questão é NÃO DEPENDER da estrutura denominacional para tal situação – ou seja, é o ser cristão. Não é uma mudança a ser vista algumas horas por dia, dentro de uma construção com este intuito de cultuar a Deus. Em minha opinião, quem espera o horário da reunião para cultuar a Deus está errado. Minha vida, da hora em que acordo até a hora do meu descanso (pelo qual Deus vela) DEVE ser o culto.

    Quando chego em algum dia da semana para cultuar junto com os irmãos, eu quem tenho que levar algo para Deus – minha gratidão, meu louvor…porque a vida já é dEle. E eu acho que isso é um alimento sólido. Crianças espirituais não vão entender, mesmo.

    Abraços.

    Erica

  32. Só pra ajuntar ao meu post:

    [img]https://fbcdn-sphotos-f-a.akamaihd.net/hphotos-ak-ash3/t1/q71/1622050_513989318717407_1404778006_n.jpg[/img]

    Infelizmente, eu acho que não tem como colocar como imagem!

  33. Cristão Ortodoxo disse:

    É amados, é fácil ludibriar os néscios. A falta de conhecimento faz do homem escravo do próprio homem. Alguns defendem que não tem necessidade dos templos; outros defendem a necessidade de te-los para reunirmos em um só intento. É verdade que a maioria das instituições religiosas utilizam seus templos para promover a alienação da massa. Mas a culpa não são dos edifícios religiosos, sim dos próprios homens. A mesma capacidade que temos de promover a alienação em massa dentro das quatros paredes de um templo, percebemos a força que temos nestes recintos em converter muitas almas ao evangelho da graça. O templos são necessários, e nada mais é do que um recinto de adoração coletiva a Deus. Muitos podem dizer: AH! temos as praças, as ruas, as avenidas; mas estas nos dias de hoje não colaboram tanto como nos dias apostólicos. As pessoas querem um lugar com espaço e segurança, e os templos são estruturas físicas que trazem conforto. Sem falar que não existem restrições bíblicas quanto ao uso dos templos para adoração.

    Deus vos abençoe.

    • Ortodoxo.

      Assim é que se fala.

      Poxa vida irmão, ao contrário de uns tempos atrás, tô começando a gostar de você.

      A paz.

      Claudio (ovelha, CCB, min Brás, por enquanto)

  34. Sim o que contamina as denominaçao e o propio homem.nada contra denominaçoes , mas muitos distorce a blibia a seu bel plaser e em exataçao da placa. uma coisa e outra ta na net, outra em muitos coraçao, vai da forma de cada um que ve e pensa e analisa e retem, apremdi muitas coisas de Deus, sobre seu carater e de jesus, aprendi de Deus que todas denominaçao esta contaminada, ja desde a epoca dos apostolos, nicolaitas (aqueles que exerce o poder sobre a igreja) judeus da sinagogas satanas ( maçons,carbalistas,hermeticos,olcutistas), doutrina de balao ( grupos de ministros que horra uns aos outros ,neopotismo, que nao entra nen deixa entrar os que ta entrando nos ceu). doutrina de jasebel( quer por o povo debaixo dum zimblo, nome dessa arvore siguinifiava amarrado, quer diser sem os dons,. essas qualidades negativas acompanham muitos ministros atuais , fantoches da placa de sua instituiçao, (Marquet eilo aqui e eilo ali) aonde a mortes, estrupos,acedios,injuria,calunia, assacinatos, roubos, falcidade ideologica, mentiras,falsos tedtemunhos aonde jasem corpos dos zumbis denomicional, onde fasem um montao para o lider escalar e colocar a placa lencima, e quer levar o nome de verdadeiro caminho, mas o caminho verdadeiro e servir a deus e a jesus em verdade e espirito.que o espirito tenha liberdade mesmo para ensinar o povo aonde estiver 24 horas, quem tem ouvido ouça que o espirito diz as igrejas.nem so de pao vive o homem, mais de toda palavra que sai da boca de deus, e o que contamina o homem e o que sai do coraçao de outro homem na carne e inchado na alma, e querendo por limite ,controlar e insinar como o espirito santo agir.

  35. Evangelista Cristão

    Eu e minha família aproximamos 200 Cristãos.

    Confesso que necessitamos estar na Igreja cultuando a Deus e a Cristo.

    Unidos ao corpo de Cristo como Paulo disse; A mão precisa da perna e ou do pé, etc.

    O salmista escreveu; Alegrei-me quando me disseram; Vamos a Casa do Senhor…..
    Até a andorinha encontrou ninho para sua prole….rsss

    Cristo ao instituir a S. Ceia determinou; Comei isso é o Meu Corpo que é dado por vos. Bebei este é o Cálice do Novo Testamento no Meu Sangue que é derramado por vos.
    Fazei isto em memoria de mim.

    Sendo uma irmandade com 400, 600, 1000, 2000, Cristãos, moradores de um determinado bairro, precisam de um templo, onde reunidos participam juntos da Santa Ceia.

    Será impossível realizar a S. Ceia em casa e ou na praça e ou na Rua e ou num campo, afirmar isso é assinar um atestado de tolo(a)……rsss

    Em salmos 148 e, outros capítulos, determina louvar a Deus com instrumentos musicais, já pensou os Cristãos andando pela rua tocando e cantando ? rsss

    Primeiro o meio ambiente levaria todos para cadeia, pelo motivo da poluição sonora, sem falar no escândalo…rsss

    Outra coisa interessante é que no novo testamento tem os capítulos para ordenações de bispos, presbíteros e diáconos. Porque será que existem estes ministérios se não precisamos ter igreja para alguém ministrar a Palavra,etc ? rsss

    Se eu for enumerar pontos da biblia que provam a obrigatoriedade de um templo para o povo reunir-se, teria que postar linhas e mais linhas !

    Baseado nestes pontos e, muitos outros que não descrevi, eu afirmo;

    Ë imprescindível ter um local apropriado para o corpo de Cristo unir-se e, juntos cultuar a Deus e a Cristo.

    Também afirmo que eventualmente (entre poucas pessoas)poderemos cultuar a Deus e a Cristo em casa e ou no campo, etc. Nosso culto é aceito em qualquer lugar. Lembrando que para cumprirmos toda liturgia do novo testamento é necessário um local amplo, (templo)para reunirmos…….

    Evangelista Cristão postando com lógica e baseado na biblia…..

    • Vou postar um comentário que encontrei de um jovem na internet, aonde discutíamos com calvinistas a respeito de “SER IGREJA”:

      “Irmãos, eu sou só um moleque de mochila se aventurando pelo Brasil, pelos guetos. eu não tenho títulos e sempre me recusei a adquiri-los e portanto vocês lêem por conta e risco o que estou escrevendo.

      sei que homem e mulher tem funções diferentes sim segundo a Bíblia, mas não é tão simples como pretendem muitos teólogos, ao menos no que tange a comunidade cristã. Jesus disse que o maior entre nós seja como o menor, e que nós não deveríamos querer nem mesmo ser chamados de mestres ou líderes. No Reino de Deus, não interessa quem tenha títulos diante dos homens, mas sim quem a outros conduz ao caminho da cruz (Daniel 12.3).

      muitos fatores históricos e alguns poucos bíblicos resultaram na estrutura eclesiástica que conhecemos hoje, lembrando que existem também denominações onde as congregações possuem declaração de fé própria (o que, particularmente, acredito ser mais sensato em nome da unidade maior evangélica). em minhas andanças independentes por lugares onde a igreja se recusa a ir, encontro pessoas sem esperança como eu fui um dia. Sabe, nessas horas a teologia não ajuda. Nessas horas peço a Deus que um olhar meu transmita Jesus. um abraço. mesmo meu silêncio. o amor que transforma vidas se mostra de formas tão diferentes… como disse Antoine de Saint Exupery, as palavras muitas vezes são uma fonte de desentendimentos.

      não estou dizendo que seja um cristão exemplar, há muito “irmão” que meneia a cabeça pra mim imaginando as piores coisas quando me vê entrando em bares, conversando à vontade com dependentes e traficantes de entorpecentes, médiuns de rua, abraçando travestis – que se sentem perplexos pelo contato masculino sexualmente desinteressado, gastando FGTS em caixas de Bíblias pra presentear presidiários acusados dos crimes mais bárbaros, passando longos períodos em estradas de terra sob ventania, a pé, de roupa branca, restaurando congregações (muitas presbiterianas, aliás), envolvido em projetos sociais, arrecadando alimentos e brinquedos pra crianças carentes, parando na rua quando vejo violência e discussão pra conciliar, tantas coisas que Deus tem me movido a fazer sozinho, com meus próprios recursos, onde ninguém vê, se vê ignora, justifica com a soberania de Deus e não vai. muita gente dita cristã já me apedrejou e vai continuar, só mudam as caras. talvez por estar sentada confortavelmente em casa jamais olhando alguém com afeição natural.

      outro dia, Deus abriu uma porta pra mim e pude conviver com povos indígenas numa reserva pataxó. ali fiz amizade com dois adolescentes, o Xohã e o Makaiaba – pintados e seminus, é claro – que me trataram muito bem. logo eu, um moleque de 20 anos que não tinha nada a oferecer a eles! percebi por iluminação divina que não poderia na aldeia fazer uso da razão pra falar do amor de Deus (Niamissum, “Criador” em paccohan) como Pai, através da pessoa de Cristo (Anderú, “Filho de Deus” em paccohan). ali, mais do que em qualquer outro lugar, todo o meu conhecimento teológico (de coisas idiotas como infra/supralapsarianismo) foi por água abaixo. e eu percebi que mais ações e menos palavras é que fariam a diferença. nas conversas com Xohã e Makaiaba nesse tempo, pude compartilhar algumas noções de graça, orar por eles (algo que eles receberam de muito bom grado), e colaborar em atividades do dia-a-dia indígena, sendo visto assim de forma familiar também pela comunidade (que na esmagadora maioria não falava nada de português). o carinho com que os pataxós me trataram me ensinou bem mais do que eu a eles. poderia contar infinitas histórias de lá aqui, e de travestis que me reencontram nas estradas tendo deixado seus companheiros há anos e recebido a Cristo como Senhor (muitas vezes por um simples abraço que lhes dei dentro de suas casas e material cristão que deixei), de garotos que saem dos presídios convertidos por causa da semente de graça que Deus em sua misericórdia me permite lançar, tantas coisas vão acontecendo pelo meu caminho que poderia falar mas acho que basta o que está aí.

      e aqui chego onde quero: sou um simples moleque que ama Jesus, não tem dinheiro e conta com a provisão de Deus (sem JAMAIS pedir dinheiro a nenhuma instituição ou representante) pra ir pelo seu país sempre. não tenho idéia de quantas vidas receberam um relance do amor de Deus, da nova oportunidade através de mim nesses poucos anos de cristão que tenho. que diferença faria se em meu lugar fosse uma mulher? se tivesse ou não títulos? vale mais olhar as nuvens ou sair semeando? é tempo de agirmos com sabedoria. quem não está ajuntando com Cristo, só vai espalhando.

      enquanto Augustus Nicodemus e outros figurões quebram o pau em Conferencias Fiel que só ensinam mais baboseira teológica ou corporativa aos líderes da instituição igreja, nossa nação está sendo destruída pelo inimigo porque a igreja não quer amar. e amar é morrer pra si mesmo. é se calar quando não tem palavra com graça a oferecer, como bem escreveu o irmão Paulo, seguidor de Jesus.

      assim, eu digo: na história inúmeras mulheres amaram o Senhor e até influenciaram a fundação de sociedades bíblicas, revolucionaram mesmo. o que seria do mundo sem as mulheres, veja o papel da mãe de Rufo na Bíblia ainda que modestamente recordado! e quantos homens em nome de Jesus cometeram atrocidades, outros são líderes preocupados em construir o próprio reino, ganhar dinheiro ou ser bem-vistos? Não está evidente que a Deus importa mais a disposição de servir sem mácula? Porque o título de pastor é importante em termos de ministério? E de pastora? Porque tanto tempo perdido com teologia ao invés de botar a mão no arado? Enquanto isso, o mundo sofre as dores de não conhecer a Jesus, o amor encarnado. Deus nos abençoe com discernimento do que é prioridade e do que é secundário.”

      J. Filho

    • ‘Chegou o dia da Festa dos Pães Asmos, em que importava comemorar a Páscoa.
      Jesus, pois, enviou Pedro e João, dizendo:
      – Ide preparar a Páscoa para que a comamos.
      Eles lhe perguntaram:
      – Onde queres que a preparemos?
      Então, lhes explicou Jesus:
      – Ao entrardes na cidade encontrareis um homem com um cântaro de água; segui-o até a casa em que ele entrar e dizei ao dono da casa:
      – O Mestre manda perguntar-te: onde é o aposento no qual hei de comer a Páscoa com os meus discípulos? Ele vos mostrará UM ESPAÇOSO CENÁCULO MOBILIADO. Ali fazeis os preparativos.
      E, indo, tudo encontraram como Jesus lhes dissera e prepararam a Páscoa’.
      (Lucas 22:7.13 – CAPS MEUS).

      A bíblia nos conta que Jesus instruiu dois dos seus discípulos, dando as coordenadas do local (previamente preparado) para a realização da ceia da Páscoa. Então, conforme as instruções dadas pelo Mestre, os discípulos chegaram até o local e deram início aos preparativos da ceia.

      O aposento indicado por Jesus (cenáculo) era SIMPLESMENTE um ambiente ESPAÇOSO da casa em que se jantava. (A palavra CENÁCULO é um derivado da palavra cena, que significa ‘jantar’).

      Em nenhum momento a narrativa sugere que Jesus esteja dando ênfase a um espaço que se pareça com um lugar especial, ou um lugar sagrado, ou, muito menos, um templo CONSAGRADO à Ceia do Senhor. . O que o texto sugere é que se trata de um local ESPAÇOSO. Ou seja: tratava-se de um lugar apropriado por ser espaçoso. Apenas isso.

      Algum tempo depois, o termo ‘cenáculo’ passou a ser usado para definir O LOCAL onde ocorreu a Última Ceia e onde atualmente está um grande templo. Então, aquilo que nem Jesus consagrou, veio o homem e o fez! E, isso, porque o homem, valorizando O LOCAL, acrescentou outro sentido à celebração. Um valor que nenhum espaço físico tem nessa celebração feita ‘de modo diferente’ por Jesus. Quem realizava esse evento em ‘datas e locais sagrados’ eram os judaizantes. Então, com a sua inerente necessidade de dar nomes e valores a locais, o novo crente voltou aos antigos COSTUMES por sua própria conta. E, com o tempo, foi se convencionando que era tudo em nome de Deus, em nome do Senhor Jesus. E a crença se espalhou nas mentes dos incoerentes até aos dias de hoje.

      Como Jesus havia dito antes, o homem tem esse hábito de criar as regras e depois dizer que é necessário, que Jesus mandou, que está implícito, que não foi dito mas é pra fazer, chegando até a dizer que é imprescindível. Pois, afinal, Jesus não proibiu… Esquece que Jesus já havia repreendido antes naquela passagem emblemática ‘da tradição dos anciãos’ (Mc 7) sobre esse terrível vício do homem em fazer acréscimos e transmitir (tradição oral) afirmando, de forma dissimulada, que foi Ele quem disse.

      Ora, o homem (e não Jesus) foi quem decidiu que ali – naquele local onde apenas se reuniriam para cearem juntos – se ergueria um templo em Sua honra.

      E foi o que aconteceu ao longo da história: como o aposento que foi denominado mais tarde como ‘O CENÁCULO’, muitos outros lugares foram sendo transformados em ‘lugares sagrados’.

      E o essencial foi esquecido.

      Foi disso que Jesus DEU TESTEMUNHO há mais de dois mil anos e ainda hoje não se compreendeu.

      E assim caminham os judaizantes…

      • Tratando-se de adoração, lugares não são imprescindíveis. Agora, no que tange a realização da Ceia do Senhor, aí é outra coisa.

        De fato não é preciso um lugar especial, mas esse lugar precisa reunir o mínimo de condições para tal (espaço, ventilação, iluminação, asseio, etc). Um templo reúne todas as condições necessárias para a realização da Ceia do Senhor.

        Tem mais: Uma coisa é celebrar a Ceia em 13 pessoas, outra coisa é celebrá-la em 50, 100, 500… pessoas! Nesses casos, um templo é necessário por reunir as condições necessárias.

        Também precisa-se ter cuidado para confundir Páscoa com Santa Ceia. O modo de celebrar e o significado são diferentes.

        Lima

        • O primeiro dia da Festa dos Pães Asmos sem Fermento ERA O COMEÇO da celebração da Páscoa.

          Na cerimônia original da páscoa havia simbologias que remetiam ao ato de Deus ‘ter passado por sobre’ a casa dos hebreus onde as portas das casas estavam pintadas de sangue de um cordeiro. (Ex 12)

          O pão sem fermento (lembrando a pressa da saída do povo) foi instituído nessa celebração, (que durava vários dias) lembrando a passagem em que o povo era liberto da escravidão do Egito. Significando corrupção e pecado, quem comesse pão levedado indicava estar rejeitando a aliança que Deus fez com Israel. (Ver Levíticos 23).

          Páscoa, pães asmos e ceia referem-se a UMA ÚNICA CELEBRAÇÃO.

          A narrativa de Lucas 22 no verso 7 diz:

          ‘Chegou o dia da Festa dos Pães Asmos, em que importava COMEMORAR A PÁSCOA’. (CAPS meus).

          Usando, simbolicamente, o pão e o vinho (O VINHO SIMBOLIZANDO O SANGUE), Jesus MUDOU tudo! Ele, o cordeiro definitivo que tira o pecado do mundo, deu OUTRO SENTIDO às comemorações da páscoa judaica, realizando Ele próprio a ceia em memória do Seu iminente sacrifício (perdão), fazendo-se Expiação e cujo propósito DEFINITIVO foi tirar da escravidão do pecado, todo aquele que o aceitar como Senhor e Salvador de sua vida.

          Esclarecendo: Ele mesmo fez-se Expiação para sempre, definitivamente. No ritual judaico isso era feito todos os anos e em um dia apenas (Lv 23.28) quando jejuavam, confessavam pecados e iam em busca do perdão de Deus. Tudo em forma de celebração. JESUS ANULOU TUDO ISSO.

          Portanto, repetindo o que já foi dito em outras palavras:

          Em Jesus, o nosso pedido de perdão é CONTÍNUO na mesma medida que somos perdoados até pelo pecado ainda não cometido. E não requer um espaço adequado, posto que é no nível do nosso ser onde Deus fez morada. Aliás, diga-se de passagem que, a partir de Jesus, além de não se isolar um local sagrado para isso, muito menos se dedica um único dia do ano a esse tipo de celebração. Quem instituiu isso foi o homem.

          Jesus disse: TODAS AS VEZES QUE O FIZERDES, FAZEI-O EM MINHA MEMÓRIA – não determinando nem que era uma vez no ano nem quantas vezes seria. Muito menos o local.

          Repetindo (já que não tem como desenhar), a ceia não foi realizada em nada que parecesse um templo ou um local sagrado. Era um lugar destinado a se jantar, simplesmente. O lugar indicado por Jesus, seria tão-somente um lugar muito espaçoso. Tão espaçoso que mais tarde os judaizantes transformaram em lugar sagrado onde permite a circulação/visitação/adoração de um grande número de fiéis nos dias atuais.

          Portanto, a ênfase dada por Jesus (e não por mim), é para o ESPAÇO do local e não uma suposta importância do lugar. Infelizmente, o que se tem hoje em dia, é que houve inúmeras alterações no SENTIDO dado por Jesus.

          É disso que estou tratando. Quem quiser usar de malícia e distorcer minhas palavras, pensando que assim me desqualifica em algo, siga em frente. A consciência é de cada um.

          • Jesus era judeu. A Páscoa era uma ordenança para os judeus. Então, todos os anos, Ele comemorava a Páscoa.

            Os evangelhos narram apenas a celebração da última Páscoa, por um motivo muito especial! A missão de Jesus estava findando e o Novo Testamento precisava entrar em vigor sendo “assinado” com o seu próprio sangue. Portanto, tudo o que dizia respeito ao Antigo Testamento findaria para dar lugar a instauração da Nova Aliança. Dessa feita, não há lugar para a Páscoa (em sua forma original) no Novo Testamento.

            Mas uma detalhe durante a celebração da última Páscoa pode passar despercebido! As narrativas de Mateus e Marcos dão conta que DURANTE a celebração da Páscoa aconteceu algo incomum.

            Os discípulos já estavam comendo a Páscoa quando Jesus tomou o pão e, abençoando-o, o partiu e deu aos discípulos e disse: “Tomai, comei, isto é o meu corpo”; depois fez o mesmo com o cálix e disse: “Isto é o meu sangue, o sangue do Novo Testamento, que por muitos é derramado.

            A narrativa de Lucas não deixa dúvidas. Segundo Lucas, foi “depois de cear” que Jesus deu significado ao pão e ao cálix.

            Esse ritual NUNCA fez parte da Páscoa dos judeus. Então, durante (ou depois, segundo Lucas) a Páscoa, Jesus celebrou algo inusitado, diferente. Segundo Paulo, aquela celebração tem nome. Chama-se a Ceia do Senhor. (I Cor 11:20).

            Durante aquela celebração inusitada, segundo Lucas, Jesus solenemente disse: “FAZEI isso em memória de mim”. Paulo, em sua carta aos Coríntios afirma que Jesus disse: “FAZEI isto, todas as vezes que beberdes, em memória de mim”. Está claro, portanto, que a ordem não diz respeito a Páscoa. Então, ficou instituída uma celebração para os cristãos com significado diferente da Páscoa original dos judeus, que, segundo Paulo, chama-se Ceia do Senhor.

            Quanto a periodicidade, nada ficou estabelecido. Há quem a celebre semanalmente, mensalmente, anualmente… O importante é que a celebração seja em comunidade e tenha o caráter estabelecido por Jesus.

            Também não há referência a um local específico. É bastante que o lugar reúna as condições mínimas para tal.

            Hoje, costuma-se chamar a Ceia do Senhor de Páscoa. Mas é uma expressão figurada, claro. Pois, como relata a Escritura, na prática e no significado são coisa DISTINTAS.

            Lima

        • Márcio José Sérgio Ermida (Colecionador de Bíblias de Estudo CCB) disse:

          Sou a favor de cultuar na igreja. Também sou a favor de quem cultua ao ar livre.

          Tomei santa ceia em Israel ao ar livre.

          Na paz,

          Márcio – irmão em Cristo

    • O seu problema é a confusão na definição dos termos: denominação, igreja e templo. Seguem, para facilitar, definições elementares desses termos no contexto religioso:

      1 – denominação: instituição religiosa
      2 – igreja: assembleia, congregação ou ajuntamento religioso
      3 – templo: recinto apropriado para realização de culto religioso

      Foi dito: “agora vem dizer que para cultuar a Deus e Cristo, não precisamos pertencer a alguma denominação”.

      Entende-se, portanto, que é preciso pertencermos a uma denominação para cultuarmos.

      Então pergunto, a qual denominação Davi ou Paulo pertenciam?

      A igreja pode realizar o “culto racional” numa casa, numa gruta, numa catacumba ou num templo. Pode-se provar isso tanto pela Escritura como pela História.

      Para existir legalmente, como instituição religiosa, faz-se necessário um nome. Esse nome é que identifica a denominação.

      Entretanto, só há culto genuíno (esteja a igreja em qualquer número ou em qualquer lugar) se o objeto da adoração for, unicamente, Deus (o Pai e o Filho); e se a adoração for em espírito e em verdade! E para tanto, a denominação e/ou o templo não são imprescindíveis!

      Lima

      • O culto racional que Paulo fala aos romanos (12:1.2) é referente à nova vida. Ele não está falando de coletividade, de ajuntamento, de igreja. De ir para um local ‘adorar’

        Ele está falando de mudança pessoal, de renovação da mente, de uma nova maneira de pensar. Aquele que crê passa por uma transformação, mudando de conceitos, o que só é possível por meio do Espírito de Deus, onde uma vida consagrada pela gratidão é refletida numa constante prática de adoração. Mas isso, no chão da existência, onde o estilo de vida reflete uma vida com Deus.

        Isso é culto racional.

  36. Evangelista Cristão

    Temos aproxim. 200 milhões de pessoas no Brasil.

    Aproxim. 90% frequentam uma denominação.

    Nos EUA aprox. 90% da população frequentam uma denominação.

    Hoje aparecem 5 pessoas neste BLOG que afirmam que para cultuar a Deus não precisamos de um local específico ( Templo).

    Baseado na maioria da população do Brasil e dos EUA eu afirmo que é necessário um lugar (templo,Salão e ou galpão) para o povo reunir-se e cultuar a Deus.

    Afirmar diferente disso é assinar um atestado de TOLO(A), provando não conhecer os principios do ser humano na terra…. rsss

    Afirmar que os apóstolos reuniam-se em cavernas,etc e, hoje devemos cultuar em casa e ou campo e ou sozinhos é desconhecer a história da época apostólica em que os apóstolos eram perseguidos e até mortos por crêr em Jesus de Nazaré.

    A humanidade sempre teve templos onde adoravam seus deuses que muitas vezes eram deuses pagãos, baal,zebulon, diana entre outros…….

    Sendo assim não serão 5 pessoas desatualizadas que conseguirão mudar o mundo…rsss

    Pessoal, pessoal, vamos parar de postar tolíces, filosofias e teorias que não levam a nada.
    voltem a realidade e parem de sonhar com coisas que não existem e, desistam de postar coisas fora da realidade atual…rsss

    Hoje nas escolas, empresas, etc é feito tudo em equipes, treinando o ser humano estar unido em suas realizações.

    Neste Blog surgem os grandes SÁBIOS…rsss… afirmando que as pessoas devem cultuar a Deus em casa e ou caverna…kkk…(caverna) indo de encontro com a realidade humana, que é, formar grupos em todos os sentidos de viver !!

    Como voces são bobiiiiiinhos…..sonhadores….filósofos….vivendo num mundo de fantasias,,,rsss…rsss…rsss…. Tenho que rir e rir muuuuito…..kkk…

    Evangelista Cristão mostrando a realidade mundial….

    • 90% da população do Brasil frequenta denominações. E o país é um dos mais desiguais e corruptos do mundo.

      90% da população dos EUA frequenta denominações. E o país é um dos mais imorais, gananciosos, bélicos e narcisistas do mundo.

      Depois eu sou tolo…

      E chama até Zebulom de “deus”…

      Enfim… durma e abrace tua arrogância. E ria como os verdadeiros tolos riem.

    • 90% do Brasil frequenta denominações e o país é um dos mais corruptos, imorais e desiguais do mundo.
      90% dos EUA frequenta denominações e o país é o mais bélico, imoral, ganancioso, consumista, poluidor do mundo.

      Adianta muito “frequentar denominações” mesmo…

      E depois eu que sou tolo…

      E ainda se arvora de “sábio” em chamar Zebulom de ‘deus’, quando Zebulom é um dos filhos de Jacó, pai da tribo de mesmo nome…

      Triste isto…

      • Mano HP. Desculpa me intrometer, mas um detalhe importante.

        Não acredito ter relação com denominações, mas segundo a “Charities Aid Foundation”, os EUA, proporcionalmente, são os que mais fazem caridade no mundo. E esse ranking (chamado “Índice de Generosidade Mundial” não leva em conta apenas dinheiro doado (seria a primeira crítica ao ranking, naturalmente pelo país ser o mais rico), mas também trabalho voluntário e ajuda a estranhos. A Irlanda ficou em quarto no ranking. O Brasil, infelizmente está na posição 91 do ranking (sendo o décimo quinto da América Latina) liderado pelos EUA.

        O relatório completo está aqui: https://www.cafonline.org/PDF/WorldGivingIndex2013_1374AWEB.pdf

        Os EUA desde 2007 caíram para segunda posição no ranking de poluidores do mundo, liderado pela China. Porém o mais justo seria o ranking dos países poluidores per capta, pois um país com maior população, logicamente polui mais. Assim, podemos afirmar que o Catar é o país mais poluidor do mundo, estando os EUA na décima segunda posição desse ranking, mesmo sendo um país rico com preços baixos, o que estimula a compra de carros mais potentes e consequentemente mais poluidores.
        Em contrapartida, os EUA são os que mais reciclam no mundo em números absolutos (preservando o ambiente), sendo que no ranking per capita estão na sétima posição (atrás apenas de alguns países europeus). É o segundo país que mais investe em energia renovável e

        Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/List_of_countries_by_carbon_dioxide_emissions_per_capita
        http://www.greendivamom.com/2009/11/05/global-green-part-1-worlds-most-eco-friendly-countries/
        http://todosjuntospeloplaneta.webpt.net/2011/01/os-10-paises-que-mais-investem-em.html

        Com relação à imoralidade, acredite se quiser, mas há também um ranking. Esse ranking feito pela agência Bloomberg, leva em consideração consumo de álcool, drogas, cigarro, jogos de azar e etc.. Segundo esse ranking, o país mais imoral do mundo é a República Checa, e não os EUA. E curiosamente, o ranking provou que não é porque o país é o mais rico que seria mais imoral. Os EUA estão em décimo sexto desse ranking (a Irlanda está em vigésima).

        Minha opinião pessoal é que quanto mais liberdade o povo tem, maior será a tendência de ser imoral, dada a natureza pecadora do ser humano. Em uma ditadura, as pessoas são forçadas a serem “morais”. Vide Coreia do Norte, cujo ditador contratava grupos de prostitutas suecas, mas executava atrizes pornô norte coreanas.

        Fonte: http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=28752

        Com relação ao consumismo, há também um ranking que leva em consideração o quanto as pessoas medem a sua felicidade baseado no que compram e possuem. Curiosamente, os EUA estão na décima sexta posição desse ranking que é liderado pela China. O Brasil está em quarto nesse ranking.

        Fonte: http://www.ipsos-na.com/news-polls/pressrelease.aspx?id=6359

        Os EUA cobram impostos muito baixos sobre os produtos. É possível então comprar produtos até 4 vezes mais baratos que no Brasil, um país com salários menores. Eu mesmo, compro produtos nos EUA, via Ebay, e mesmo taxado na receita, pago metade do valor no Brasil. É cada vez mais comum brasileiros realizarem compras nos EUA, estando no Brasil (o que tem preocupado muito a receita). Com o preço de um Gol 1.0 G4 (ainda vendido 0km no Brasil) que nem mesmo tem limpador de para brisas intermitente (inventado na década de 70), eu posso comprar um Ford Fusion nos EUA.
        Isso explica o porque do país ser tão consumista. Tenho certeza, que o ser humano com oportunidades iguais, como nos EUA, seria tão consumista quanto ou até mais. Fora isso o ranking mostra que os EUA não são os mais consumistas do mundo.

        Com relação ao comportamento belicoso dos EUA, creio que é relacionado pelo mesmo ser a maior potência do mundo, sendo inerente a participação em conflitos ao redor do mundo. Se olharmos a história, veremos que entre os países que “dominaram” o mundo, os EUA foram os menos ruins, com grande vantagem em relação ao segundo lugar. Qualquer país ocupando o posto dos EUA, se envolveria em conflitos tanto quanto ou mais. Quem pode dizer que a China será melhor que os EUA estando no lugar dos mesmos (algo que dizem que irá ocorrer nas próximas décadas)? Tenho certeza que não. E o que dizer dos europeus da época que dominavam o mundo? E sobre a URSS? Se olharmos na história, veremos que NUNCA houve uma guerra entre dois países com democracia. Isso prova que a democracia é a resposta para o fim das guerras no mundo.

        Para finalizar, segundo o Christian Post, os EUA são os que mais enviam missionários ao mundo para pregar o evangelho, estando o Brasil em segundo lugar.

        Fonte: http://noticias.gospelprime.com.br/brasil-e-a-segunda-maior-forca-missionaria-do-mundo/

        Desculpe pelo texto comprido (estou de férias…rs). Acho importante esclarecer, porque no mundo há um grande sentimento de antiamericanismo, jogando a culpa de tudo em cima deles ou relacionando tudo que é ruim aos mesmos…

        Deus os abençoe!

        Samuel

        • Para Jesus, não existe ninguém melhor nem pior em se tratando de natureza humana. Sua visão é completamente diferente da nossa. Ele olha e vê todos iguais.

          Portanto, esse lance de frequentar uma instituição religiosa e fazer caridade não vêm de uma natureza ‘melhor’. Vem de toda uma cultura religiosa. Aqui ou em qualquer outro país. E isso não é mérito nem demérito, pois Deus não olha para performances nem frequências ao ‘local de adoração’, como também não olha para a ação na hora da doação, e sim, para o intento verdadeiro do coração.

          Os EUA se sobressaírem em dados e estatísticas ‘religiosas’ não fazem do seu povo melhor ou pior. Agora, como é um país de cultura de coisas descartáveis, de grande consumismo, as doações surgem mais facilmente. O que não serve passa-se pra frente, normal. Isso não torna o americano ‘mais caridoso’. Convivo de perto com isso e sei do que falo. Inclusive, diga-se de passagem, que a cultura religiosa americana (igualzinha à nossa) é bem do tipo falso moralista. Uma ‘diferença’ interessante é que aqui a religiosidade fabrica hipócritas e lá eles procuram viver ‘certinhos’, mas não por serem bonzinhos. E sim, porque sabem que a lei é aplicada. E nisso, não há qualquer ligação com vida espiritual. Nem vida espiritual, por sua vez, tem qualquer ligação com ida ao templo, número de denominações e exportações de missionários. Aliás, bora combinar, né? Todo mundo sabe o que tem de americano espalhado pelo Brasil vendendo um kit anti-evangelho de porta em porta… (Assim como também temos ‘na NET’ gente vendendo – insistentemente – seu kit anti-evangelho pró-denominação). E nem por isso vamos generalizar, pois há americanos (e brasileiros) que são, de fato, discípulos de Jesus. Ou seja: dados e estatísticas jamais irão determinar o crente e o não-crente. Seja qual for a nacionalidade.

          E mais, o que eu entendo de liberdade é que ela jamais provocaria imoralidade. Ao contrário, a humanidade tem aprendido desde os primeiros ajuntamentos sociais, que na liberdade é que amadurecemos e aprendemos a ter responsabilidade. Viver sem romper com as convenções que protegem os direitos fundamentais do ser humano é a melhor forma de demonstrar e usufruir da liberdade.

          De outro lado, a própria História nos conta que a liberdade que a religiosidade se arroga no direito de tolher é que provoca no indivíduo os desajustes e conflitos interiores. Ou seja: quando a religião entra como ditadora provoca algo chamado hipocrisia. E surgem as distorções e o desequilíbrio. Certos comentários nesse blog que o digam…

      • HP,

        A grande tragédia é acreditar piamente em números, estatísticas, espaços sagrados, mega templos, ter constantes delírios de poder exagerado, excesso de auto estima, família de comercial de margarina (risos), atribuindo tudo isso a um Jesus megalomaníaco.

        O certo é que há uma linha tênue que difere o narcisista do megalomaníaco, pois o primeiro também tem essas mesmas fantasias de sucesso, poder e inteligência fora do comum, levando ao exagero a sua própria importância.

        Bertrand Russel diz que o megalomaníaco pretende ser poderoso e temido ao invés de charmoso e amado como o narcisista. E que a este tipo de pessoas pertencem muitos lunáticos que ficaram para a História. Palavras dele rss

        De minha parte, com toda sinceridade d’alma, rogo a Deus, no seu turbilhão de misericórdias, que este tipo de evangelista ‘atualizado’ delirando em Seu Santo Nome aqui e alhures rss é que seja mesmo apenas em número de cinco. No máximo…

      • Samuca,

        Compreendi teu post, mas o que eu disse não foi em questão geopolítica, mas apenas para mostrar que infelizmente não tem como traçar paralelo como o Eleoterio fez, visto que templo ou instituições religiosas, bem como frequência em culto não transforma a sociedade que vivemos.

        Deus te abençoe

    • Duglas Pereira da Silva disse:

      Prezado Eleotério,

      Sua última postagem é um excelente argumento, para continuar defendendo minha tese, de que: a CCB precisa criar EBD’s, ou pelo menos um culto semanal de estudos Bíblicos, com extrema URGÊNCIA!

      Creio que você só é mais um “igrejólatra” e “templolatra” servo de anciães e de ministérios, que se deixa manipular como um bonequinho de marionete e defende o indefensível em detrimento a verdade das Escrituras Sagradas! Pois não suporta ler as nossas criticas e explanações contra a ORGANIZAÇÃO por causas destes ensinos humanos, e doutrinas que nada tem haver com as Boas Novas de Cristo.

      Pessoas com mentalidade como a sua, não servem ao Jesus que eu conheço, o Jesus das Escrituras.
      Você valoriza e prioriza a organização (CCB) e não as pessoas. Jesus pouco se importava com a organização da época (sinagoga), pois procurava restaurar prostitutas, endemoniados, adulteras, roubadores, beberrões e toda especie de ser humano marginalizado pelo sistema religioso da época.

      Esta é a impressão que tenho, ao ler seus posts aqui, e sinceramente… Tomara que eu esteja enganado

      O Jesus das Escrituras, chamavam os lideres religiosos da época – pois tinham a mesma mentalidade que a sua – de hipócritas, raça de víboras e sepulcros caiados!

      Se você conseguir provar pra mim, que o termo IGREJA foi utilizado nas Escrituras Neotestamentárias como sinônimo de quatro paredes ou denominação, farei uma retratação aqui, e volto atras no que disse!

      Quando Jesus disse em Mateus 16.18 que as “portas do inferno não prevalecerão contra a IGREJA”, Ele estava falando de pessoas, e não de templos ou organizações.

      As dimensões do Reino vai além de templos e denominações!

      Mostre pra mim, onde foi que eu disse que é desnecessário frequentarmos um templo para servir a Deus…

      Um grande abraço,
      no amor de Deus,
      Douglas

    • Irmão Eleotério,

      Chutou errado (assim como faz com o número de membros da CCB). Nos EUA, 55% da população apenas é formada por protestantes. Logo é impossível que 90% dos americanos frequentem denominação.

      Eu fiz a lição de casa para o caro irmão. Na verdade, apenas 38% dos americanos frequentam a denominação pelo menos 1 vez por semana (bem longe dos números do irmão). 40% da população nos EUA é formada por não praticantes (nunca frequentou denominação ou frequenta menos de uma vez por ano).

      Fonte: http://en.wikipedia.org/wiki/Religion_in_the_United_States
      http://www.pewforum.org/2013/03/13/strong-catholic-identity-at-a-four-decade-low-in-us/

      No Brasil, cerca de 30% da população (esses 200 milhões) é formada de protestantes, logo também seria impossível que 90% da população frequente denominação. Sabemos também que a maioria esmagadora dos católicos não são praticantes, não frequentando os recintos católicos.

      Fonte: pt.wikipedia.org/wiki/Anexo:Protestantes_por_país

      Precisa rever esses números meu caro irmão. Segundo pesquisas, há também um forte movimento de protestantes deixando de frequentar denominação no Brasil.

      Eu acho importante frequentar denominação, mas devidos graves problemas nas mesmas, os que a frequentam diminuiu bastante. O povo está ficando esperto e não aceita mais ser tratado como gado pelos líderes. Questionam tudo e não aceitam mais a “infalibilidade” dos líderes religiosos, que no alto de sua arrogância e soberba se acham acima de tudo, não aceitando qualquer tipo de questionamento. Em 10 anos, segundo o Censo, a CCB perdeu mais de 200 mil membros (entre as grandes, foi uma das que mais perdeu membros, junto com a Universal).

      Deus o abençoe!

      Samuel

    • Pondo as coisas em “pratos limpos”.

      Foi dito: “agora vem dizer que para cultuar a Deus e Cristo, não precisamos pertencer a alguma denominação.”

      Então nos diga: A qual denominação Paulo, por exemplo, pertencia?

      Foi dito: “Hoje aparecem 5 pessoas neste BLOG que afirmam que para cultuar a Deus não precisamos de um local específico ( Templo).”

      Tratando-se do CULTO COLETIVO, nós podemos usar um templo sim (acredito que ninguém aqui discorda disso), mas um culto PODE acontecer numa casa, à beira de um rio, num prédio escolar… que de Templo não tem nada. E para ser culto coletivo bastam duas ou três pessoas reunidas em nome do Senhor com esse objetivo. (Mat. 18:20)

      Então nos responda: Qual o significado da palavra culto?

      Foi dito: “Afirmar que os apóstolos reuniam-se em cavernas,etc e, hoje DEVEMOS cultuar em casa e ou campo e ou sozinhos é desconhecer a história da época apostólica ” (grifo meu)

      E reprisado: “Neste Blog surgem os grandes sábios afirmando que as pessoas DEVEM cultuar a Deus em casa e ou caverna” (grifo meu)

      Ninguém disse isso. O que se falou foi que PODE-SE “cultuar em casa e ou campo e ou sozinhos”, e isso, amparado tanto na Escritura quanto na História.

      Então nos diga: Qual a diferença entre as palavras PODE e DEVE?

      Foi dito: “Sendo assim não serão 5 pessoas desatualizadas que conseguirão mudar o mundo”

      Acho que ninguém aqui está tentando mudar o mundo, uma afirmação muito genérica. Estamos tentando fazer você entender coisas simples do evangelho.

      ————————————————————————————————————

      PARA MEDITAÇÃO: “Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade.” (IICor 13:8 – JFA-RC)

      Melhor traduzido aqui: “Porque nada podemos contra a verdade, senão em favor da própria verdade.” (IICor 13:8 – JFA-RA)

      ————————————————————————————————————

      P.S. Concordo contigo em muitas coisas mas nesse assunto, não!

      Lima

  37. Duglas Pereira da Silva disse:

    Meu entendimento sobre os “chamados para fora” ou no grego Ekklesia ou na língua portuguesa IGREJA.

    Meus irmãos,

    Ao analisarmos as Escrituras Hebraicas (Antigo Testamento), observamos que com o estabelecimento da monarquia de Israel, a adoração e o serviço a Deus ficaram orientados em torno de Jerusalém. As nações foram convidadas a reconhecer Israel como o mediador de Deus na Terra.
    Para cultuar o verdadeiro Deus, os gentios deviam chegar a Israel – e não apenas a Israel, mas a Jerusalém (I Cronicas 16.23-29, Salmos 96). De maneira semelhante para o próprio judeu, o culto foi orientado à cidade de Sião, ao templo e ao Santo dos Santos.
    Havia uma hierarquia de levitas, sacerdote e sumo-sacerdotes que se tornaram os mediadores entre Deus e o homem. Eles eram especialistas e profissionais na lei Mosaica acerca das cerimonias e dos sacrifícios.
    Havia dias especiais, festas religiosas e o sábado, que marcavam, diante das nações, a aliança entre Israel e Deus (Êxodo 31.13-17).
    Essa maneira de cultuar e servir a Deus era CENTRALIZADORA:

    * Centralizava-se racialmente nos judeus;
    * Centralizava-se geograficamente em Israel, Jerusalém, o Templo e o Santo dos Santos;
    * Centralizava-se temporalmente no sábado e em certas festas religiosas;
    * E centralizava-se na hierarquia religiosa mediadora, pois sem os sacerdotes era ilícito oferecer sacrifícios.

    Olhem agora, a EKKLESIA (IGREJA) do Novo Testamento meus irmãos!
    Descobrimos a extraordinária inversão da forma antiga de cultuar a Deus:

    * Em vez de centralizar-se nos judeus, a Igreja se tornou UNIVERSAL para todos os povos, sem discriminação ou favoritismo;
    * Em vez de centralizar-se geograficamente em Israel, Jerusalém e o Templo, os cristãos foram mandados de Jerusalém para Judá e Samaria, até os confins da terra. No corpo de Cristo, a geografia já não é importante. Onde está um cristão, ou onde dois ou três deles se encontram, ali ha o templo de Deus;
    * Em vez de centralizar-se temporalmente no sábado e nas festas judaicas, a fé cristã se tornou algo a ser praticado no dia-a-dia, liberando o cristão para escolher quando adorar (Romanos 14.5-6);
    * Finalmente, em vez de centralizar-se numa hierarquia sacerdotal, cada cristão é declarado sacerdote, com acesso direto ao Deus Pai através de Jesus Cristo (I Pedro 2.5). O Novo Testamento destaca a necessidade de liderança exercida por bispos, presbíteros, pastores e anciãos – considero todos essencialmente sinônimos (Atos 20.17-28; I Pedro 5.1-4) – e também de diáconos (I Timóteo 3.8-11). Mas a liderança não é sacerdotal como no Antigo Testamento. Ele não assume uma posição de rei ou sacerdote, nem executivo ou chefão – como estou acostumado a ver lá no “brazticano”. Ao contrário, a liderança foi concedida ao corpo de Cristo para aperfeiçoar cada membro da IGREJA como sacerdote neste mundo (Efésios 4.11-16).

    Portanto meus irmãos, ao contrário do Antigo Testamento, a Igreja cristã é um organismo centralizado somente em Jesus Cristo e caracterizado cada vez mais no Novo Testamento por sua DESCENTRALIZAÇÃO terrestre!

    É desta forma que eu entendo o significado de IGREJA! Todavia, ninguém é obrigado a pensar assim; pois sei que infelizmente há muitos “templolatras” no nosso meio, que se a CCB acabasse e fechasse as portas, o camarada nunca mais iria servir a Deus… Lamentável…

    HP, continuo concordando com você! Seria muito melhor se não existisse TEMPLOS!

    E vou além meus diletos irmãos… Sei que vou chocar e escandalizar alguns aqui com o que vou dizer, mas sinceramente… Digo, na minha humilde opinião:

    O Templo hoje virou um antro de corrupção, hipocrisia e sujeiras de todo o tipo!

    Podem ficar a vontade para me chamar com ironia, de filosofo, rebelde, teólogo, bobinho, sonhador, endemoniado, sábio etc. Isso não me incomoda, pois sei que é uma ação tipica de quem não têm o menor argumento e inteligencia!

    Um grande abraço,
    no Amor de Deus,
    Douglas

  38. Evangelista Cristão

    Sobre zebulon;

    Terra de Zebulom, terra de Naftali, caminho do mar, além do Jordão, Galiléia dos gentios!

    Naquela terra tinha adoração a uma imagem chamada zebulon, onde passou a chamar-se a galiléia dos gentios.

    Sobre o Brasil ser corrupto e ou os EUA venderem armamentos bélicos,nada tem a ver com a explicação que eu dei.

    Quando falei sobre 90% da população pertencer a uma denominação e cultuar em um templo foi para provar que os tais na NET que afirmam que podemos cultuar a Deus somente nas cavernas…kkk (cavernas ?) está fora da realidade do ser humano…rsss…

    Não é porque meu País é composto de um grupo de corruptos que eu negarei ser Brasileiro. Da mesma forma; Não é porque existem muitos corruptos no Brasil que vamos deixar de lado as estatísticas da grande multidão frequentadora de templos em adoração a Deus,,,rsss…

    Acorda hp, voce está fazendo comparações sem nenhum sentido…rsss….

    hp, outro dia eu vi um texto postado por voce em que voce afirmava pertencer a um ministério. Se voce não concorda em reuniões dentro de templos porque voce é ministro evangélico ?… kkk…

    hp, voce se contradiz continuamente !!…rsss Voce, hp, esquece que o que voce escreve fica na NET e, se voce é ministro evangélico e, não concorda com templos é sinal que voce mentiu e, na realidade voce não é ministro evangélico….rsss….. Que vergonha hein…rsss

    Evangelista Cristão mostrando contradições e mentiras…rsss…

    • Eliotério,

      1 – Qual é a fonte daonde você tirou a existência do deus “Zebulon”?

      2 – Se a população brasileira (ou americana) aprendesse algo útil nos templos, há muito tinha impactado a sociedade em geral, quiçá o mundo. Infelizmente foram condicionados à “servirem a Deus” indo aos templos nos domingos, sendo verdadeiros ateus fora dos templos.

      3 – Pertenço ao ministério (você sabe disto há muito tempo, pois até email te mandei em duas ocasiões, jamais respondidos) e minha missão é ensinar àqueles que congregam juntos comigo a serem Igreja, caminhando nos passos de Cristo neste mundo, amando aqueles que, infelizmente, são rejeitados pela maioria da CCB e mostrando o amor de Deus para o mundo.

      4 – Enfim… tinha muito a dizer, mas sei que, infelizmente, não vale a pena. Você não está aqui para agregar e muito menos tem vontade de aprender.

      Abrace tua arrogância e que Deus tenha misericórdia daqueles daonde você atende.

      • Dica: Talvez o “deus” Zebulon a quem você se refere seria o “deus” baal-zebu citado pelos fariseus quando blasfemaram contra o Espirito Santo.

        Porque “Terra de Zebulom e terra de Naftali” citado por você, e encontrado numa profecia de Isaias, era nada mais do que as terras ocupadas pelas duas tribos, descendentes dos filhos de Jaco, chamados Zebulom e Naftali…

        Quanto a mim “ser contra Templos” até o Lima compreendeu a figura de linguagem utilizada. Chama-se Hipérbole, mas poderia bem ser realidade…

        • Eleoterio Nabote,

          Era mesmo baalzebu que você confundiu com “deus Zebulom”, criando a história toda?

          Só fiquei na dúvida…

  39. JACO QUANDO IA PARA ARAN NUMA VISAO VIU UMA ESCADA ,OU SEJA CAMINHO QUE LIGAVA O CEU NA TERRA, OS ANJOS SUBIA E DECIA PRESTAR OBIDIENCIA A DEUS . ISSO DEUS MOSTROU COMO UMA PROFECIA . PARA DESPERTAR JACO CONTRA IDOLATRIA E ADORAÇÃO A NELROD , JUPITER,E TAMUS QUE E TITULADO DEUS SOL. PORQUE ELES ADORAVAN ESSAS SUPOSTAS DIVINDADES EM TEMPLOS FEITA PELOS CONSTRUTORES ANTIGOS, TEMPLOS EM FORMA DE ESCADAS DE 3 A 7 ANDARES EM FORMA DE DEGLAIS CHAMADA ZIGURATES . A TORRE DE BABEL FOI UM DELES. ACREDITAVA-SE QUE SO ALI ERA FORMA DE DEUS DECEREM AOS HOMENS. MAS DEUS MOSTROU A VERDADE JÁ DE ATE MÃO PARA JACO. NÃO SE CONFUNDIDO NESSA ADORAÇOES A SATAN, E SEU SUPOSTOS 7 CEUS E 7 CIENCIAS. QUANDO JESUS VEIO CHAMOU A NATANAEL ONDE CUMPRIU A PROFECIA, POR QUE ELE ACHAVA QUE CRISTO VIRIA DO TEMPLO DE HERODES QUE TABEM FOI UM CONSTRUTOR MAS JESUS E O PRÓPRIO TEMPLO CAMINHO E VIDA . MAS QUE DOTRINA ESTRANHA ERA ESSA QUE SE PREGAVA NA BABILONIA. QUE SO NAQUELES TEMPLOS CHAMADOS ZIGURATES DEUS SE COMUNICAVA COM OS HOMENS? devido Deus decer com os anjos para confundir e criar as demais lingas, originou a lenda que as torres era escada dos deuses, recebendo o nome em acadiano babel que na lingua acadiana siguinifica portal mas na hebraica confusao. mas deus nunca pedio construçao de templo, jaco assombrado quis faser templo, pedro depois da transfiguraçao quis faser treis tabernaculo 1 para jesus 1 para elias e 1 para moises, mas eis a resposta aonde deus falou eis ai meu filho amado,a ele ouve, jesus falou que veio dar testemunho da verdade, aquele que e da verdade ouve sua voz. e de nenhuma maneira seguirao a voz do estranho.. templo para comodar do inteperes do clima e traser conforto nos ajuntamentos aonde 2 ou 3 se arreune em nome do senhor ate concordo, lembrando que 2 ou 3 pode tar ate na rua, praça etc . mais o ruim e essa dotrina babilonica de hirarquia trasformando o ministro ou o templo num falso mediador.esses dias atras congregado, o tava na frente do povo da comum pregava, que vevemos vidas passadas na epoca de jesus e nacemos hoje denovo com outro corpo. quem nao entedia ate deu um gloria, mas essa doutrina de recarnaçao, e pregado pelos espirita, hermeticos atingos neocromantes, etc, fiquei em paz , porque por falta de conhecimento muitos erra sem saber, ate o momento nao tinha comentado, ja uns treis cultos seguidos , irmaos de trais pulpito levanta, dizendo voces tem que crer e acatar tudo que sai daqui de cima, nois e transformado por deus quando subimos aqui,. sera ? prefiro confiar em ensinamentos antigos que se alguem falar algo de rixa particular ou subiliminar nao e Deus quem guia. ultimo culto que fui , vi mensagens subiliminar para desmerecer um irmao,e Deus qe guia? sera que Deus e omicida?. esses assuntos e procedimentos contamina varios ministros, denomicionais, asemelhado politica, crian leis internas para auto beneficialos e afastar da verdade biblica. uma epoca lançaro um incinamento que profecia era so atraz do pulpito, nessa epoca muitos irmaos de banco que tem o dom de evangelista, profeta foi prejudicados, transformando o ministros num tipo de padre mediador. os demais de banco ficou como mosca em teia de aranha, si tentar se mecher, nao compete a eles faser algo, ate hoje se ve as sequelas como uma granguena num corpo podre cujo a cabeça e a babilonia, mas em tudo sai dela povo meu! jesus filho de Deus vivo, ecada que leva para os ceus e ao contrario de templos que mais parece bem sedes politicas,.

  40. Márcio José Sérgio Ermida (Colecionador de Bíblias de Estudo CCB) disse:

    Aprendendo muito aqui com meus irmãos HP, Douglas e Samuca. Queria que houvesse mais irmãos como vocês na frente do povo, ensinando o certo. Mas deus sabe de todas as coisas.

    Esse assunto é polêmico. O Pastor Ciro Sanches Zibordi defende, até onde sei, o culto em templos, as opiniões são variadas. Eu particularmente frequento e estou condicionado a isso, embora tenha tomado Santa Ceia ao ar livre e assistido a cultos ao ar livre em Israel, inclusive no mar da Galiléia. Respeito os dois lados.

    O que não consigo aceitar é a postura do Elê em defender pontos de vista estritamente exclusivistas, o templo válido para ele é a CCB, e ficar repetindo as mesmas coisas, quase os mesmos textos, sem se abrir para aprender. Qual o problema em reconhecer erros, e mudar?

    Mas tudo bem, vamos que vamos. Continuarei mais lendo do que escrevendo. Assim aprendo mais um pouquinho.

    Deus abençoe.

    Márcio – Cristão

  41. Márcio José Sérgio Ermida (Colecionador de Bíblias de Estudo CCB) disse:

    Desculpem, escrevi deus, foi distração (antes que alguém diga que não tenho temor, rsrsrs).

  42. Márcio,

    Eu também frequento a CCB como o irmão Elê, uma denominação onde age a Graça de Deus. Sinceramente estou muito feliz. Tenho visto o operar de Deus em minha vida . Tenho aprendido muito durante nossos ajuntamentos , que têm me servido de força e fé. O Senhor tem me sustentado através de Sua Santa Palavra inspirada pelo Espírito(sabemos quando é) . Está fazendo um trabalho em mim e em muitos, de transformação , desde que venhamos a abrir nossos corações e aceitar a sua vontade em nossas vidas.Eu amo tudo isso! Olhando para trás , e olhando o presente , quanta coisa Deus tem mudado espiritualmente em minha vida principalmente através da Palavra. Há um vínculo sim , entre nós e a Palavra , onde um fraco ser “inspirado” pelo Espírito de Deus fala conosco! A voz de Deus! Descobre os segredos dos corações , bem lá no íntimo , coisa que homem nenhum pode fazer… Jesus quando estava aqui na Terra falava com os homens segundo “os segredos dos seus corações”… E é isso que tenho visto no nosso meio! O homem pode pregar para uma multidão de Gênesis à Apocalipse , mas , ele não conhece o segredo dos corações e o íntimo de cada um, mas,o Espírito conhece.

    • Como diria Paulo, enquanto escrevia cartas na prisão, ‘a palavra de Deus não está algemada’. Ou seja: Deus não opera em nossa vida pelo fato de estarmos agregados a esta ou aquela denominação. De acordo com ‘A PALAVRA’, o ajuntamento serve para adoração e para nos edificarmos e servirmos uns aos outros aqui fora, no cotidiano. Essa é a transformação que necessitamos. E também não é o ajuntamento que nos dá a força, a fé e o sustento. É Jesus quem faz isso no nosso coração. Seja dentro ou fora do local de ajuntamento Ele é a nossa Suficiência.

      O Espírito de Deus é LIVRE e opera na VIDA PESSOAL de cada um, para que, transformado, cada um sirva ao próximo, em amor. Jesus disse a um Nicodemus religioso e seguidor da lei que o Espírito age onde e como quer. Nicodemus, homem bem intencionado e acostumado a viver da religiosidade e suas regras, não entendeu nada do que Jesus falou. Como ainda hoje acontece, para Nicodemus entender seria necessário ele nascer de novo, converter-se ao Senhor, sair do quadrado religioso que limitava seu entendimento e blindava sua visão. (Ver João, cap 3).

      Em Cristo, foi abolido o tipo de culto em que um intercede por todos. Em Jesus não há ‘um fraco ser inspirado pelo Espírito de Deus para falar aos nossos corações’. A partir do Sacrifício Eterno, Deus se fez morada em nossos corações, não havendo mais NENHUM homem intermediando. (1Tm 1:5.6). Os ‘sacerdotes’ da atualidade continuam apelando para o culto antigo onde Deus se fazia ouvir por meio de um representante; como diria o autor de Hebreus, não entendem que Jesus é o Sumo Sacerdote e continuam entrando no antigo tabernáculo para realizar os ‘serviços sagrados’ junto ao povo.

      Pregar o Evangelho é bem mais do que ler a bíblia de Gênesis a Apocalipse para alguém; pregar o Evangelho é dar testemunho de Cristo. E isso não vem com nome de denominação junto. Vem de uma experiência pessoal e íntima com o Senhor. Jesus nos ofereceu justamente esse relacionamento íntimo e pessoal com Deus (que conhece ‘os segredos dos nossos corações’), deixando-nos o Seu Espírito Consolador que nos guia a toda verdade. Em Sua última oração, Jesus não pede ao Pai para colocar seus filhos numa santa redoma denominacional. Ao contrário, Ele pede para que o Pai NÃO OS TIRE DO MUNDO, mas que os livre do mal (Caps 15,16 e 17).

      O fato de exercer função eclesiástica, instruindo, ‘pregando’, se reunindo, estudando, pesquisando, etc., NADA DISSO faz alguém intermediário de Deus. Em Cristo, somos TODOS convocados a servirmos uns aos outros, a nos edificarmos uns aos outros. É certo que quando não entendemos ‘o que está escrito’ geralmente tem uma pessoa que nos auxilia a entender, não significando, com isso, que aquela pessoa faça ‘ponte espiritual’ entre o homem e Deus. Só quem tem essa autoridade é Jesus. No dia em que sairmos da idolatria e da conversão à denominação, quem sabe nos converteremos ao Senhor. Então iremos compreender que os ‘sacerdotes de Deus’ estão todos por aí espalhados pelo mundo e jamais restritos a uma denominação supostamente privilegiada.

      Enfim: o poder de dar testemunho de Jesus foi dado a TODOS que O têm como Senhor e Redentor de suas vidas. Ou seja: o sacerdócio oferecido a TODOS os crentes consiste no acesso direto a Deus e na responsabilidade de apresentar Cristo ao mundo por meio de testemunho pessoal. Segundo a narrativa de Atos, Jesus falou aos homens E MULHERES que estavam reunidos: ‘Recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria até os confins da Terra’ (Atos 1.8)

      • sinceridade disse:

        Regina , a paz de Deus ,tudo bem?

        Então Regina, você já conhece o que penso , a minha opinião . Apenas vou resumir para não ficar repetitivo:

        Deus está no meu coração , fala comigo, sinto Sua Presença, como diz esse trecho “Eis que estou à porta, e bato: se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.
        Apocalipse 3:20” , e está no coração de todos que O receberam ao abrirem seu coração .

        Mas, Ele também disse :””Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou Eu no meio deles.”(Mt 18.20).
        O Espírito Santo, o Consolador enviado por Jesus, é o que O representa e através Dele
        Jesus continua presente no meio do povo de Deus.

        • Regina , foi feito login em um outro nome . Leia-se Sonia

        • Sônia,

          Eu já sabia, sim, que era você, já sou bem familiarizada com sua forma de ‘falar’. Afinal, lá no blog do HP, mesmo sendo contra panelinha gospel, à vezes formamos um verdadeiro trio rss Também sem querer ser repetitiva, você é exemplo de que, mesmo com claras divergências, existe uma coisa de alma muito forte que nos une e, isso, fundamentalismo nenhum é capaz de entender, tampouco de destruir. Aproveito pra dizer mais uma vez da minha admiração a essa sua notória expressão de amadurecimento.

          Então…

          O que eu fiz, na verdade, foi uma elaboração com base em Jesus, a partir do que você falou. E, mesmo você se pronunciando para esclarecer, com esse seu jeito peculiar totalmente desarmado e sem qualquer pedantismo, eu SEI que tanto você como outros leitores entenderam a mensagem. E isso é o que importa.

          Entretanto, a partir de duas colocações quero que saiba: eu não duvido que Deus esteja em seu coração ou de qualquer outro leitor. Não me arrogo a esse questionamento. Na mesma proporção que não me (PRE)ocupa o coração, qualquer coisa que dizem a meu respeito ou acerca de minha fé. Aliás, NADA que se refira a vida PESSOAL ocupa meus pensamentos nem minhas palavras em blogs. Não sou fofoqueira nem maledicente. Sou escritora e sou blogueira há mais de dez anos, exponho minha opinião pessoal nas redes sociais sem medo de mostrar minha cara e meu olhar, e SEMPRE fui coerente com as minhas colocações feitas unicamente ‘em cima’ das IDEIAS colocadas. Aliás, isso faz um bem enoooorme! É terapêutico e amadurece que é uma beleza!

          Inclusive diga-se de passagem, mulher que escreve com firmeza sobre certos aspectos considerados tabus, ainda mais identificando-se claramente nesse mundo machista religioso, sujeita-se mesmo a críticas destrutivas. ‘Normal’. Então, eu lido com isso com a maior tranquilidade.

          Por fim, aproveitando essa sua última fala, gostaria que refletíssemos que esse ‘dois ou três reunidos em nome de Jesus’ não se refere estritamente à oração em algum espaço geográfico/denominacional, mas MUITO MAIS amplamente à ação do cotidiano que, obviamente, envolva relacionamento entre as pessoas. Afinal, não existe nenhum lugar de culto fora do amor ao próximo.

          É disso que venho falando em português bem claro.

          Em Cristo.

      • Afirmar que o Espírito Santo age COMO E ONDE QUER e depois dizer que “em Jesus não há um fraco SER INSPIRADO PELO ESPÍRITO DE DEUS para falar aos nossos corações”, não está certo. Primeiro, é uma contradição. Segundo, é por em descrédito os dons de Deus. E isso é heresia.

        De fato o Espírito de Deus é livre. É livre para para, inclusive, inspirar fracos seres para edificação da igreja.

        Paulo em sua primeira carta aos coríntios diz:

        “E agora, irmãos, se eu for ter convosco falando em línguas, de que vos aproveitarei, se vos não falar ou por meio de REVELAÇÃO, ou de CIÊNCIA, ou de PROFECIA, ou de DOUTRINA?” (ICor 14:6)

        (É claro que, pelo contexto, Paulo compara o dom de línguas com o dom de profecia. Não anula nenhum. Todavia diz que, para no caso da edificação da igreja, o dom de profecia é superior ao de línguas.)

        Ele fala que não há proveito para a igreja se as palavras não forem entendidas mas também deixa claro que, para isso ocorrer, é preciso falar por revelação, ciência, profecia ou doutrina. Note-se que ele está falando para a igreja. Então, é o fraco ser, chamado Paulo (ou será que ele era um super ser?), inspirado pelo Espírito Santo, falando ao coração da igreja por essas vias. Ou será que não havia inspiração? E como sabemos, Paulo veio depois de Jesus.

        Acredito que todos aqui sabem que Jesus é o ÚNICO e SUFICIENTE mediador entre Deus e os homens. É por isso que Ele nos ensinou a fazer nossas preces ao pai em Seu Nome (João 14:14 e refs). Isso não quer dizer que um membro da igreja está impedido de orar pelos seus conservos. O que não se pode é orar ao Pai (em favor de si próprio ou da igreja) em nome de A ou B. Deus só aceita orações em nome de Jesus. Por outro lado, orar pelos outros é um ato de amor. É uma ato ratificado pela Novo Testamento, também! Dessa forma, um culto onde um (ou mais) intercede (ora), em nome de Jesus, em favor de todos é TOTALMENTE legítimo.

        Tinha mais que escrever mas meu tempo acabou…

        Lima

        • Implicância pessoal é algo que cega chegando a ser risível em certos momentos. Junte-se essa gratuita má vontade a duas frases colocadas soltas sendo retiradas de todo um contexto (‘normal’ rss) e tenha-se uma estranha valorização exacerbada do que se considera blá blá blá.
          Isso é o que eu conheço por contradição. Já vi esse filme…

          • Regina,

            Não existe nenhuma implicância nem contigo nem com os demais. Tanto você como os outros (HP, Eleotério, Márcio, Bereiano…) discorrem muito bem acerca do evangelho. Também aprendo com vocês. Acontece que de VEZ EM QUANDO vocês postam coisas incompatíveis com a realidade do evangelho, ontem e hoje. Então minhas réplicas não são pessoais. São em cima do que é escrito. São para oferecer uma visão diferente sobre a pauta, procurando sempre o embasamento na Escritura, afim de que os OUTROS leitores possam tirar suas conclusões.

            Temos que estar prontos para aceitar ser questionado (a), ainda mais quando a pauta é o evangelho. Até Jesus foi questionado, mas NINGUÉM O venceu, aliás, eu quero crer que Ele até gostava de ser questionado (mesmo pelos fariseus) pois abria-se a oportunidade para a Palavra.

            Quanto as frases tiradas do texto, são a síntese do que foi escrito. E, repito, são contraditórias. Não poderia concordar com isso, por omissão, ainda mais que tudo que foi escrito foi em cima do que a Sônia escreveu, para contradizê-la. Acabou pondo em dúvida as suas experiências com Deus, no culto.

            Agora, permita-me, ser CLARAMENTE pessoal.

            Uma vez já disse e outra, direi: a sua aversão aos “ministérios denominacionais é absurda”! Em quase todos os seus comentários, existem ironias ou palavras de ordem, contra eles. Vez ou outra, você faz alguma ressalva, é verdade. Sabe, eu acho que o seu GRANDE problema é a GENERALIZAÇÃO. Ora, existem muitas denominações e ministérios. Dentre eles existem os comprometidos com o evangelho e os que não são. Mesmo dentro de um ministério sério, existem ministros não tão sérios assim. Atente para isso na hora de teclar.

            Como diz o ditado: uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

            Um pouco de equilíbrio faz bem. Faz muito bem.

            Outra coisa que tenho percebido é que raramente alguém te questiona. E quando alguém faz isso, você diz que é pessoal. Será que a maioria aqui concorda em 100% contigo? E se não, que mal há em questionar?

            Peço que não encare isso como um ataque. É como você sempre diz com outras palavras: “vamos pensar…”

            Reflexão é a palavra da vez.

            Lima.

          • Então, Lima…

            Pela primeira vez, você se reporta a mim, diretamente. E de forma respeitosa! Isso é super louvável considerando a sua antiga abordagem registrada aqui e ali… Mas tudo bem, eu aceito e passo uma borracha em tudo. Aliás, como sempre faço na minha vida cotidiana. Passou. Vira-se a página. É assim que tem que ser a vida.

            Mas tenho que iniciar discordando com o fragmento ‘DE VEZ EM QUANDO vocês postam coisas incompatíveis com a realidade do evangelho’. Entendo que seria melhor colocado como coisas incompatíveis com A SUA INTERPRETAÇÃO do que seja Evangelho.

            Quanto a Sônia, ela sabe que sua sutileza ao exaltar a denominação, impulsiona-me sempre a repetir que Deus não está aprisionado. Faço isso com toda tranquilidade, pois tenho abertura pra falar-lhe, não significando, entretanto, que eu duvide da experiência pessoal dela para com Deus. Como diz você: uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

            Sobre a ironia não entendi a estranheza, pois trata-se de um mecanismo literário utilizado largamente por todos aqui. Inclusive por você. O que existe, na verdade, é uma linha tênue entre a ironia e a estupidez. Pois, uma coisa é satirizar certas posturas de recorrente auto afirmação religiosa em meio a erros gramaticais crassos; outra coisa completamente diferente é comentar claramente acerca da dignidade de alguém. Isso é nojento. Não concordo que pessoas – principalmente idosas! – se reportem a outras dessa forma. Quem quiser que faça vista grossa, mas eu não passo a mão na cabeça de quem fala com a intenção de denegrir a imagem de alguém.

            Ah, e você critica o uso da ironia e, justamente logo em seguida, diz ironicamente que ‘um pouco de equilíbrio faz bem’. Ora, convenhamos, quem precisa de um pouco de equilíbrio, é porque não tem nenhum. Na boa, não que me incomode ou me atinja sua opinião acerca do grau de equilíbrio que há em mim. Mas observe que você condena o que você mesmo faz. Minha vez de dizer: ‘atente para isso na hora de teclar’.

            Não me lembro de ter usado a expressão ‘AVERSÃO’. Discordo de muita coisa, inclusive na denominação à qual sou filiada. Sou bastante lúcida e vejo o que há por trás dos bastidores. Seu achismo sobre meu grande problema ser a generalização, não tem fundamento até porque você não conhece a dinâmica da minha vida pessoal, não tendo, portanto, respaldo algum para tal julgamento. Rogo pela misericórdia de Deus, oro por todos, indiscriminadamente. Taí, nesse caso eu generalizo, até porque é Ele mesmo quem coloca essa angústia e esse clamor no meu coração.

            O sentido de ‘ministério’ varia de instituição pra instituição. Em algumas, está ligado diretamente a hierarquias internas e exclusivistas com as quais nunca concordei. Em outras, os vários ministérios visam atender as necessidades das pessoas de modo geral, independente de carteirinha de clubinho religioso. Nesse tipo de ministério eu mergulho de cabeça, por ser conforme o Evangelho. Jesus nos ensina que a solidariedade para com o próximo, não é, necessariamente, ao irmãozinho da minha denominação. Outra coisa que não concordo, DE JEITO NENHUM, é sair listando o que se faz e deixa de fazer, como auto-afirmação religiosa de menino na fé e demonstração de auto exaltação , tão detestáveis aos olhos de Deus. Sem falar que é uma atitude infantilizada, uma criancice sem tamanho! Confesso que quando leio algo do tipo fico com vergonha. Como dizem nas redes sociais: #vergonha alheia.

            Quanto a eu alegar acerca de ‘questionamento pessoal’, tenho que discordar também. Pois, há sim, quem leva para o lado pessoal, inclusive de forma apelativa, repetitiva e acintosa. Isso nem se discute. Se você não consegue enxergar, paciência, não sou eu quem vai trazer de volta assuntos desagradáveis e vãos, pois isso não é da minha índole, assim como, espero que também essa não seja a intenção no seu coração.

            Em relação a raramente alguém discordar da minha fala, obviamente é porque há consenso. E há ainda quem discorde e não leva para o lado pessoal, como o ‘cristão ortodoxo’, por exemplo. E mesmo o embate sendo acalorado, eu aceito com naturalidade, ainda que não concorde. Debater e expor o que pensa não significa que se está querendo impor. Diz-se, simplesmente. E acata quem quer. Pelo menos é assim que absorvo o que leio aqui e em outros blogs, assim como tudo o que me acontece no meu cotidiano, retendo o que é bom.

            Em relação a tuas duas perguntas, eu só digo que aprecio demais a liberdade de questionar e que não estou nem um pouquinho (pre) ocupada com percentagem, estatística, enquete. Exponho minha opinião, simplesmente. Justamente por não valorizar esse lance números, há muito tempo retirei do meu blog o gadget de ‘seguidores’.

            Enfim, sou carente das misericórdias de Deus, como qualquer um aqui, um ser humano falho e aberto a aprendizado constante, posto que seja um processo pra vida toda. Busco ser coerente com o que penso, falo e faço, sendo radicalmente contra todas essas distorções, acréscimos, decréscimos, exclusões e alterações que foram sendo feitos e, consequentemente, inseridos na mente das pessoas ao longo do tempo. Essa é a tecla que eu bato. Incansavelmente. É disso que eu venho falando. Faz muito tempo.

            Por fim, concordo plenamente com você, no final de sua fala: reflexão é a palavra da vez.

            No mais, tá tudo certo. Porque nossa luta não é contra pessoas…

          • Regina,

            Então, se é apenas a minha interpretação do evangelho, certamente, posso afirmar o mesmo de você. Sempre tem verdades claras porém outras dependem de interpretação. Mas essa interpretação deve ser suportada pela Escritura. Você tem a sua, eu tenho a minha. Mas não pode existir duas verdades sobre o mesmo tema.

            Quando falei do uso de ironia ao se reportar aos ministérios foi somente para corroborar a tese da aversão. É só reler. Em momento algum, quis dizer que não faço uso também.

            Quanto ao equilíbrio também não me fiz claro. Eu fiz referência ao exagero em algumas colocações tuas, só isso. Não é legal ficar escrachando-os, mesmo sem citar nomes, publicamente. Dizer a verdade é uma coisa, lançar mão de adjetivações perjorativas, é outra. Também não afirmei que você não tem equilíbrio. Ora se no mundo real já é difícil traçar o perfil de alguém, imagine no virtual.

            Nem sempre é por consenso que alguém cala. Pode haver intimidação, limitação técnica… Sinceramente, eu acredito que mesmo discordando, alguns aqui se calam. Talvez haja um respeito excessivo, ou pode ser a velha troca de “tapinha nas costas”… sei lá.

            Sim, questionamento pessoal deve ser evitado. Mas alguns levam para esse lado por não ter o que responder. Escrevo em blog´s e fóruns há pouco tempo, mas é suficiente para discernir certas estratégias.

            Concordo que muitas coisas precisam mudar. Mas, geralmente, mudanças levam tempo. E é preciso muito cuidado nessa questão pois podemos sair do legalismo desprezível direto para o liberalismo teológico ou anarquia inaceitáveis que, na minha opinião, é, talvez, pior.

            Enfim, continuemos a escrever com firmeza para o bem da verdade, dentro da Escritura, sem diminuir ninguém. Assim fazia o Mestre dos Mestres.

            “No mais, tá tudo certo. Porque nossa luta não é contra pessoas…”

            Certo. Nossa luta deveria ser sempre contra “o príncipe deste mundo”, pois quando lutamos uns contra os outros, rendemos “pontos” para ele.

            Um abraço fraternal,

            Lima

          • Então tá, Lima. Entendi mal e por isso mesmo vou prestar mais atenção ainda nas colocações adequadas das minhas próprias palavras, de maneira que eu contribua para que se evite interpretações errôneas como as que fiz aqui.

            E, sem querer estender demais nem tampouco fazer qualquer polêmica, só gostaria de dar duas pinceladas nessa tua última fala.

            Primeiro que, mesmo eu deixando bem claro que não valorizo esse lance de quantidade, números e percentagem, você insiste, dizendo:

            ‘Nem sempre é por consenso que alguém cala. Pode haver intimidação, limitação técnica… Sinceramente, eu acredito que mesmo discordando, alguns aqui se calam. Talvez haja um respeito excessivo, ou pode ser a velha troca de “tapinha nas costas”… sei lá’.

            E eu repito:
            Quando escrevo, eu não estou preocupada com a quantidade de gente que concorda; quando escrevo é porque estou externando a minha própria forma de pensar. Ponto. E, quem cala ou fala, seja por qual motivo, confesso que não me interessa. Não entendi o sentido de respeito excessivo, porque para mim, respeito é respeito e fim. Mas, se há ‘respeito excessivo’ ou falsidade (tapinha nas costas), aqui ou em qualquer ambiente, eu vejo sempre assim: cada um sabe da própria consciência. Eu respondo – diante de Deus – apenas pelos meus atos e intentos, não me ocupando em fabricar/preservar adeptos.

            E, segundo, mesmo com todo o cuidado que tive no emprego da objetividade e da clareza nas minhas colocações, devo dizer que o que mais me chamou a atenção, de tudo que você ‘rebateu’, foi:

            ‘Sim, questionamento pessoal deve ser evitado. Mas alguns levam para esse lado por não ter o que responder. Escrevo em blog´s e fóruns há pouco tempo, mas é suficiente para discernir certas estratégias’.

            Pois mesmo já tendo tempo suficiente para entender algo que não é mais nenhuma novidade para mim, confesso que sempre me intriga essa sua postura de manifestar-se, convenientemente, usando os extremos: excesso de rigor para com uns, e complacência para com outros. Esclareço que, apesar de bem intrigante, não me incomoda essa sua postura nem tampouco altera em algo no meu jeito de ser e pensar. Estou apenas ressaltando essa sua notória faceta.

            Enfim, cada um, cada um. Mas bom senso e caldo de galinha não fazem mal a ninguém, já dizia minha avó, e continuo insistindo na sua própria frase: hora de refletir…

          • Ah! E tem o principal (que ficou para o final, sabe Deus porquê), que é acerca da VERDADE que não cabe dentro de uma sistematização religiosa e que não é minha nem tua, sendo de todo aquele que a professe em fé. Daí não caber em discursos…

            Nicodemus, homem religioso e sincero, teve tanta sede de Deus que resolveu sair, na calada da noite à Sua procura, sem nem mesmo saber ao certo que fora em busca DELE. E, mesmo assim, ‘não captou a mensagem’.

            De forma um tanto parecida, Pilatos, cuja esposa o alertara pelo sonho/visão, teimosamente escolheu manter sua posição. E, mesmo dizendo acerca da Verdade (‘Tu o dizes’) e estando diante da própria Verdade e da Verdade nada sabendo.

            E, assim, como há dois mil anos, a multidão caminha… Uns, como Nicodemus, com essa sede de Jesus, dizendo-se seguidora Dele e acerca Dele nada sabendo, posto que regras infindas e pesadas os impedem desse acesso. Outros, como Pilatos, falando da própria Verdade sem a tê-la Revelada, de tão ofuscado e fascinado pela hierarquia do poder.

            Só a Verdade nos liberta de todo engano. Como diria um poeta de Deus, aqueles que conhecem a verdade ‘jamais podem fazer discursos de persuasão acerca dela. A verdadeira persuasão da verdade é a ação libertadora que ela provoca no próprio ser, mesmo quando o dilacera’.

          • “Nós temos bagagem genética que recebemos dos nossos antepassados. Mas nós não estamos destinados a repetir histórias. Nós podemos nos reinventar. Nós podemos ser transformados. Nós podemos nos reeducar. Somos abertos à transcendência”.

          • Vamos lá,

            “Não entendi o sentido de respeito excessivo, porque para mim, respeito é respeito e fim.”

            As vezes há um respeito excessivo entre as pessoas, sim. Por conta disso, não têm coragem de questionar, defender-se, “atacar”… Isso é, notoriamente, percebido em certos esportes, quando novatos têm que encarar adversários veteranos. Respeitam demais o oponente a ponto de, praticamente, entregarem o jogo, ou luta. Há um bloqueio emocional tão forte que desistem. Um blog (ou fórum), quase sempre se transforma em um lugar de competição seja de conhecimento, de eloquência ou de ego. Pensemos nisso.

            “excesso de rigor para com uns, e complacência para com outros”

            Sempre tenho batido na tecla que não discuto pessoas. Algumas vezes me envolvi nisso, por ter sido mal interpretado. Tenho criticado, as vezes com rigor, certas teses (pensamentos) que alguns revelam aqui, talvez por força da emoção, que são absurdas! Dessa feita, embora pareça, não tenho sido tendencioso. Agora, quando uma pessoa fala mal o tempo todo, em todas as circunstâncias, de pessoas (ou instituições), sem reconhecer nenhum virtude… isso, sim, é ser tendencioso.

            Quanto a identificação com algumas falas de alguém e discordar de outras (da mesma pessoa), digo o seguinte: A verdade é verdade esteja na boca de quer que seja. A verdade é verdade em si mesma. Em qualquer questão, sempre existe uma única verdade. Até os maus espíritos quando eram expelidos por Jesus falavam a verdade: “Tu és o filho de Deus”. É óbvio que Jesus não queria nem dependia do testemunho deles, por isso não os deixava falar. Mas nem por isso aquela afirmação perderia a sua credibilidade.

            “acerca da VERDADE que não cabe dentro de uma sistematização religiosa e que não é minha nem tua, sendo de todo aquele que a professe em fé. Daí não caber em discursos…”

            Sim, como disse, a verdade é verdade por si só. A palavra verdade pode ter vários significados, dependendo do contexto. Palavra de Deus, Jesus, Deus… Não, fiz referência a nenhum desses. A minha colocação foi em cima das interpretações, que eu chamei de “verdade”. Existem muitas interpretações mas apenas uma é a correta, e isso, em qualquer assunto. No caso do evangelho, dependendo da questão, temos a verdade totalmente despida; em outras, temos aproximações da verdade através de indícios. E existem ainda aquelas em que podemos estar redondamente enganados. Todos ainda estamos aprendendo.

            “jamais podem fazer discursos de persuasão acerca dela. A verdadeira persuasão da verdade é a ação libertadora que ela provoca no próprio ser, mesmo quando o dilacera”

            Concordo plenamente.

            Lima.

          • Bom, acho que o assunto já está praticamente esgotado, não há muito o que dizer, porém, como já falei, cada um que fale e se comporte de acordo com a própria consciência, diante de Deus. De minha parte – e eu só posso responder por mim – eu sempre me posiciono contra aquilo que foge da simplicidade do amor de Jesus. E isso não tem qualquer ligação com competição e, menos ainda, como forma de satisfazer o ego, apenas tenho minha maneira contundente de me expressar. Assim, quando todos entendermos finalmente, que aqui não se trata de competição, jogo e lutas entre pessoas, então o tratamento de uns para com os outros certamente mudará. Posso até ser uma sonhadora mas eu tenho essa esperança.

            No mais, agradeço, primeiramente a Deus por estarmos num nível aceitável de diálogo, por mais que haja divergências. Isso muito me alegra o coração. Quanto a você, Lima, particularmente, só tenho a lhe agradecer pelas explicações e atenção colocadas de maneira tão sincera e respeitadora. Ainda que se perceba certo toque de julgamento equivocado no seguinte fragmento: “Agora, quando uma pessoa fala mal o tempo todo, em todas as circunstâncias, de pessoas (ou instituições), sem reconhecer nenhum virtude… isso, sim, é ser tendencioso”.

            Até porque, se for assim como você coloca – “o tempo todo e em todas as circunstâncias” – aí a pessoa já nem é meramente tendenciosa; e, sim, extremista, intolerante e obsessiva. Seja falando bem ou mal.

          • Certamente, já não há mais o que falar sobre isso visto que já chegamos a um entendimento.

            Viremos essa página e batalhemos, agora, “desarmados”, por essa fé que uma vez foi dada aos santos.

            Muita paz ao seu coração,

            Lima

  43. Evangelista cristão

    Eu creio que todo cidadão tem o direito de pensar como quiser.

    Eu tenho minha opinião formada que é impossível estar voltado para o Cristianismo e também cultuar a Deus de acordo instruções do novo testamento.

    Temos que fazer batismos e no templo temos um local para batismos,
    (os rios são poluidos).

    Santa Céia que uni o corpo de Cristo, tendo que participar um conjunto de 300, 500, 1000 pessoas(precisa de um local apropriado), entre outras coisas que devem ser feitas em conjunto de pessoas. É necessário ter um local, seja templo, salão, etc.

    Sobre eu citar Brasil e ou EUA, nada tem a ver se o povo obedece ou deixa de obedecer a doutrina. Não quer dizer que o povo reunindo num templo e ou salão é pior do que cultuar sozinho(a) em casa e ou nas cavernas…rsss…

    Reunir-se num local apropriado é questão de ser organizado e, também estar unido com o corpo de Cristo na terra.

    Voces que não concordam com reuniões em templos são muito SANTOS e conseguem sozinhos buscarem a Deus, orar, cantar hinos, batizar num tanque de plástico dentro de casa, participar da S. Céia sozinho(a)…rsss….

    Eu e mais 90% da população Brasileira somos muito fraquinhos e, precisamos estar unidos e, juntos cantarmos, orarmos, Participarmos da S. Céia, entre outras coisas maravilhosas que juntos celebramos.

    Reconheço que mesmo cultuando em templos tem uma porcentagem grande que não conseguem ser perfeitos são errantes e até pecadores.

    Quem sabe um dia nos conseguiremos alcançar tanta SANTIDADE e cultuar sozinhos em casa e, termos a sabedoria infinita que voces demonstram na NET…rsss……

    Enquanto não conseguimos, continuaremos reunindo e cultuando nos templos…rsss….

    Evangelista Cristão abolindo falsas filosofias e ou teorias tolas…rsss….

    • “Vocês que não concordam com reuniões em templos”

      Quem disse isso aqui? Foi dito que o templo ou o monte não são imprescindíveis para a realização do culto coletivo.

      “conseguem sozinhos buscarem a Deus, orar, cantar hinos”

      Isso é TOTALMENTE possível!!!

      “batizar num tanque de plástico dentro de casa”

      Dependendo das circunstâncias, batiza-se até em um buraco, cavado na terra, forrado com uma lona. Em algumas oportunidades, na África, foi assim que a CCB ministrou o batismo.

      “participar da S. Céia sozinho(a)”

      Ninguém afirmou isso! Todos concordam que a Ceia do Senhor deve ser celebrada em comunidade.

      “Reunir-se num local apropriado é questão de ser organizado e, também estar unido com o corpo de Cristo na terra”

      Organização sim, união com corpo de Cristo, não. Que dizer dos irmãos que estão nos hospitais ou dos velhinhos que estão incapacitados de ir a um templo? Acaso estão desunidos do “corpo de Cristo na terra” por causa dessa incapacidade?

      Um conselho: admitir um equívoco não diminui ninguém nem é sinal de fraqueza. Ao contrário, produz crescimento e robustez.

      Lima

    • Em nenhum momento foi falado em “cultuar sozinho”…

      ai ai..

  44. Evangelista Cristão

    hp, quem precisa de entendimento é voce…rsss….

    Primeiro voce diz que todo aquele que crê em Cristo já está salvo….rsss… Não precisa ter obras…rsss…

    Outra momento voce fala que eu serei condenado pelas coisas que escrevo e afirmo…rsss

    Eu, já estou salvo NÉ ?…rsss… Afinal eu creio em Cristo,,,kkk

    Baseado na tua e na de outros aqui na NET eu não preciso ter obras é só crêr.

    Toda vez que voces zombarem da minha satisfação em ter uma familia abençoada espiritualmente e materialmente eu irei defender-me.

    Voces falam o que querem e tem que ler o que não querem…rsss…..

    Eu nada posso fazer se vossa familia vive desordenadamente e, alguns são frustados com as decepções na vida como; O marido ter abandonado, o filho(a) está no pecado, a vida material não houve sucesso….rsss…..

    Voces deverão reclamar com Deus !!

    Voces estavam acostumados a pegar pessoas na NET que nada conhecem na biblia e, hoje eu tenho respondido o que leio e aquilo que interpreto. O que eu ineterpreto é problema meu…rsss…. Se estou certo ou errado ninguem pode me julgar…rsss…..

    Voces interpretam a biblia e eu sou OBRIGADO a respeitar vossa forma de pensar !!

    Voces tem que respeitar minha forma de oensar também…rsss….

    Se minha vida e familia fosse uma desordem eu poderia até pensar em mudar,mas, os sinais de Deus e de bençãos espirituais na minha familia me forçam a continuar como estou.

    Os sinais na vida da vossa familia são de bençãos espirituais ?

    Se vossa familia for desorganizada e viverem no pecado é só voces passarem a servir a Deus como eu e, Deus abençoará vossa familia também…..rsss…

    Passem a cultuar num templo junto a Igreja de Cristo – Visitem os doentes – Ajudem nas construções de templos – obedeçam 15 de Atos – ide por todo mundo e preguem o evangelho – ajudem os orfãos,viúvas e necessitados levando cestas básicas,remédios e orações nos lares, entre outras coisas…

    Tudo isso eu e minha familia fazemos e, por isso Deus nos abençoa espiritualmente !!

    Voces acham que cultuando sozinhos em casa e, ficando somente na nET mandando o povo ler livros dos reverendos resolve alguma coisa ?…rsss…

    Voces são preguiçosos e juízes daqueles que saem no campo a tranalho de Cristo…rsss

    Evangelista Cristão mostrando a diferença entre eu e alguns (ALGUNS) na NET…rsss..

    • Eleoterio.

      Em primeiro lugar, você novamente carece compreender o que escrevemos.

      Uma coisa é refutar (julgar) o que você escreve. Outra coisa é te julgar no âmbito da salvação.

      Eu julgo os absurdos que você escreve até como diabólico. Porém no âmbito da salvação eu realmente espero que você seja salvo.
      Entretanto a tua salvação é entre você e Cristo. Se você crer que Jesus é o único que pode te salvar, perdoando teus pecados, você será salvo.

      .
      Sobre interpretação dos textos bíblicos, toda vez que mostramos algo que você fica sem argumento, você acaba dizendo isto, “eu tenho minha interpretação e vocês as suas. Me respeitem que eu respeito vocês”.

      Sinceramente, este argumento teu além de errado é infantil. Você é arrogante ao ponto de nunca querer revisar teus pontos. Parece que você nasceu sabendo! Ou pior, parece que você já sabe tudo e nao precisa de mais nada!!

      Diante desta tua enorme arrogância, nada me há de fazer a não ser orar para que Deus possa te mostrar que você está errado. E orar para que Deus tenha misericordia dos irmaos aonde você atende e os cooperadores, diáconos e anciãos novos que você lidera.

      Que estes possam ler a Bíblia e compreender o Evangelho de Jesus Cristo.

      • Ah,

        Na minha família tem anciãos, cooperadores, cooperadores de jovens, músicos, organistas, porteiros, administradores, alcoolatras, separados e amasiados.

        Tem engenheiros, professores, escrivão de polícia, vendedores, empresários, pilotos de avião, farmacêuticos, pescadores, desossadores, pedreiros e cabeleireiros.

        Qualquer dia vou te visitar. Chegar de manhã as 7 horas na tua casa deve ser maravilhoso. Crianças de banho tomado, arrumadas, café coado, leite fervido, todos sorrindo, o sol brilhando, o céu azulzinho, pão saído do forno…

        E todos passando margarina no pão…

        • Primeiramente, devemos nos lembrar que Jesus tratou os religiosos impiedosos e sem amor com muito rigor, usando expressões como serpentes, raça de víboras, hipócritas, sepulcros caiados, com TODOS aqueles que arrotam perfeição, beleza e justiça EXTERIORMENTE, mas por dentro estão cheios de hipocrisia e iniquidade.

          E quem tem um pouquinho de bom senso e analisa com isenção percebe com muita rapidez, que a impiedade repetitiva que o Eleotério julga ser para alguém específico, é deboche perigoso, posto que direcionado, aleatoriamente, a um leitor desavisado que vê um dirigente de sua denominação comparar plenitude divina com valores terrenos. E, enquanto ele se declara abençoado, muitos dos milhares de leitores que têm realmente a mãe na sarjeta, ou que estão eles próprios na sarjeta, pai ausente, vindos de famílias pobres, sem recursos materiais e sem títulos, se sentem humilhados, constrangidos e rejeitados por ‘este deus’ que privilegia uma família numerosa e supostamente sem mácula. No entanto, Jesus veio justamente para estes que estão na sarjeta. Infelizmente, quem vive de idolatria denominacional não alcança jamais a revelação da Verdade que é Jesus e que está na literatura das 4 narrativas dos evangelistas. Jesus JAMAIS se alegraria com esse tipo de gente que prega de púlpito usando Seu Nome e zomba da vida particular das pessoas.

          Enquanto Jesus SARA milhares de famílias que passaram por dores terríveis de separação, restaurando suas vidas, o diabo lança setas envenenadas por não se conformar que Deus realmente tenha operado na vida pessoal de quem experimentou esse tipo de tragédia. Usando de pessoas preconceituosas, dirigentes machistas e religiosos esquizofrênicos, para lançar dúvidas sobre o verdadeiro bem que Deus faz nas vidas das pessoas. Não suportando uma vida restaurada por Deus, o tinhoso distorce os reais valores na perspectiva de Deus, colocando dúvida na mente dos mais jovens. E, ainda, no intento desesperado e apelativo para que os demais desacreditem do que falamos, elege um ‘dirigente espiritual politicamente correto’, e inverte os papéis tentando afastar os leprosos da presença de Jesus.

          A verdade é que essa notória carga preconceituosa e machista instalada na alma de algumas pessoas é devido à falta de real envolvimento CRISTÃO nas situações. Só enxerga qualquer situação com compaixão, quem se coloca no lugar do outro, como manda Jesus. Então, quem obedece EM AMOR, não ri do infortúnio do outro nem manda ‘acertar contas com Deus’. Vive a dor do outro. Ajuda na cura. Se envolve, como fez Jesus! Ele sim, se envolveu. E entendeu. E não julgou. Ao contrário, ele disse ‘não vim julgar, vim salvar’. Mas, nossa natureza caída, ao contrário, tem forte tendência a fazer o oposto do que diz Jesus, alimentando e realimentando conceitos pré-estabelecidos e que desaguam num julgamento frio e maldoso. É onde a língua solta tem o intuito de manchar a reputação de alguém com o prazer mórbido e a maldade gerados do autoengano e da visão perversa acerca da vida pessoal do outro. E o mais contraditório é que, da mesma boca envenenada que atira dardos envenenados para denegrir a imagem de alguém, dessa mesma boca e com a mesma língua são ditas palavras usando o nome de Deus.

          “Acaso, pode a fonte jorrar do mesmo lugar o que é doce e o que é amargoso? Acaso, meus irmãos, pode a figueira produzir azeitonas ou a videira, figos? Tampouco fonte de água salgada pode dar água doce.”

          Tiago questiona justamente o discurso não-cristão, as palavras amargas e zombeteiras. Ele faz essa pergunta a quem vive listando o que faz para obter o Reino dos céus, divulgando ações de bom filho, bom pai, bom marido… Estes, entretanto, nem percebem que a pergunta é para eles, pois se acham abastados, se achando perfeitos, completos e limpos, jamais chegando ao entendimento da Verdade Revelada. Não se permitem desnudar por Quem é O Único capaz de enxergar, perdoar e remover a sujeira num lavar definitivo que nos transforma, não em falso piedoso cheio de boas obras no currículo pra driblar sujeiras escondidas. Mas transforma-nos, sim, em seres capazes de reconhecer que nada somos sem a Sua misericórdia; tira-nos do nosso pedestal falso e arrogante e nos coloca num lavar constante onde nos surpreendemos diariamente tão deformados, que diariamente caímos por terra e nos arrependemos pedindo perdão e cura. Este é o único Pacto (Aliança) feito com um vaso de barro. Essa chance dada pela Misericórdia de se deixar ser remodelado e reconstruído diariamente, em meio a todas as imperfeições da alma, e que recebe o nome de GRAÇA. Sendo possível APENAS ao que abre mão de seu orgulho, da sua teimosia, de costumes e hábitos enraizados na alma tão cheia de gambiarras que a tornam feia e desprezível. Alma adoecida de quem exalta a si mesmo usando o nome de Jesus. Só a Graça de Deus, que não tem qualquer ligação com nenhuma denominação e tão somente com o sacrifício feito na Cruz, é que encaminha o ser humano a uma conduta saudável e positiva que lhe permite viver em serenidade com a própria consciência, impedindo que se instale o azedume no coração.

          Quem entende a CLARA mensagem do Evangelho SABE que Jesus veio ao mundo para nos revelar os verdadeiros tesouros (Graça e Salvação) e ABOLIR os acréscimos da cultura judaico/religiosa de que ter coisas materiais, saúde e posição social era ser escolhido, enquanto ser leproso e pobre era símbolo de rejeição divina. Quem conhece a Jesus, aprende que Ele não veio pisar na cana quebrada nem apagar o pavio que fumega, mas levantá-lo, reerguê-lo, dar força, dar esperança.

          Desgraçadamente, ainda hoje, muitos crentes que ousam falar em Seu Nome, não entenderam a mensagem, o ensino e o mandamento de Jesus, pregando um anti-Evangelho e retomando a velha e desprezível linha judaizante acerca de bênçãos divinas.

          Por fim, diante de tudo que tenho lido ultimamente eu só estou certa de uma coisa: quem assim se comporta se denuncia a si mesmo, como sendo alguém que não entendeu absolutamente NADA acerca de Jesus e que vive justamente um anti-evangelho. Vive um anti-evangelho e repassa isso de púlpito. E isso é muito mais do que triste. Isso é muito sério e nos remete ao que Jesus fala severamente em Mateus cap.7, vers 15 a 23.

          Admirada com quem AFIRMA identificar-se com certas falas ditas aqui escancaradamente, fica registrado o claro REPÚDIO de quem não compactua com absolutamente NADA que seja o oposto do Evangelho da Graça. Estou certa de que tripudiar, de forma escancarada e repetidamente, em cima de quem não usufrui das supostas bênçãos dos céus, PROVOCA indignação, perplexidade e tristeza nos corações de TODOS aqueles que compartilham do Evangelho genuíno.

          E Que Deus tenha misericórdia de todos nós.

          • Márcio José Sérgio Ermida (Colecionador de Bíblias de Estudo CCB) disse:

            Os amigos de Jó, com todo conhecimento e temor que possuíam, e em alguns aspectos sobre Deus até estavam certos; porém, achavam que Jó perdeu sua família, seus bens, sua saúde e até auto-estima justamente porque ele “teria pecado”. Já teria que se humilhar perante Deus e pedir perdão por algum pecado grave e oculto que estava trazendo todas aquelas mazelas sobre sua cabeça.

            Tem líder que lê 42 de Jó, prega vitória, mas também não deixa de pregar a maldição de Dt. 28 e com gosto. A bênção incondicional e soberana de Deus parece que sempre vai estar atrelada às boas obras e costumes, sobretudo comportamentais, de vestuário, enfim, de uma lista de regras criadas por pessoas como os amigos de Jó, que estavam ali cheios da mesma boa intenção que enche o inferno também.

            Ainda bem que Deus passou-lhes um “sabão”, colocando-os em seus devidos lugares. Homens sábios, inteligentes e piedosos, mas mesmo assim não conseguiram enxergar um palmo além do nariz espiritual a que estavam acostumados, ou seja, olhavam para Jó através do vidro de suas carcomidas, empoeiradas, sujas e mesmas janelas. O homem estava limpinho, apesar das úlceras e coceiras e de ele mesmo querer sentar no monturo, mas eles só enxergavam as chagas.

            Os bildades da modernidade dizem que Deus é um só e que nunca mudou, por isso só quem seguir Sua sã doutrina poderá adquirir a salvação. E, por acaso (ou não) a referida sã doutrina só se encontra em uma igreja, e em outras muito parecidas com ela. Por ironia, as igrejas dissidentes, apesar de serem quase iguais à nossa, são consideradas apóstatas porque “saíram de nós”.

            Espero sinceramente que esse blog e outros sejam como um farol que ilumina aquele “marzão” escuro onde pessoas pensam que por estarem agarradas a uma bóia chegarão em algum lugar. Que se mostre o porto seguro, a terra firme, onde Cristo é o Capitão, e que todo mundo se lembre que Ele não elencou nenhum intermediário, nem homem nem denominação.

            Márcio – CCB do Brasil, ih! acabou meu horário de almoço!

  45. quem disconcidero os templos .? as sinagogas surgio em medos do ano 350 a c por causa do exiliio do povo de isrrael em varias naçoes, muitos nao tinha condiçao de subir para jerusalem , a adoraçao das 3 festas anuais, pascoas pentecostes, tabernaculo.entao criaro as sinagogas, e uma composiçao de livros , tora, escrituras, e os profetas e deu se o nome sepuaginta. nessa epoca o povo se misturou com varias naçoes, foi o prosito de Deus, atraves da lliturgia todos os sabados deu conhecimento para o nascimento do messias, tanto e que o propio messias abrio as escritura(sepuaginta) dentro da sinagoga(conglegaçao) e leo o livro do profeta isaias.mas nao foi recebido.
    ja aos 12 anos ja ensinava, ele e livre pra pregar onde ele quer, deus criou caminho para operar.
    numa confusao que quisero impor varias doutrina desnecessaria, foi dito para nao pertubar niguem e so abister da idolatria,carne sufocada,prostituiçao,furnicaçao, e do sangue em rituais hermeticos que era religiao olcutitas base romana e grega, que era os falsos crentes.
    e disse mais a lei e os profetas tinha quem pregava na sinagogas todos os sabados, o espirito santo considero algo da letra , a letra e impotente para salvar mas conduz a cristo.
    muitos luto para blibia chegar em rede mundial, apos ela as sinagogas(conglegaçoes e igrejas) modernas, com ministros variados. mas o que vale e jesus que e o caminho. por que o batismo, santa ceias. tem quem pregue todos os dias, mas quando a currupiçao aumentar mais, eu minha familha servimos o senhor , poderemos seiar dentro de nossa casa mesmo. visto que somos em cinco. e aguardando a volta de jesus. por que o justo vivera da fe.
    so mais uma coisa sou ccb por enquanto, mais sei que o espirto santo opera em todas as igrejas em todo lugar, e tambem na ccbmj. que ta com uma liturgia melhor que a ccb. mais o mais importante e servir a deus em verdade e espirito.

  46. o bom mesmo e pao com doce de abobora!

  47. Evangelista Cristão

    hp falou para Evangelista…..

    Eu julgo os absurdos que você escreve até como diabólico (DIABÓLICO ?). Porém no âmbito da salvação eu realmente espero que você seja salvo.
    Entretanto a tua salvação é entre você e Cristo. Se você crer que Jesus é o único que pode te salvar, perdoando teus pecados, você será salvo.

    EVANGELISTA RESPONDENDO…….

    hp, voce tem momentos que agride e, tem momentos que me ridiculariza…rsss..

    Voce me chamou de diabólico !! O dia que algo diabólico ajudar uma familia com aprox. 200 pessoas serem Cristãos teremos que rever o novo testamento…rsss…

    O diabo jamais usa de alguém para levar o evangelho, levar cestas básicas, construir igrejas, cantar hinos em casas de pobrezinhos no Norte de Minas,visitar os enfermos, estar liberto das drogas, fornicação, adultério, política,negócios desonestos,etc…

    Baseado nas coisas que eu e minha familia praticamos, posso afirmar que aquilo que escrevo e aquilo que pratico é CELESTIAL.

    Em momento algum eu afirmei na NET que vossa forma de pensar é diabólica e, sempre respeitarei vossa interpretação biblica.

    Evangelista Cristão

    • Irmão Eleotório , a Paz de Deus

      Me perdoa a intromissão , mas , lendo seus comentários , dá-se a impressão que cristãos que não possuem bem materiais , ou não são abençoados materialmente , é sinal de que Deus não está na vida deles. Fiquei um tanto temerosa , não por mim , entende , que sei que não é bem assim , pois conheço irmãos que não têm às vezes o que colocar na mesa, e sei que Deus está na vida deles e como está , mas por alguns que venha interpretar dessa maneira e se abater espiritualmente.

    • E enquanto Jesus diz pra se fazer o bem sem ostentação nem publicação dos feitos, e que se dê com uma mão de modo que nem a outra veja, a auto exaltação ANTI-EVANGELHO prossegue…

    • Pedro num dia abriu a boca e falou algo pra Jesus, que imediatamente classificou como diabólico.

      Só que você não consegue entender um comentário… falta interpretação de texto básico…

      Ai ai..

    • Tudo é vaidade, diz o pregador, tudo é vaidade…

  48. Evangelista Cristão

    Tem aquele capítulo na Biblia que fala sobre Caridade. – I Cor. 13…

    A Caridade que fala em Corintios nada tem a ver com dar esmolas ou ajudar orfanatos.

    A Caridade que salva é aquela que mostra o que tem interiormente em cada ser humano.

    A Caridade não é INVEJOSA…rsss. Quando percebe as bençãos espirituais em uma familia sente-se feliz.

    Quem tem Caridade não se irrita…rsss. leiam abaixo o Texto que acabaram comigo;

    usando expressões como serpentes, raça de víboras, hipócritas, sepulcros caiados, com TODOS aqueles que arrotam perfeição, beleza e justiça EXTERIORMENTE, mas por dentro estão cheios de hipocrisia e iniquidade.
    E quem tem um pouquinho de bom senso e analisa com isenção percebe com muita rapidez, que a impiedade repetitiva que o Eleotério…

    Eleotério comentando…
    Que nervozinha !!…kkk…kkk…kkk

    Não se porta com indecência…rsss. Afirmando na NET que uma familia Cristã abençoada está errada em agradecer a Deus na NET por ser abençoada.

    Não trata as coisas de Deus com leviandade, ou seja, traçar perfiz na NET de um Cristão que sente-se feliz porque Deus o tem abençoado.

    Não se ensoberbece…rsss… Afirmando na NET que sua forma de interpretar a biblia está 100% correta e a interpretação de outro Cristão é DIABÓLICA…rsss…

    Evangelista Cristão texto para reflexão aos (as) SÁBIOS (as) da NET…rsss

  49. Evangelista Cristão

    As bençãos materiais numa familia não demonstra que a mesma tem o apoio de Deus, pois muitos tem bens materiais e, só usam para transgredir a doutrina e afundarem-se na lama do pecado.

    Por outro lado quando uma familia esforça-se em obedecer a doutrina e por onde passa dá um bom testemunho de Cristão, ajudando os necessitados, suprindo a necessidade do orfão, distribuindo cestas básicas aos pobres no Norte de Minas, ajudando nas construções de igrejas, ensinando a música gratuitamente, oferecendo cultos a Deus constantemente, clamando a Deus diariamente para que o livre do pecado, mentira, desonestidades,etc, levando o evangelho de Cristo aos pobrezinhos.

    Tudo isso comprova que Deus está junto a esta familia !!

    Evangelista Cristão, defendendo-se das acusações…rsss

  50. Evangelista Cristão

    ÉRICA ESCREVEU LOGO ACIMA…….

    Erica Serpa disse: fevereiro 18, 2014 às 2:50 pm
    Tudo é vaidade, diz o pregador, tudo é vaidade…

    Eleotério respondendo……

    Eu concordo contigo,mas, gostaria que voce entendesse que quando descrevo alguma benção espiritual e ou material em minha familia é defendendo-me das zombarias.

    Só porque eu tenho minha forma de interpretar a biblia e, não confere com alguns (alguns) na NET não quer dizer que sou diabólico…rsss

    Essas afirmações sobre minha pessoa me levaram a postar a misericórdia que minha tão grande familia alcançou de Deus, tanto na vida espiritual como material.

    Érica, nada tenho contra voce e, olhando algumas fotos tua observei que em ti existe sinceridade para com Deus e, até alguma ferida aberta em ti, Deus cicatrizará.

    Eu respeito plenamente tua forma de interpretar a biblia,mas, gostaría que voce também respeitasse minha maneira de pensar.

    Só isso…

    Deus te abençoe e cumpra o desejo do teu coração !!

    Evangelista cristão

    • Profeta de fotografia…

      “Éprácabá” como dizem em Goiás.

      E do resto, vamos “torcer” as Escrituras ao nosso bel-prazer.

  51. Acho que este evangelista cristão tem ministério na CCB e pelo jeito Ancião.

  52. Evangelista Cristão

    Capítulos para reflexão…..
    .
    RESUMO SOBRE NÃO DAR DÍZIMO

    Aqui no Brasil as igrejas evangélicas cobram o dízimo, dizendo; Quem não dá os 10% do salário é ladrão de Cristo.
    Eles afirmam isso baseado em Malaquías 3 que está escrito que lá no passado o povo roubava Deus, deixando de entregar o dízimo aos Levítas no templo e ou davam menos de 10% do que colhiam.
    O dízimo sempre foi 10% da colheita (NUNCA OURO OU DINHEIRO) e, sempre para os Levitas que cuidavam do templo, dos necessitados, viúvas, orfãos, entre outros.
    O texto em Malaquias é real,não alegórico, alí fala que Deus abriria as janelas do céu, realmente, mandando chuva para terra produzir com abundância.
    O devorador que fala também é real, literário, sendo que Deus alí afirma que as pragas(devorador) não destruiriam as plantações.
    As igrejas evangélicas afirmam que aquele que não der o dízimo(dinheiro) será amaldiçoado e Deus enviará o devorador(maldição Divina) sobre a pessoa e sua família. Querendo dizer que o tal devorador será, doenças, provas materiais, etc.

    CRUZ SEMPRE FOI SIMBOLO DE MALDIÇÃO OU MORTE

    No velho testamento, matava-se criminoso na cruz. (Deuteronomio 21Vs.22 e 23) O seu cadáver não permanecerá no madeiro, mas certamente o enterrarás no mesmo dia; porquanto O PENDURADO É MALDITO DE DEUS. Assim não contaminarás a tua terra, que o Senhor teu Deus te dá em herança”.
    No novo testamento chama-se a cruz de MALDITA:(Gálatas 3:13). MALDITO TODO AQUELE QUE FOR PENDURADO NO MADEIRO”.
    Hoje a cruz representa mal sinal como, morte, tragédia de acidentes, entre outras coisas pejorativas.
    Devemos visualizar Cristo em seu trono de Glória, vivo, vencedor e, jamais maldito numa cruz.
    Os apóstolos e primeiros cristãos nunca usaram cruz na igreja ou no corpo.
    Os primeiros discípulos teriam comprado a cruz em que mataram Jesus, e teriam levado um pedacinho consigo para se proteger. A cruz para os verdadeiros cristãos era símbolo de Maldição, pois muitos morreram nela !

    CRER EM CRISTO MAIS BATISMO

    Sobre a explicação que creu já está salvo é perigoso para salvação da alma. Esta explicação vem dos teologos, querendo enfatizar que alguém crendo em Cristo já está salvo, ou seja, algumas denominações fazem a tal preparação no cidadão(ã) e, só o liberam ao batismo da agua após estarem apto aos olhos dos dirigentes.
    Isso vai de encontro o poder do Espírito Santo que quando chama alguém, ELE tem condição de o transformar. Se formos ensinar que só crendo alguém estará salvo, vamos diminuir o poder do E. S. O E.S. por Divino decreto trás a pessoa para Cristo.
    A agua simboliza que o cristão está sendo lavado no Sangue de Cristo e, ao mesmo tempo afirma o que está em Colossenses 2; Sepultados com ELE no batismo, etc……. O batismo pela fé significa o sepultamento do velho Homem ou mulher e renascimento de uma alma sem pecado, que acabou de crer que nasceu de novo.
    Sendo assim o batismo na agua é ato obrigatório para salvação. Cristo disse; Quem crer e for batizado será salvo. Vemos que o batismo é uma condição obrigatória, na junção da letra E.
    O mínimo que alguém deverá fazer para provar que creu é aceitar o ato de humilhação em ser batizado, sepultado, etc.
    Se o batismo da agua não fosse obrigado, porque Cristo se sujeitou a entrar no rio Jordão e ser batizado por um simples mortal ? Se ELE teve esta atitude é porque sería ato obrigatório e junto ao crer serve sim, para perdoar pecados
    Observamos em todos momentos em que os apóstolos falavam em salvação, determinavam o batismo de imediato.
    Se o batismo nas aguas não fosse para salvação, jamais haveria o sacramento em muitas igrejas evangélicas, afinal os verdadeiros evangélicos creem em Cristo e, se crendo fosse o suficiente o E.S. não colocaria na boca dos apóstolos a parte batismal.
    Com referência ao ladrão na cruz que creu e foi salvo, foi Cristo que disse; Ainda hoje estarás Comigo no paraíso. Vemos que foi Cristo que o salvou e, Cristo estando vivo poderia dar a vida eterna no céu para quem desejasse, afinal Cristo tinha total autonomia. Após ELE ressuscitar veio as ordenanças do testamento e, dentre elas o batismo na agua.S.Marcos 16, Quem crer e (E) for batizado será salvo. Quem não crê já está condenado. Observamos que para salvar tem dois itens ; Crê e batizar,mas, para ser condenado basta somente NÃO crer !!
    Outra coisa, ELE conhecia a intenção do espirito do ladrão, pois o enxergava por dentro e, sabia que se o ladrão pudesse ele se batizaria.
    Nos nossos dias também acontece igual; Alguém crê em Cristo,mas, por motivo de estar a morte no hospital ou outro lugar que não o deixa batizar, será julgado no dia do juízo e, Cristo o salvará ou condenará.
    Isso não serve para aqueles que ouvem esta determinação a respeito do batismo e, por vários motivos não batizam. Quem ouvir este mandamento e, não obedecer ao Sacramento do batismo corre o risco de não receber a herança do testamento. Vemos que no mundo existem pessoas famosas, como o Pelé. Todos conhecem o Pelé,mas, sem o passaporte o Pelé não entra em país algum. Assim é aquele que diz ser Cristão sem o passaporte que adquire no batismo não entrará na pátria Celestial.
    Para os filhos de evangélicos de denominações idôneas é pior porque não podem participar da S.Céia e, Cristo disse; Quem não comer do meu corpo, etc, não tem parte comigo. A pessoa só faz parte do corpo de Cristo quando participa da comunhão do corpo e do sangue de Cristo. Se não participa está desligado de Cristo. Sendo assim, para participar da S.Céia tem que ser batizado é mais um motivo que o batismo é necessário !!!

    Segue vários pontos em que os apóstolos indicavam o batismo imediatamente, sem nenhuma preparação:

    Atos 8vs 36 Felipe e eunuco – Atos 2 vs 38 Pedro para multidão – Atos 19vs 5Atos 19vs 3 – Atos 2 vs 38 fala que batismo perdoa pecados – Atos 22 vs 16 fala que batismo lava pecados – Entre outros pontos que é só ler a bíblia !!
    Afirmando firmemente que é necessário CRER…

    NÃO ENCONTRA-SE ORDENAÇÃO DE PASTOR, MESTRE E REVERENDO NO N.TEST.

    S.João 10.11-13, disse Jesus: Eu sou o bom Pastor, e dou a minha vida pelas minhas ovelhas, mas o mercenário(mercenário quer dizer o que trabalha por dinheiro, ganancioso), vê vir o lobo e foge, e o lobo as arrebata; mas foge porque não é Pastor, é mercenário. Ainda tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; também, me convém agregar estas, e elas ouvirão a minha voz, e haverá (UM rebanho e UM Pastor). No Evangelho de Cristo era exercida por Anciãos,presbíteros e bispos (Atos 15 e Atos 20, I Timóteo 3.2, Tiago 5.14 e I Pedro 5.1-3).
    Pedro 5.1, 2,:Aos presbíteros que estão entre vós, apascentai o rebanho de Deus, tendo cuidado dele, não por força, mas (VOLUNTARIAMENTE), nem por torpe ganância, mas de ânimo pronto. VOLUNTARIAMENTE significa; Sem retribuição pelos serviços prestados.
    Paulo, Pedro,Lucas, Marcos, Timóteo, Tito, Filemon, Estevão e tantos outros,não possuíam título algum. Hoje, se vê pastores, apóstolos, reverendos, doutores,mestres,papas.
    Disse Jesus: Vós, porém, não queirais ser chamados Rabi, porque um só é o vosso Mestre, a saber, o Cristo, e todos vós sois irmãos. E a ninguém na terra chameis vosso pai, porque um só é o vosso Pai, o qual está nos céus. Nem vos chameis mestres, porque um só é o vosso Mestre, que é o Cristo (Mateus 23.8-10).
    Alguns teólogos possuem o título de REVERENDO. Digno de reverência, respeitoso.
    Reverência: Respeito às coisas sagradas, veneração, acatamento, inclinação da cabeça e do corpo em adoração a alguém.
    Apocalipse 4.11, Somente o Senhor Deus é digno, de reverência, adoração, honras e glórias. Digno és, Senhor, de receber honras, glórias, e poder, porque tu criaste todas as coisas e por tua vontade são e foram criadas.
    Efésios 4 – Por isso diz:Subindo ao alto, levou cativo o cativeiro,e deu (DONS) aos homens.
    E ELE mesmo deu uns para apóstolos, e outros para profetas, e outros para evangelistas, e outros para pastores e doutores. No novo testamento os apóstolos, não receberam estes títulos e nem ministérios de; Evangelistas,mestres,profetas,doutores ou pastores.

    CAPÍTULOS QUE MOSTRAM QUE A FÉ MAIS OBRAS LEVA A VIDA ETERNA NOS CÉUS

    Tiago 2 vs 14 ao 26 – A fé sem a obediência é uma fé morta e INCAPAZ de salvar.
    Tiago 2vs 26 – Como o corpo sem o espirito está morto, assim também a FÉ SEM OBRAS é morta. Temos que ter fé e OBRAS para salvar-nos.
    Hebreus 12vs 28 – O nosso Deus é um fogo consumidor. Prova que Deus condena também.
    I João 5vs16 – Há pecado para morte e há pecado que não é para morte. Prova que tem pecado que leva a condenação !!!
    Efésios 5vs 5 – Vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência, Fornicários,etc. Significa que Deus se ira contra quem transgride, não é só amor
    Romanos 11vs 21 – Deus não poupou os ramos naturais, tú serás cortado também, Significa que quem não for fiel será condenado !!
    II Pedro 2vs 20 – Tornou-se-lhes o último estado pior que o primeiro. Significa que quem pecar o malígno entrará nele !!
    O que descreví aqui consta no novo testamento, não é minha opinião pessoal, sendo assim, existem condições para sermos salvos, não é somente pelo tal amor falado por (ALGUNS).

    EVANGELISTA CRISTÃO postando biblia e abolindo filosofias e teorias…rsss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: