É ler para crer!

Éra A BÍBLIA A PALAVRA

162A

“Mudança na redação não significa mudança de declaração”, exclamam os que apoiam a nova redação dos pontos de fé e doutrina da Congregação Cristã no Brasil – CCB. Já eu considero que a inserção do vocábulo “contendo” permite nova interpretação porque deu novo significado.

Muitos são os indícios que a mudança foi intencional. O hino 162 “É a Bíblia a Palavra” (hinário 4) tornou-se emblemático depois de receber nova versão. Ao ter seus versos substituídos abriu-se um portão de especulações e um fosso de lamentações. Em minha opinião o motivo disso é que a velha versão ficou em desacordo com a nova declaração.

A CCB desde sua fundação jamais incentivou a leitura prática, sistemática e devocional das Escrituras, ao contrário, ensinava por uma conhecida expressão – “A letra mata e o espírito vivifica” – que o estudo bíblico ‘mataria’ a revelação da Palavra nos cultos. Isto afastou consideravelmente seus membros da Bíblia, para muitos não passava de um adereço para ir ao culto e acompanhar a leitura; Permitiu que uma cultura oral se instalasse instantaneamente, tendo por principal característica uma fraseologia peculiar que consistia em versículos tirados do contexto, frases prontas(ditos) ou chavões que expressavam o pensamento e o sentimento denominacional.

Como a CCB valeu-se mais dos ditos que da didática para doutrinar, seus membros que não liam a Bíblia não tinham como refutar alguns ensinamentos saídos dos púlpitos (mas não vindos da Bíblia), nasceu então, uma ideologia ‘ccbiana’, um “outro” evangelho, que foi aceito prontamente sem nenhuma objeção.

Os anciães tiveram grande êxito em propagar a ideia que a CCB era a única Obra de Deus na terra, a “verdadeira graça”; que tudo o que saía do púlpito era revelado por Deus, portanto, inquestionável; que o estudo bíblico não era necessário pois na hora Deus traria o “pão quentinho do céu”.

Na CCB a pregação sempre foi mais valorizada que a Bíblia, eu mesmo já ouvi estes absurdos: “A Bíblia todos (todas as igrejas) têm, mas somente nós (CCB) temos a Palavra de Deus”; “A Bíblia é letra morta nós temos a pura revelação”. Este misticismo é comprovado no hino 401  “Revela Teu Querer” (hinário 5), nele cantamos a vontade de Deus como algo misterioso, diferentemente diz um verso do 162: “Nela (Bíblia) achamos sempre clara a vontade do Senhor”. Vemos aqui que um hino verdadeiramente ortodoxo foi tirado e outro totalmente liberalista* foi colocado.

*Liberatista – a teologia liberal, entre outras coisas, não crê que a Bíblia é a revelação final para o homem.

Ora a Bíblia não está condicionada à pregação, a pregação que está condicionada à Bíblia. Chamam a Bíblia “letra morta”, mas foi a pregação que, muitas vezes, trouxe morte esperitual à muitos. A cultura oral é dia-a-dia vivida mas não assumida, quanto interpelados à respeito, os irmãos retrucam: “Onde está escrito?”

Sem questionamento e gozando de um prestígio que está próximo da veneração, os anciães fizeram e desfizeram, mandaram e desmandaram, mas… também contribuíram grandemente para a formação da identidade denominacional, para a CCB ser o que é hoje – um povo maravilhoso.

Bíblico é fazermos como os bereianos (Atos 17:11): Tudo o que for dito, conferir com o que está escrito. Porém quando você faz isto, às vezes, percebe que o dito não condiz com o escrito e, novamente, a Bíblia nos dá autoridade para contestar e repreender (ler Gálatas 1:8 e 1Co 14:29).

Um efeito prático de não considerarmos que a Bíblia é a Palavra de Deus, é que a autoridade que estava nas nossas mãos passa para a boca do ancião, e então, não posso questioná-lo como somos ensinados: “A Palavra que Deus manda nas congregações não é para ser discutida e sim obedecida, somente assim se honra ao Senhor”. Daí nos enchemos de ensinamentos, tradições, usos e costumes enquanto nos esvaziamos de autêntica doutrina bíblica. (Leia as lamentações de Carlinhos).

Numa igreja onde a Bíblia nunca teve supremacia ou primazia, o que se poderia concluir quando os dois únicos registros que a classificam como Palavra de Deus são modificados?

Na prática a CCB nunca teve a Bíblia como a Palavra de Deus; É  coerente e lógico querer equiparar o escrito (ponto de Doutrina) ao dito, fazendo a teoria corresponder à prática. Deve ser por isso que muitos irmãos ficam indignados e se revoltam comigo quando digo que a CCB ao editar o ponto de doutrina fez nova profissão de fé, na verdade não fizeram nova, mas assumiram a que sempre praticaram.

Se equiparar o artigo à prática foi procediemento; equiparar a prática ao artigo teria sido avivamento.

Doravante orarei por um avivamento bíblico porque dentro de mim derramo a minha alma consternado com a edição do texto e dos versos. Antes, ao menos, no artigo e no hino Éra A BÍBLIA A PALAVRA.

Aprecie a nova versão do hino:

178 – A PALAVRA PRECIOSA

1. A Palavra da verdade, de Deus Pai, O Criador,

Traz dos céus a santidade aos remidos do Senhor.

Coro:

A Palavra preciosa do fiel, vivente Deus,

É espada poderosa que defende os santos seus.

 2. A palavra criadora trouxe ao mundo grande luz,

Pela obra redentora consumada por Jesus.

3. Para sempre permanece a Palavra divinal;

Nossas almas fortalece e protege-nos do mal.

 

Anúncios

Comentários em: "Éra A BÍBLIA A PALAVRA" (103)

  1. Em nome da irmandade. disse:

    Queridos irmãos e prezadas irmãs .

    Saudações com a paz de Deus a todos.

    Venho por meio deste comentário, deixar minha indignação quanto as mudanças descaradamente dos pontos de doutrinas. Primeiramente, nenhum ponto de doutrina deveria ser mudado sem anuência da maioria dos seus membros. Até mesmo, porque a congregação não é só dos anciões.
    Estamos, preparando uma grande surpresa para os anciões dirigentes principais da Congregação do Brás, pelo desrespeito para com seus membros.
    Quando aderimos a ser membro da CCB, com certeza, muitos verificaram (ou deveria ter verificado) como é regido a sua nova ordem religiosa. No entanto, depois de cooperarmos por vários anos para o crescimento da obra, simplesmente mudam por interesses particulares a regra da instituição.
    Já foi o tempo que aceitaram as sujeiras de goela abaixo.
    Estamos em declínio visível espiritual desta obra. No entanto, os anciões do Brás, pode prepará para uma grande luta pelo desrespeito para com a irmandade.
    Queridos irmãos e prezadas irmãs. Oremos a Deus e mostremos o nosso descontentamento.

    Manoel Tobias da Cruz

  2. Francisco Neto disse:

    Se a bíblia for a “palavra de Deus, Jesus é o que ? Porque segundo Yohanam 1:14: “O Verbo se fez carne e habitou entre nós”, ou seja a “Palavra de Deus’ tomou forma humana e se fez ouvir na Terra…até ali, a “palavra” era o VT e depois do Senhor….bye-bye…ciao..adeus….nào precisamos mais de livros…e depois do Senhor…veio o Espirito…. Yohanam 14:16:E eu pedirei ao Pai, e ele dará a vocês outro Conselheiro para estar com vocês para sempre…então não havia mais necessidade de livros, nem pergaminhos,…então quem achar que a droga do livro de capa preta ainda tem serventia é porque não conhece o Senhor e nem seu santo espírito…seja ele de que denominação for, tenha a cultura que tiver, ou o cargo que possuir…
    Ademais, com as discrepâncias desse livro chamado bíblia , é um verdadeiro milagre ainda conhecermos o Senhor… e mais ainda ,termos fé n`Ele.
    Se bem que…..há aqueles que crêem na bíblia, mas não tem Fé no Senhor;outros são crentes na denominação e outros são crentes na versão que seus ministros lhe pregam…
    Para aqueles que acreditam que a bíblia é a “palavra”….qual versão seria? a católica, a protestante, a ortodoxa,a judaica,ou a peshita?

    • Assim como existem três Pessoas Divinas e a Bíblia nos constrange a adorar e professar um único Deus; existe a Palavra gravada com letras, a Palavra pregada nos púlpitos e a Palavra encarnada vinda ao mundo, contudo não são três, mas uma só, A Palavra de Deus. O Filho, a Bíblia e a pregação inspirada pelo Espírito Santo são distintos e não se confundem, mas cada qual se dirige ao outro como “A infalível Palavra de Deus”.

    • Só com jejum mesmo.

      A versão Almeida.

      A Paz.

      Claudio

    • Deixe ver se eu entendi corretamente Francisco Neto:
      Você acabou de dizer que um certo livro de capa preta é uma droga porque esse próprio livro nos informa que virá um novo (Ajudador, Conselheiro, Advogado, Gr. παράκλητον / paraklēton) referindo-se ao Espírito Santo pós-Jesus, Espírito Santo esse que anulará as mesmas Escrituras que O dão a conhecer, dando-lhE validade e verdade teológica?

      Perdoe-me se lhe soar duro demais, mas estamos em 2013… o seu tipo de ignorância não tem desculpa.

      Temos connosco o princípio formal da Reforma, a Sola Scriptura, há quase 500 anos, e ainda há quem se delicie a inventar “novidades” (que não são mais do que mentiras demoníacas) sobre a mesma:

      Sola Scriptura, segundo declaração de Cambridge:

      “Reafirmamos a Escritura inerrante como fonte única de revelação divina escrita, única para constranger a consciência. A Bíblia sozinha ensina tudo o que é necessário para nossa salvação do pecado, e é o padrão pelo qual todo comportamento cristão deve ser avaliado.

      Negamos que qualquer credo, concílio ou indivíduo possa constranger a consciência de um crente, que o Espírito Santo fale independentemente de, ou contrariando, o que está exposto na Bíblia, ou que a experiência pessoal possa ser veículo de revelação.”

      Sem dúvida tempo de orar, o ladrão já entrou e nem demos conta.
      Deus a todos abençoe,
      Vitor, CC em Portugal

  3. Constantino disse:

    Notei algo incoerente com relação aos defensores dessa modificação do primeiro tópico de doutrina.

    Se ambas as afirmações estão corretas, ou seja a bíblia é a Palavra de Deus e também contem a palavra de Deus, porque então o ministério alterou completamente o hino 162 do hinário 4?

    A palavra bíblia foi totalmente retirada do hino. Alguns hinos tiveram a letra modificada, mas nem outro foi totalmente modificado quanto o 162.

    Se mantivessem o hino 162 como estava, haveria alguma contradição com a “melhoria” (segundo o irmão que mantem esse blog) feita no primeiro ponto de doutrina?

    Outro fato interessante, é que antes de sair o hinário novo, recebemos inúmeras explicações de encarregados regionais e anciães sobre mudanças nas letras e o porque das modificações (palavras com referências geográficas, palavras que hoje podem causar constrangimentos, pequenos erros de sentido, erros gramaticais, dificuldades de canto e pronúncia e etc.), mas pasmem, ninguem falou um “piu” sequer sobre o hino mais modificado de todos? Por que será? Qual é a desculpa para modificar tanto esse hino? O que havia de errado com ele?

    A resposta só pode ser uma, porque foi feita da mesma forma velada que as modificações de nosso ponto de doutrina.

    Se não houvesse, a modificação total do hino 162, eu até poderia acreditar na teoria do irmão Daniel ( registro da mensagem e mensagem do registro – http://apologiadidacheccb.blogspot.com.br ).

    Para mim e graças a Deus a muitos irmãos, está claro como água cristalina que os que estão por trás dessa modificação, querem a qualquer custo eliminar o contexto de que a bíblia é a palavra de Deus, colocando as revelações acima da mesma. Se antes tinha dúvidas, depois de ver a modificação do hino 162, agora tenho certeza.

    Deus o abençoe!

  4. A coisa tá feia.

    Feia é apelido! A vaca foi pro brejo mesmo. Nauseante.

    Quando puderem, os irmãos publicam (ou respondem) como ficou o hino 401 “Revela Teu Querer” (hinário 5)?


    To pensando em assinar igual o Cláudio:

    HP (CCB – Ministério Brás por enquanto).

    • 401 – REVELA TEU QUERER

      1.Revela, Criador, ao nosso coração,
      O santo teu querer, a Tua intenção;
      Riquezas perenais de divinal fulgor,
      Concede-nos Senhor.

      Coro:
      Revela, ó bom Pai, rogamos com fervor,
      Teus planos eternais, por Teu Consolador;
      Precioso para nós, é o santo Teu saber
      Que nos fará vencer.

      2.Oh! Faze-nos crescer na imagem de Jesus;
      Queremos prosperar na graça e na luz.
      Desvenda,ó Senhor, mistérios lá dos céus
      E pensamentos Teus.

      • Ricardo,

        Deus te abençoe por compartilhar.

        Eu estou confuso. Deus já revelou seus planos eternais (salvação em Cristo), porém o coro do hino pede de novo para Deus revelar os planos eternais?

        Revelar pensamentos de Deus? O que foi feito do hino que dizia que os “Teus pensamentos ninguém pode sondar”?

        Só o amor, a misericórdia, a bondade que Ele revelou a nós por Cristo já são imensos! Eu não consigo compreender… para que eu quero saber mais pensamentos do Criador?

        É, a Bíblia já não é suficiente para alguns…

    • Este hino está de acordo com a Palavra de Deus. Devido à nossa deficiência, mesmo com a Bíblia, muitas coisas ainda nos estão ocultas e estamos circundados de muitas nuvens de erros, não compreendemos tudo. Cada um, por muito perfeito que seja, deve prosseguir avante e, em serena disposição de aprender, esforçar-se por ir cada vez mais longe. E assim Paulo exorta os fiéis a que, se em alguma coisa venham a dissentir de outros, aguardem uma REVELAÇÃO (Fp 3.15)!!!
      Irmãos amados, não sejamos tolos, enganando-nos com a ideia de que não precisamos da REVELAÇÃO do Senhor.

      • Irmão Edson,
        O que é a Palavra de Deus? É a revelação de Deus ao homem, de Si e da sua vontade. Tudo o que precisamos conhecer de Deus para termos plena comunhão com Ele, está revelado na Bíblia.

        Dessa forma a Bíblia tem a completude da Palavra de Deus, ou seja, toda a Palavra de Deus está na Bíblia, embora muitos mistérios não estejam, mistérios que serão revelados na glória dos céus ao que vencer, aos santos. A Palavra de Deus é dirigida a todos – primeiramente ao pecador depois ao salvo.

        O irmão sabe o que prega o liberalismo teológico?
        Entre outras coisas, ensina que a Palavra de Deus não está toda na Bíblia, por isso apenas “contém” a Palavra de Deus. Portanto, podemos encontrá-la em outros lugares e seguir novas revelações. Todos os que fizeram isto se perderam nos enganos dos falsos profetas que “mudaram a verdade de Deus em mentira”.

        Deus já nos revelou claramente a sua vontade, o seu santo querer. E o “mistério de Deus que estava oculto desde os séculos” já foi revelado em Efésios 3:2-5 e Colossenses 1:26,27.

        Irmão Edson, termino te respondendo com o versículo que você citou, em outra versão, para que entenda o que Paulo nos disse por ele:

        “Todos nós que somos espiritualmente maduros devemos ter essa maneira de pensar. Porém, se alguns de vocês pensam de maneira diferente, Deus vai tornar as coisas claras para vocês” (Filipenses 3:15 Nova Tradução na Linguagem de Hoje)

        • Perdão, irmão Bereano, mas você não entendeu nem o novo hino 401 e nem mesmo entendeu o que eu disse.

          O Senhor Jesus enviou aos seus um Espírito que não falaria por si próprio; ao contrário, viria nos sugerir à mente, e nela instilaria o que o Senhor havia transmitido por meio da Palavra ( João cap 16.v13). Por isso na CCB jamais se declarou ser função do Espírito configurar novas revelações ou forjar um novo gênero de doutrina, para que nos afastemos do ensino do evangelho já recebido; ao contrário, dentro da CCB sempre se declarou que o Espírito Santo nos sela na mente aquela mesma doutrina que é recomendada através do evangelho. É isso que diz o hino 401. Você não entendeu e continua fazendo conjecturas.

          O hino 401 quer dizer que sendo nós iluminados pela Revelação íntima do Espírito, já não cremos que a Escritura procede de Deus por nosso próprio juízo, ou pelo juízo de outros; ao contrário, com a máxima certeza concluímos, acima do juízo humano, que ela nos veio diretamente da boca de Deus, através do ministério humano.

          Ninguém compreende os mistérios de Deus senão aqueles a quem foi dado entendê-los através da Revelação. O hino 401, não faz outra coisa senão repetir, palavra por palavra, o que o Senhor falou: “Ninguém conhece o Pai, a não ser aquele a quem o Filho o quiser REVELAR” ( Mt. cap. 11, v 27).

          Ore a Deus para que o Pai da Glória, te dê em seu conhecimento o espírito de sabedoria e de REVELAÇÃO ( Ef. cap. 1. v 17).

      • A paz de Deus

        Irmão Bereiano, por favor: O irmão se deu conta do que vc postou em resposta ao irmão Edson?: “Dessa forma a Bíblia ‘TEM’ a completude da ‘PALAVRA DE DEUS’, ou seja, toda a PALAVRA DE DEUS ‘ESTÁ’ na Bíblia”(caps meu). Não é uma contradição com o que o irmão está querendo passar, repudiando o tão propalado “CONTÉM”?.

        Perdoe irmão; mas tá dando um nó danado nos meus miolos aqui! .rsrs

        grato

      • SAMUEL,
        Quando se diz que a Bíblia contém, se pergunta: contém quanto?

        1. O que o Edson está dizendo, em outras palavras, é que a Bíblia não contém TODA a Palavra de Deus. Sendo assim a Bíblia não é completa e devo buscar o que falta fora dela para completar a verdade;

        2. A forma inversa “A Palavra de Deus está contida na Bíblia”, como está no Estatuto, faz da Palavra de Deus uma parte da Bíblia. Se acima se diz que a Bíblia não é completa, agora se diz que a Bíblia está sobrando, ou seja, nem TODA a Bíblia é Palavra de Deus.

        3. Se for dito que a Bíblia contém 100% da Palavra de Deus e a Palavra de Deus é 100% da Bíblia, uma não contém a outra, TODA a Bíblia tem a Palavra de Deus e TODA a Palavra de Deus está nela. Então verdadeiramente a Bíblia é a Palavra de Deus, nada além disso.

      • A paz de Deus

        Agora que “embolou” tudo de vez!.

        “3. Se for dito que a Bíblia contém 100% da Palavra de Deus e a Palavra de Deus é 100% da Bíblia, uma não contém a outra”.
        Como não?. Onde está impressa(contida) a Palavra de Deus aos homens?.

        “TODA a Bíblia ‘TEM’ a Palavra de Deus e TODA a Palavra de Deus ‘ESTÁ’ nela”.
        Aí esta a contradição, se continuar sustentando tal argumento!.

        “Então verdadeiramente a Bíblia é a Palavra de Deus, nada além disso.”
        Por favor, releia o que vc mesmo postou logo acima: “Toda a Palavra de Deus ‘ESTÁ’ nela”.

        Permita-me esta comparação:

        BÍBLIA=Receptáculo, PALAVRA DE DEUS=Conteúdo. No Receptáculo=Bíblia contém o Conteúdo=Palavra de Deus. Se totalmente ou parcialmente, como vc diz – e isto já é uma outra história – não invalida ou modifica o sentido do “TER” ou “CONTER”.

        Vejam como vcs mesmos se embaraçam em tentar explicar sem fazer distinção uma da outra!.

        Perdoe a insistência.

        Tenho muito respeito pelo irmão, acompanho o teu Blog e admiro os “Artigos” aqui postados. Mas, não podia me furtar de falar o que sinto.

        grato

      • A paz de Deus

        Uma correção:

        “Vejam como vcs. se embaraçam em tentar explicar sem “deixar” de fazer distinção uma da outra.”

        grato

      • SAMUEL (SAC),
        Quanto de você há em você?
        Há alguma coisa em você que não seja a sua pessoa?
        100% de você é SAMUEL, então Samuel é você.

        A BíBLIA É A PALAVRA DE DEUS.

      • A paz de Deus

        Irmão Ricardo

        Pelo tempo demandado e, dar uma resposta desta acima, só posso dizer: “Lamentável”.

        Todavia respeito a tua posição.

        grato

  5. Bom, perguntando pra todos que conheço, a maioria prefere o Hinário 4, e sinceramente…
    eu também.
    A paz de Deus.

  6. E não só este. Mas o “sou amado por Jesus, pois a Bíblia assim me diz” também foi alterado. Agora quem diz é a Palavra. Ora, antes não era?

    Sem mencionar a verdadeira caca que fizeram com as músicas alteradas de hinos clássicos.

    Lamentável.

  7. Constantino disse:

    Irmão Bereiano,

    Por favor, mencione também a modificação do hino 439 do hinário 4. No hinário 5, agora é o hino 458. Novamente a palavra bíblia foi suprimida.

    Percebe-se um padrão, ou seja, querem desassociar a bíblia da palavra de Deus. Ora,se antes tínhamos dúvidas, agora temos certeza. É impossível ser uma coincidência. Está claro.

    Deixamos passar desapercebido… Por favor irmão Bereiano. Divulgue este outro absurdo…

    • 439 – CRISTO ME AMA (hinário 4)

      1.Sou amado por Jesus, pois a Bíblia assim me diz;
      Ele é a minha luz, e me leva ao seu país.

      Coro:
      Cristo me ama, Cristo me ama,
      Cristo me ama, a Bíblia assim me diz

      2.Sou amado por Jesus, pois por mim na cruz morreu;
      Ele, agora, me conduz para o lar que prometeu.

      3.Sou amado por Jesus, pois comigo sempre está;
      Tenho em mim a Sua luz que do mal me livrará.

      458 – CRISTO ME AMA (hinário 5)

      1. Sou amado por jesus, a Palavra assim me Diz;
      Ele é a minha luz, e me leva ao seu país.

      Coro:
      Cristo me ama, Sei que me ama,
      Muito me ama, Em Cristo sou feliz.

      2. (Igual)

      3. Sou amado por Jesus, Pois comigo sempre está;
      Seu conselho em mim produz, força que me susterá.

      • triste.

        muito triste. Percebemos a guerra travada contra a Bíblia.

        Todos os hinos aonde mencionam “A Bíblia” foram modificados ou excluídos.

        Porque essa guerra travada contra a Bíblia? Qual é o próximo passo? Deixar de usá-la nas igrejas?

        A história se repete. A Bíblia é mesmo o livro mais perseguido da história da humanidade. Agora é a vez da CCB perseguí-la.

        Que Deus tenha misericórdia…

  8. Infelizmente, nosso povo se acostumou a acreditar que a Bíblia é letra morta, não dá pra debater certo assunto com um crente da CCB, pois ele subliminarmente não acredita nas escrituras (isso foi incutido na mente de todos), a frase “ESTÁ ESCRITO!” para ele (a) nada significa, pois a “letra mata, e o Espírito vivifica”, meu DEUS! Como este povo não vê!? Dou graças a DEUS apesar de ter sido batizado na CCB em 1994, fui salvo pela pregação dos crentes da Igreja “DEUS é Amor”, e tive bastante contato com a Bíblia nos discipulados, devido a esta “origem” nunca aceitei este apelido herético de “letra morta”.
    A Reforma! O projeto consiste em uma mudança de comportamento, o membro é convidado a mudar seus conceitos, analisar biblicamente algumas atitudes, nas pregações sempre visamos o TEOCENTRISMO, ou seja, DEUS e a Bíblia como CENTRO, logo, tendo DEUS como centro os interesses de DEUS são a ênfase na PALAVRA e o interesse de DEUS é ver seu povo sendo instruído sobre seu CARÁTER, é ensinar ao povo como proceder neste mundo, como ser Cristão, como tomar as melhores decisões, como fazer de fato a VONTADE DE DEUS! Um povo que só “busca a palavra” para resolver seus problemas pessoais, pratica o Homocentrismo, onde nós somos o centro do Universo! Seja feita a MINHA VONTADE! SENHOR fala comigo!!!!Se não eu paro nesta graça!!! Parece que o ” Seja feita a Tua Vontade” não funciona muito bem no nosso meio, DEUS deixou de ser nosso Pai, nosso Rei, nosso Juiz e com este tipo de comportamento passou a ser nosso “servo”.
    Infelizmente nossa realidade é semelhante um pai de família irresponsável que gerou 20 filhos e não cuida e educa corretamente, querendo ainda engravidar a esposa e gerar mais 10! Ora! O importante não é “fabricar” novos membros, mas tornar os que temos MULTIPLICADORES do Evangelho e aptos a gerar e cuidar de novos filhos!!! Pois como pode um cego guiar outro cego?
    A CCB se não tivesse se desviado, seria de fato a maior denominação religiosa do Brasil, e com certeza seria uma instituição formada de homens e mulheres cheios do Espírito Santo, possuidores de uma prudência, uma reverência, um respeito pelas coisas de DEUS, um povo diferenciado, não melhor, claro.
    O CAMINHO é NOSSO SENHOR JESUS, igrejas (instituição) são postos de Combustível onde paramos nosso “carro” para abastecer, cabe a nós julgar o tipo de combustível de cada posto, uns gostam da “gasolina” pura sem adição de álcool, outros gostam da gasolina com adição de álcool por ser mais barata, outros da aditivada, outros acabam abastecendo seus carros com gasolina adulterada, causando a parada do veículo! Estes precisam de gasolina Pura no saquinho para socorre-los! Caso contrário serão vítimas enganadores que o desviam do CAMINHO (JESUS).
    Irmãos! Fomos treinados a sermos dependentes dos líderes de nosso igreja, subliminarmente é claro, estes gravaram em nossas mentes que não somos capazes de trabalhar na Obra d DEUS, que ter o desejo de ser um pregador é SOLICITUDE, quando na verdade a Bíblia diz: ” boa obra deseja” !
    Eu quando congregava na CCB tinha o desejo de ser Diácono, mas sempre me repreendi a mim mesmo por conta desta visão errônea.
    Irmãos!! Analisem a “gasolina” que vocês colocam em seus “carros” espirituais, só uma dica, se a palavra em suas igrejas visa o interesse de DEUS, instruindo e ensinado a passar pelos problemas sem perecer em vez de livrar deles, esta gasolina é Boa! Se a palavra visa o indivíduo e não a Divindade, visa o “eu”, o egoísmo humano, esta gasolina vai te deixar no caminho!

    HÉLIO SILVA
    CCA

  9. Estou muito triste, espero para ver no que vai dar, realmente o hinário 5 é pra sentar e chorar ao invéz de sentar e louvar! logo mais daqui vinte anos, não estarei mais aqui para ver e nem os que modificaram o hinário, mas surgirá outro grupo para modificar o h5, Deus é minha testemunha.

    • Parece que o Hinário 5 é uma “caça as bruxas” à Bíblia.

      E ao mesmo tempo uma Ode às Pregações nos púlpitos.

      Que Deus tenha misericórdia.

  10. Amados, estranho é saber que boa parte da irmandade reclamou desses hinos, Como diz o ditado: A voz do povo é a voz de Deus.

  11. Maria Madalena disse:

    A TODA IRMANDADE QUERIDA.

    A paz de Deus no amor de Cristo.

    Quem vós escreve é a irmã Maria Madalena Martins, moro na cidade de Anápolis-GO, tenho 73 anos, sou viúva há 11 anos e aposentada como professora na rede estadual e crente em Cristo Jesus, batizada pelo saudoso irmão Geraldo de Ituitaba-MG no ano de 1957.
    Depois que formei meus filhos e da morte de meu esposo, constantemente observo tudo que acontece na terra e principalmente no nosso meio na Congregação Cristã no Brasil.
    Neste momento minha alma lamenta toda esta situação que nossos anciões mais velhos que sem a guia de Deus deixou chegar a nossa Congregação.
    Pode acontecer que o Senhor não deixe contemplar com meus olhos o fim da nossa igreja e o nascimento de uma nova obra de amor na terra. Más, depois que o amor, o respeito pelas coisas de Deus acabaram principalmente no ministério, sentimos claramente que o Senhor Jesus e o Espirito Santo não está no nosso meio. Vimos muitas vezes o pregador com palavras bonitas tentando mexer no sentimento da irmandade pela palavra, no entanto, está sendo como lata vazia, só barulho.
    Querida irmandade e principalmente a mocidade, orem a Deus porque dias virão que na Congregação não vamos encontrar amor sequer na irmandade.

    Muito queria escrever, más, outros entenderão e comentarão o que faz a falta de AMOR no nosso meio.

    Para terminar peço oração a todos e digo, lute pelo AMOR e pela JUSTIÇA e PELA INTEIRA BÍBLIA dentro da igreja. O SENHOR ME DÁ AUTORIDADE PARA DIZER: O SENHOR JESUS NÃO DEIXARÁ VÓS SOZINHOS NESTA GUERRA.

    A Paz de Deus

  12. Devemos ter cautela e não podemos nos precipitar ao falar dã atuação do ministros da Palavra de Deus nas pregações. Ao críticar, devemos estar acertados com a verdade, porque a nossa carnal compreensão pode nos enganar.
    Os homens que Deus levantou como Ministro não receberam o espirito do mundo, mas o Espirito que provem de Deus, em virtude disso falam das coisas de Deus com a espiritualidade de graça. [1Co 2.12],
    Cuidado ao julgarmos as revelações. Podemos nós acusar de falsidade uma revelação cujo autor é Deus? Que pecado se comete quando se injuria o Espirito do Senhor?
    Devemos nos atentar também a isto; a pregação da Palavra na Igreja não é palestra a respeito das coisas de Deus; a pregação é a demonstração da atuação do Espirito no nosso meio com poder,
    Portanto, cuidado ao generalizar as coisas, dando a entender que na CCB não há genuina pregação da Palavra e que é tudo derivado da tradição dos anciães. Cuidado!

    • Irmão Edson,
      Os ministros da Palavra tem prazer de serem confrontados com ela (pois a Bíblia é o seu manual), para mostrar ao ouvinte, ao pecador, ao contradizente, e a nós crentes, que suas palavras são verdadeiras; os crentes se regozijarão e o ouvinte, o pecador e o contradizente crerão.

      • Irmão bereiano,
        Pela presença do Espírito de Deus em nós, somos imbuídos de uma grande reverência às Sagradas Escrituras, assim como os cristãos de Bereia. Coisa saudável é recorrer à Bíblia a fim de comprovar se as coisas são realmente da maneira que o Senhor aprova. Afinal, como fala o apóstolo, meditar na Palavra leva à perfeição (2Tim 3.16).
        MAS,
        um ambiente de confrontações não costuma fazer do povo de Deus. O ambiente do povo de Deus é aquele onde reina a paz, justiça e alegria no Espírito Santo (Rom, cap 14. v 17).

    • Maria Madalena Martins disse:

      Irmão Edson. A paz de Deus para com todos.

      Quando disse a respeito da palavra barulhenta, disse como está a atual situação no nosso meio dentro da Congregação. Tenho anos suficiente tanto na idade, como no conhecimento de Cristo, que escrevo sem medo de errar e de tão pouco a induzir os outros.
      Deus habita na simplicidade, no AMOR, CARIDADE, HUMILDADE e amar a sinceridade.
      Quando dizemos a respeito de algo é porque temos certeza e conhecimento daquilo que é verdadeiro sem medo de errar.
      Quantas vezes buscamos ouvir a respeito do AMOR, CARIDADE, HUMILDADE e quando vamos na igreja é só promessa (enganadora), gritaria (sem necessidade porque há microfone), Justiça (olhando só um lado, como se Deus fosse parcial) etc.
      Vou ser mais claro; hoje se tirar este tipo de pregação e passarmos a pregar JESUS CRISTO (AMOR, CARIDADE, PERSEVERANÇA, HUMILDADE (humildade é diferente de aceitação daquilo que é errado. – Humildade é você ter feito algo errado é retornar e aceitar o que é correto), não ficaria a metade dos membros que hoje estão dentro da igreja.
      Pergunta: Enquanto a igreja está iludida com isto, o ministério está mudando tudo conforme a guia do ……..

      Não vou consegui fazer muito pela obra, haja vista, que minha idade não me dá oportunidade, más, enquanto tiver força apoiarei e defenderei a verdadeira graça.

      Espero que meus netos não venha serem servos de senhores anciões, más, servos de Deus.

      Maria Madalena

  13. Faz algum tempo que eu venho falando sobre isso que TAMBÉM dói no peito da Madalena. E, em defesa ferrenha e cega, alguns idólatras denominacionais se inquietaram com meu estilo, encontrando mil e uma racionalizações para o meu comportamento ‘rebelde’. Se bem que nunca me surpreendeu esse tipo de reação! Eu conheço bem esse perfil, com o qual tenho lidado pessoalmente quando, há mais de trinta anos – pelas circunstâncias que deram margem ao proselitismo – grande parte da minha família (debilitada emocionalmente), migrou para essa denominação.

    É aquela velha história de ‘uma coisa leva a outra’, ‘eu não vou, vão me levando’, e por aí vai… E um belo dia você ‘cai em si’ percebendo que não viveu plenamente, que passou longo tempo em uma prisão religiosa e você se surpreende engessado, doutrinado, robotizado. Lobotomizado! Então, você não tem muito o que fazer porque o tempo passou e você já está CATIVO aos ‘ensinamentos’ gotejados diariamente que impediram que você pensasse. Sequelas irreversíveis! Afinal, como cuidar de si e de outros, se a pessoa está impedida de pensar por si mesma e que – pela imposição e pelo medo – é obrigada a ‘obedecer’?

    Lembro-me da emblemática passagem bíblica da mulher na mira de ser morta apedrejada por um bando de hipócritas machistas que sabiam que a lei mosaica punia igualmente o homem e a mulher. (E onde estava o homem? Ela adulterou sozinha? O cúmulo da mentira, da parcialidade, da conveniência e da hipocrisia em relação ao ‘cumprimento da Lei’!!!). Aí Jesus lhes mostra que a misericórdia está acima disso e aponta-lhes os próprios corações cheios de pecados.

    Se Jesus confirmasse a tal pena de morte estabelecida lá em Levítico 20.10 – lei que vigorava naquele contexto – sua compaixão seria questionada por aquele bando farisaico. Se recusasse a confirmar a pena, seria acusado de contrariar a Lei de Deus. SABIAMENTE, Jesus devolveu o questionamento a eles mesmos, lembrando-lhes de suas próprias violações da Lei de Moisés.

    Então, questionados em suas regras severas, e ‘acusados pela própria consciência, foram-se retirando um por um A COMEÇAR PELOS MAIS VELHOS até aos últimos…’ (Conferir em João 8, versículo 9- caps meus)

    Acho muitíssimo interessante esse detalhe: A COMEÇAR PELOS MAIS VELHOS!!!
    Isso é atual por tratar-se da natureza humana, por tratar-se de comportamento humano. Jesus conhece a natureza humana. Em qualquer época!
    Deixando claro que existem as exceções, como é o caso da Madalena.
    E o que é mais lamentável, é que não se trata apenas de idade cronológica. O tempo intenso (e intensivo) é tão pernicioso quanto o tempo cronológico. O que eu vejo é que o engessamento os enganou, acreditando que podiam ser rígidos e inflexíveis em detrimento da misericórdia. (A história da falta de AMOR, dita pela Madalena).

    Por outro lado e para o meu alívio, esperança e alegria, tenho observado cada vez mais, seja em declarações na internet ou no comportamento cá fora, é que aquele que foi ‘doutrinado’ e que, não ousou se libertar por terem sido MINADAS suas forças psíquicas e emocionais, hoje se vê de certa forma, LIVRE, diante dos questionamentos das novas gerações. Ele se sente, inclusive, ‘vingado’ de todo o aprisionamento que lhe foi imposto. Ainda que silenciosamente, observa-se claramente a satisfação dessa pessoa em se ver repaginada no ente querido que ousou ir além. Enxerga uma luz no fim do túnel através dos filhos e netos que não engolem qualquer coisa. Estes, que vivem num contexto em que a informação é palavra de ordem, onde o raciocínio é obrigatório, onde CONSEGUEM DISCERNIR que o corpo e a mente não estão dissociados do espírito.
    E que, inseridos em um contexto, onde pensar por si mesmo não é pecado. Onde, como já falei outras vezes, Jesus nos tira o pecado, e não, a nossa inteligência, a nossa individualidade.

    A minha esperança é que há sempre uma saída para ‘o crente gabriela’ que bate no peito dizendo que nasceu assim, cresceu assim, vai ser sempre assim. O nome dessa saída é Jesus Cristo. Ele faz coisas incríveis nos nossos velhos e mofados conceitos doutrinários.

    • Amem irmã Regina.

      Davi disse que por ter se calado acerca do bem a sua dor se agravou.

      Imagina eu convidar você para minha fazenda, lhe mostro o pomar etc, depois lhe ofereço laranja azeda.

      Um certo pregador citou essa comparação ao dizer como era anunciado o Evangelho por alguns.

      Existem algumas regras sem qualquer fundamento bíblico, graças a Deus fui criado nas, ditas pelos CCBianos, “seitas”, e foi lá que aprendi muitos preceitos Bíblicos e a meditar na palavra de Deus, procuro não me distanciar disso.

      Estão nos oferecendo laranja azeda.

      Curioso é que se utilizam da Bíblia para embasar o ataque a outras denominações(único pastor, orar de joelhos, dízimo, coleta, batismo), de outro lado suas próprias práticas se valem de revelações carentes de fundamento.

      Fico com a Bíblia sempre, ela já foi provada.

      Esse hinário 5 tá mais pra hilário, onde já se viu um cristão abolir a Bíblia, e fazer isso de forma velada, acha que uma atitude como essa passa batido?

      Tá na Bíblia ? Amem.

      Não ? Vai ver se eu tô na esquina.

      A Paz do Senhor.

      Claudio (CCB ministério Brás por enquanto).

  14. Irmão, Bereiano,

    Mediante a tudo isso, o que muda para nós? o que altera na nossa fé? qual a reflexão de tudo isso? ai vc vai me responder que a biblia não é mais prioridade, tá! mais e ai? vai deixar de ir aos cultos? vai abalar a sua fé? estou pedindo sua refexão no amor de Deus, é só para eu entender o fundamento dessa discussão…….aonde você quer chegar? como disse só quero entender não leve essas perguntas para o lado mal e nem pessoal, quero apenas entender a moral e a conclusão final desse tema.

    A PAZ DE DEUS!

    • Priscila,
      A Bíblia é a Palavra de Deus, imutável, infalível, inerrante, nossa árbitra em questões de fé. Se negarmos a Palavra escrita, ao buscarmos a Palavra falada (pregação), esta nos negará. A igreja pode perder seu castiçal (presença de Deus) e ficar sem sua voz profética. Então teremos homens falando de Deus, mas não homens falando por Deus. Aos poucos, os cultos ficarão cheios de frequentadores, mas vazios de adoradores. A igreja pensará que é rica, mas na verdade está miserável, pobre e nua; entrará a mornidão espiritual, não seremos nem frio, nem quente, e por estarmos mornos e causando náuseas no Espírito Santo, seremos vomitados de sua boca.

      Você quer ver a igreja nesta situação?

    • Priscila, resolvi listar algumas pessoas que saíram da CCB, exatamente, por causa do que discutimos:

      Marcelo Ferreira (autor do livro Por Trás do Véu)

      Helyel Rodrigues
      Batizado em 1992
      Músico oficializado em 1993
      Comum Congregação: Jd Guarani
      Ancião: Simei Alves da Silva

      Rosimeire B Rodrigues
      Batizada em 1989
      Organista Oficializada em 2002
      Comum congregação: Jd Guarani
      Ancião: Simei Alves da Silva

      Evandro Rodrigues
      Batizado em 1993
      Músico oficializado em 1994
      Comum Congregação: Jd Guarani
      Ancião: Simei Alves da silva

      Ester L. Rodrigues
      Batizada em: 1993
      Comum congregação: Jd Guarani
      Ancião: Simei Alves da Silva

      Roberto CArlos de Souza
      Batizado em 1992
      Comum congregação: Brasilância
      Ancião: Leonildo Gitti

      Kátia Cristine de Souza
      Batizada em 1992
      Comum Congregação Brasilândia
      Ancião: Leonildo Gitti

      Eduardo de Souza
      Batizado em 1994
      Comum congregação: Jd Guarani
      Ancião Alves da Silva

      Thais P. de Souza
      Batizada em 1998
      Organista oficializada em 2002
      Comum Congregação Jd Guarani
      Ancião: Simei Alves da Silva

      • Isto é muito grave e lamentável. Que tristeza vermos irmãos a sair porta fora da nossa igreja porque quem está na sua condução não percebe que “apascentar” não poderá nunca significar “escorraçar”.

        E digo lamentável porque são pessoas que, por perceberem o que está em jogo (porque percebem a Bíblia), deveriam ficar do lado daqueles, como nós, que desejam que estas alterações sejam revogadas.

        Já conta a velha história do homem pobre que chora à porta da Igreja de onde acabara de ser expulso por estar mal-vestido, e sentado nas escadas clama ao Senhor Jesus:
        “Senhor, por favor ajuda-me, os teus servos não me deixam entrar para ouvir a Palavra”
        Ao que o Senhor Jesus responde: “Fico aqui contigo meu querido, já que a Mim, também não deixam entrar!”

        Enfim…

  15. Mudar a nossa doutrina, muda nossa fé. Hoje é a Bíblia, amanhã será os dons, depois o ES, logo logo será Jesus. Este caminho já foi seguido por outros que hoje guiam muitos ao abismo.
    Cego que guia cego, ambos caem no abismo.
    Esta mudança muda tudo!
    Se a Bíblia não é nossa prioridade o que será? as revelações?

  16. Cláudio,

    Então…

    Não consigo ler (ouvir) certas coisas e ficar calada.

    Em relação ao comentário a partir do desabafo da irmãzinha acima, foi algo assim meio que no ímpeto. Como quase sempre faço.
    E também não sei explicar porque, mas eu entendo que é minha obrigação fazer isso.
    Tem coisa que eu leio e não consigo deixar de (re) agir.
    E essa foi uma delas.

    Se bem que, entre tantas outras vezes, como em alguns blogs, eu leio, leio, releio e não sai uma linha rss Não consigo falar nada. Parece que se complementar algo à postagem, vai é desfazer o que está tão bem feito. Essa é a clara impressão que me dá.

    Mas fiquei muuuuuuito feliz quando alguém hoje, por e-mail, me disse da necessidade do meu ‘tapa com luva de pelica’ (eu chamo de puxão de orelha rss) e que entende perfeitamente que o que me move à escrita é a ânsia pela saúde espiritual das pessoas!
    Porque eu sei do mal que me afligiu durante muito tempo, por absorver aqui e ali coisas que neurotizam e aprisionam a alma.

    É bem esse lance da dor que você fala mesmo! Se eu me calar me dói!
    E a ideia é mostrar pr’as pessoas que há uma saída.
    E que essa saída é maravilhosa, que resolve de uma vez por todas as nossas neuroses, nossas angústias, nossas ansiedades.

    E, como falei hoje por e-mail com esse irmãozinho da CCB que muito o admiro, assim também o admiro, Cláudio! Como a muitos outros que não aceitam mais serem conduzidos como marionetes. Porque ficaram no meio do furacão e não se neurotizaram. Mantendo a lucidez e o bom senso. E melhor! Botando a boca no trombone pra arrumar a casa, ainda que se expondo e dando a cara a tapa.

    Vocês sim, é que são valentes, e que buscam estar ‘sempre preparados para responder a todo aquele que vos pedir razão da esperança que há em vós’.

    Não tenho a menor dúvida de que tamanha autoridade vem do Senhor Jesus.

    E, olha, Cláudio: se for pra alguém me oferecer laranja azeda eu também vou parafraseá-lo: vai ver se tô na esquina (risos).

    A PAZ DE DEUS A TODOS!!! ccbeanos, gregos e troianos! 😉

  17. Olá, tenho 17 anos e estudo as Escrituras, graças a Deus. A CCB tá afundando, isso é fato. Desde a década de 1960 (quando passaram a dizer que nossos irmãos só seriam os que se batizassem em nosso meio) as coisas vem piorando. E o pior é o pretexto que estão dizendo sobre estas coisas. Poucas pessoas perceberam as mudanças nos 2 primeiros pontos de doutrina. Aqui mesmo estão acreditando que o hinário novo foi uma vitória que Deus deu sobre os falsos irmãos (referindo-se ao movimento de Jandira). A CCB vive de aparência, isso é fato, pois internamente estão mudando tudo. Graças a Deus que Ele não habita em templos feitos por mãos de homens, e a Fé em Cristo é conservada pelo Espírito no coração daqueles que creem.

    • Deus abençoe! um garoto tão novo dando o devido valor às Escrituras.

    • Mateus.

      Não posso me furtar em parabenizá-lo tambem.

      Continue nessa força.

      A Paz.

      Claudio

    • Faço minhas as palavras do Cláudio e do Daniel em relação à voz do Mateus que não representa apenas uma voz mas a de MILHARES de sua geração!

      Atestando o que falei acima…

      Isso não há como negar, se fazer que não está vendo, que não está acontecendo.

      Como ele diz: é fato!

      Demos, pois, graças a Deus! Tudo para Sua honra e glória!!!

  18. Irmão Bereiano , a Paz de Deus

    Sou da CCB. Eu não consigo entender. Porventura antes da pregação da Palavra não é feita a leitura da Bíblia , e depois vem a pregação inspirada pelo Espírito conforme a necessidade particular de cada um ? Por exemplo: certa vez cheguei na igreja com uma grande necessidade , um conflito muito grande a respeito de uma pessoa a qual tinha grande dificuldade em perdoar. Sinceramente , confessei essa minha dificuldade ao Senhor naquele dia no meu coração. Quando foi à noite o Senhor revelou aquela parte das Escrituras sobre a história de José do Egito , cuja essência é sobre o amor incondicional e o perdão. Eu conheço a história de José. Já li e reli e até assisti vários filmes.Mas, naquele noite o Senhor através dessa leitura , na pregação inspirada por Deus falou comigo face a face sobre a minha particularidade , sobre a minha história , sobre o que eu estava passando e transformou o meu coração. O homem não sabia o que eu estava passando e nem o que tinha em pensamento confessado ao Senhor. (Obs.: Claro que Ele não falou só comigo, rs… eu peguei a minha porção.). A sabedoria de Deus é tanta que Ele fala com todos ao mesmo tempo. Enfim , a história de José eu conheço , mas através dessa leitura o Senhor através da pregação foi até as profundezas da minha alma , conversando comigo sobre o “meu assunto” particular e então foi resolvido.È como um consultório médico onde há vários paciente aguardando. Cada paciente passa pelo médico que atenderá e cada um com tratamento diferente um do outro conforme a necessidade de cada um.
    Resumindo: O Senhor “CONVERSA” comigo através da Palavra em particular conforme a minha necessidade usando das Santas Escrituras. Obs.: é claro que ELE fala conosco como lhe apraz, mas, através da Sua Palavra é principal para mim

  19. Irmã Priscila.

    Os judeus de Beréia, apesar de receberem de bom grado o que Paulo e Silas pregavam nas sinagogas, conferiam a coerência com as Escrituras, de outro lado os de Tessalônica contestavam sem qualquer parâmetro e pior, levaram Paulo e Silas à julgamento perante os magistrados da época, nesta ocasião eles quase foram presos.

    Leia lá no livro de Atos cap. 17.

    Por esse comportamento, a Bíblia classificou os de Beréia como mais nobres que os de Tessalônica.

    Com a licença do bereiano, esse blog se presta a esse fim, e o tópico trata da defesa de se manter a Bíblia como único e suficiente manual do cristão, a despeitod esse suposto e velado preconceito da CCB em colocar as revelações (Pão Quentinho) acima dos preceitos Bíblicos.

    Irmã e demais, com o devido respeito de quem pensa em contrário, o inimigo é astuto, grandes manuais de administração ensinam a quebrar um problema em partes para ficar mais simples e fácil a solução, é como comer pelas beiradas.

    Quem sabe se trata disso ? Como li um comentário acima do Daniel Pereira, hoje é a Bíblia, amanhã o ES, e depois?

    A base do Evangelho tem que ser a Palavra de Deus, dogma denominacional com o tempo se esvai, é de palha e de madeira, vai ser queimado.

    Há uns tempos atrás (1996 ou 1997), tinha um ensinamento do Brás para que não colássemos adesivos no carro pois Deus não precisava de propaganda – aqueles adesivos DEUS É FIEL etc – era escândalo sei lá, naquela época eu questionava a validade disto, de onde tiraram isso? Até hoje procuro explicação.

    Ao contrário disso, procure na Bíblia, qq preceito, veja como valem até os dias de hoje e futuros.

    Tem um ai na net, famoso e tal, fala que não crê na Bíblia toda e para tanto manda ler Colossenses 2 e Hebreus todo, meu Deus!! Engraçado é que esse fulano tem inúmeros livros, e os dele agente tem que acreditar em cada página ?!

    Nada anula ou pelo menos deveria anular nossa fé, em todo caso, ficar calado diante disso tudo que estamos vendo não me parece adequado.

    Comigo vai ser assim até meu último fôlego de vida:

    Tá na Bíblia ? Amem.

    Não? Então vai ver se eu tô na esquina.

    Priscila, sei que seu questionamento foi para o Bereiano, mas tomei a liberdade de dar minha opinião a respeito.

    A Paz.

    Claudio (CCB minstério Brás por enquanto)

    • Complementando o que diz o Cláudio sobre o Livro de Atos:

      Lucas (o médico gentio), amigo e companheiro de Paulo em suas viagens, foi o autor de Atos. Ele fez os seus registros com riqueza de detalhes sobre os lugares por onde passaram, sendo testemunha ocular da propagação do Evangelho.

      Se observarmos atentamente as características literárias, vemos o evidente estilo NARRATIVO que apontam os Livros de Lucas e e o Livro de Atos a serem lidos como uma composição única. Um registro cuidadoso de acontecimentos históricos muito bem elaborados, no qual ele demonstra um profundo conhecimento da literatura e idiomas gregos.

      Como médico e historiador, ele pesquisou os acontecimentos para oferecer um relato confiável aos seus leitores, de maneira que estes se informassem sobre o que ele mesmo havia aprendido sobre a fé cristã de forma bastante lúcida e por meio de uma vida prática. E, principalmente, com o desejo de que seu público tivesse também uma vida cristã sólida e dedicada. MESMO SENDO NAQUELE CONTEXTO PAGÃO, onde ia sendo desenvolvida uma ‘teologia’ na qual os primeiros judeus cristãos se tornaram um povo de Deus mais INCLUSIVO, ao acrescentar gentios cristãos à Igreja que ia se formando.

      Iniciava-se, então, a ‘Igreja Primitiva’, sem placa e sem o espaço físico específico de adoração muito comuns tanto no mundo pagão como na cultura judaica.

      Em Atenas, diante dos grandes filósofos gregos que chamaram Paulo de ‘tagarela’, ele não se intimidou e disse em meio ao seu discurso que ‘Deus não habita mais em santuários feitos por mãos humanas’, frase contundente que até aos dias de hoje, muitos religiosos, tendo estudo ou sendo ‘simples’ – não conseguem entender e insistem em querer aprisionar Deus dentro de suas quatro paredes.

      Por meio de suas narrativas, o evangelista mais preparado intelectualmente deixa bastante claro que a mais importante manifestação do Espírito Santo na vida do cristão é que ele será testemunha da vida de Jesus e dos Seus mandamentos. Na vida prática, e não, dentro de determinados padrões religiosos.

  20. Infelizmente estamos vendo que os rumos estão sendo tomados fora da bíblia, e vemos o que o homem é capaz de fazer sem o uso da mesma, que diga a igreja católica da idade média. ( não estou atacando, e sim dando exemplo). Somos livres hoje porque homens leram a bíblia e perceberam o que estava errado. O próprio Senhor Jesus quando foi tentado pelo diabo no deserto usava a palavra da bíblia para dar resposta a ele: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus.
    Mateus 4:4.
    Eu mesmo só entendi o evangelho quando comecei a ler sistematicamente a palavra de Deus, e por compreender isso tudo, quando falo aos outros pensam que eu estou desviado da CCB, que a letra mata e essa coisa toda, pegam versículos isolados para justificar a falta de conhecimento na palavra.
    Prefiro ficar no entendimento da bíblia, porque o próprio Jesus disse: Examinai as escrituras vós cuidais ter nelas a vida eterna. E vejo que Deus se compraz com aquele que tem o conhecimento da palavra, pois Paulo era fariseu, tinha muito conhecimento da bíblia, (pentateuco e a palavra dos profetas). Peço que orem por mim, para que Deus possa dar entendimento,pois sou novo ainda, mais quero ter o conhecimento, para que eu possa dividir com os outros.

    Que o Senhor Jesus nos ilumine em tudo.
    graça e paz…

  21. Agora surgem muitos irmãos defendo as edições nos pontos de doutrina. Venho defendendo a antiga redação como ortodoxa e afirmando que A BÍBLIA É A PALAVRA DE DEUS. Pergunto aos que defendem que a Bíblia contém onde estavam nestes 100 anos que a CCB proclamava que a Bíblia ‘era’? Por que não expuseram seus argumentos criticando tal postura dos anciães já que eram contrários? Será que não é como dito no texto, que nada contestam e dizem amém pra tudo? Como podiam defender antes e agora sendo que inverteram tudo fazendo o 6 virar 9?

    • Sim bereiano.

      Curioso tambem é que para criticar ou atacar se valem de textos sem contextos todos da Bíblia.

      Tambem tenho umas indagações:

      Querem resumir a Bíblia para adicionar outras revelações à ela é isso?

      São poucos os ensinamentos bíblicos para uma vida cristã escorreita? Mas se são poucos, por qual motivo querem excluir algumas partes? Querem diminuir para aumentar ? Não estou entendendo.

      Preguiça de ler a Bíblia?

      Mudar o significado de que seja a Bíblia para que ela se adeque à doutrina ?

      Tá confuso, carece ser reformado tal ponto que, com ou sem propósito específico, está gerando esse dissabor no meio dos bereianos.

      A Paz.

      Claudio (Min. Brás por enquanto)

  22. Bereiano, como assim saíram?

    • Irmã Priscila, eles foram para outra denominação porque não suportaram ouvir de seus anciães, a Bíblia ser chamada de “letra morta” e que apenas “contém” a Palavra de Deus. Excetuando o irmão Marcelo, os outros redigiram uma confissão de fé junto com uma carta de desligamento.

  23. Como vc sabe? Conhece essas pessoas? (Curiosidade).

    • A paz de Deus

      Irmã Priscila, permita-me, no amor do Senhor Jesus:

      Todas essas pessoas listadas pelo irmão Ricardo – exceto o Marcelo Ferreira – são consanguíneos ou aparentados… Veja os sobrenomes, comum Congregação(2) e anciães(2).

      Cuidado minha irmã, examine tudo!!!…

      Esperava muita coisa construtiva do irmão Ricardo… Decepcionei-me…

      Parece que ele(sem perceber) está enveredando e levando alguns por um “caminho” tenebroso; Prov. 14:12… Não estou dizendo que a CCB é o caminho, mas é nela que aprendemos o “percurso/doutrina” do Caminho=Jesus Cristo.

      Gostaria de saber do irmão Ricardo(Bereiano), se é desta forma que ele está a contribuir positivamente para o aprimoramento da Obra de Deus em nosso meio?.

      “Criticar, Sim… Influenciar ou induzir, pelos nossos conceitos, Não”…
      Bom senso é o que se espera e cabe a todos.

      Suportem-me no amor do Senhor Jesus.

      grato

      • Samuel, Samuel…
        Dizer que a Bíblia é a Palavra de Deus, o que a CCB sempre professou, é levar as pessoas para um caminho tenebroso?

      • A paz de Deus

        Não meu irmão Ricardo!. Isto que o irmão diz: “A Bíblia ‘É’ a Palavra de Deus e, não ‘CONTÉM’ a Palavra de Deus”, é uma crítica, portanto aceitável. Mas, quando vc “LISTA” um número de pessoas que deixaram(abandonaram) a nossa comunidade CCB, qual é o objetivo disto, que não seja induzir?.

        Se vc for um jovem(neófito), eu até relevo. Mas, se já é um veterano assim como eu, já passou da hora de se “portar” como tal…
        Pense nisto!.

        grato

        • Samuel, Samuel…
          Eu sou jovem de vigor e espírito, mas experiente no caminho por isso… como foi dito à Timóteo, “ninguém despreze tua mocidade”.
          E você já veterano e ainda não aprendeu a ter educação?
          Eu estava tentando reponder à Priscila, uma pergunta que ela fez A MIM (“Vai deixar de ir nos cultos? vai abalar a sua fé?”) e você se intrometeu, insinuando que a estou induzindo a “um caminho tenebroso”.
          Por ter me interrompido, escrevi dois textos (“Quem são estes?” e “Consciência”) para poder concluir a minha resposta à nossa irmã, então ela saberá qual o objetivo disso e verá que não é induzir.

          Samuel, Samuel…
          Você está nervoso porque gostaria de refutar tudo o que foi dito no texto mas não pode. Não pode porque é verdade. Você percebeu o quanto é ingênuo, quer acreditar que o ministério cometeu um engano, ou que vai dar uma explicação ou justificativa, mas não vai, porque não tem justificativa alterar a declaração de fé às escuras.
          Estas pessoas da lista e você são nomes irrelevantes para a sua igreja, enquanto fala amém tudo bém, quando contestar alguma coisa o ministério não vai fazer questão – vai até preferir – que vá embora.

          Samuel,Samuel…
          Eu te dei a opção de conversarmos de modo privado e você preferiu o blog. Muito bem, ganhou um post só para você, aguarde!

          >>>Comunicado a todos
          Por incrível que pareça, eu não tenho computador. E, por opção, também nunca tive um celular, mesmo assim, consigo manter dois blogs. Poir isso deixo a moderação dos comentários livre pois nem sempre consigo responder de imediato. Mas infelizmente, precisarei mudar as regras.

          • A paz de Deus
            A paz de Deus

            Irmão Bereiano:

            Veja: vc faz as tuas interpretações que julga serem verdadeiras; mas, parece que se recusa a, pelo menos, considerar com mais prudência a quem vc refuta, no caso o “ministério” legitimamente estabelecido por Deus.

            Não estou aqui para tomar partido seja ele qual for.
            As vezes eu mesmo faço minhas “críticas” também, quando vejo falhas ou erros…
            Mas, sempre procuro preservar a imagem do ministério.

            Os homens são falíveis, mas, o ministério sobre eles e legítimo.
            Lembra de Saul?.

            Veja vc como a cabeça humana é um “universo” insondável.

            Apenas interpretei a tua “mensagem” à irmã Priscila, assim como vc a postou.
            Então comprei o “peixe” conforme informado… E foi isto que me impulsionou daquela forma…

            Se faltei com a educação, não por maldade, mas sim, por zelo: PEÇO PERDÃO.

            Não sou ingênuo ao ponto de não saber interpretar o que leio e, nem quero acreditar, como vc diz, que o ministério cometeu engano.
            Acredito sim: Que o ministério alterou esses “pontos” de doutrina, para ficar mais pontualmente, de acordo com a lógica da Palavra de Deus.
            Pena que vc e muitos não querem, ao menos, considerar desta forma.

            Se vc postou algum e-mail para mim, sinceramente não consultei ainda.

            De qualquer forma, estamos aqui para aprender, até mesmo, com os erros e equívocos.

            Deus o abençoe

            grato

            P.s.: Esteja a vontade para deletar meus posts se achar necessário.
            Vou entender…

      • Charles - CE disse:

        Prezado SAC.

        APDD a todos.

        Temos é que lutar para tirar o poder ilusório das lideranças da CCB BRÁS. Porque está faltando respeito para com a irmandade em geral.
        Tenho dois filhos (Um engenheiro Civil e outro Advogado) Aqui em Fortaleza-CE. Ambos eram músicos, o que formou em Direito, auxiliava juridicamente a administração Central (Fortaleza-CE). Atualmente, aquele que auxiliava juridicamente sequer vai na igreja, principalmente depois que participou de uma reunião da administração da CCB do Brás na cidade de São Paulo-SP.
        Um dia atrás, falando com ele, o mesmo me disse que é muita ilegalidade e interesse pessoal da liderança dentro da CCB que a irmandade simples nunca irá saber.
        Diante do que viu, ele disse que irá procurá uma sociedade que no mínimo seja transparente e sem interesse particular da liderança.

        Outrossim, quando convidei para somente ir na igreja, o mesmo disse que; o que viu na reunião, está perto de vim a tona. Portanto, ele estava desvinculando para sua imagem não ficar maculada.

        Fiquei triste, más, ele não está errado.

        Agora fico pensando. Quantos irmãos está na mesma situação?

        Acho que o irmão bereiano está correto com seu Blog.

        Peço perdão porque comentei algo que possa chatear alguém que tem interesse de esconder o errado.

        APDD.

      • A paz de Deus

        Irmão Charles-CE:

        Sei que estou “abusando” da liberdade do Blog do irmão Bereiano.

        Não querendo gloriar-me, Deus é presente.

        Vou contar um segredo:

        No início dos anos 80, aconteceu um desentendimento entre um ancião da cúpula e meu saudoso pai que era cooperador do ofício ministerial.
        Tinha dias que o culto da nossa comum terminava após às 21:00hs., coisa costumeira até hoje.
        Mas aí teve uma noite – o culto estava tão Fervoroso – que terminou às 21:40hs…
        Ah meu velho!…; não deu outra!… Foram bater no ouvido do ancião…

        Resumo da “ópera”: Quiseram até mudar meu pai para a salinha de Oração onde havia começado a Obra neste lugar nos anos 60, e que através dele(meu pai) havia progredido muito bem… O coitado do meu velho até falou em aceitar para não causar “escândalo” na Obra…

        Fiquei tão revoltado que, os irmãos do deixa disto, tiveram que me segurar…

        No final, graças ao Bom Deus, terminou tudo bem…

        O que eu quero transmitir com isto(!?):

        Em todo o lugar onde estiver o homem, acontece e acontecerá as coisas injustas também.

        Os homens que compõem o ministério não são infalíveis.

        Nem por isto devemos abandonar a Obra que, segundo entendemos, é de Deus, não de homem.

        Lembremos que Paulo e Barnabé também quebraram o pau(rs), no episódio de Marcos, nem por isso se fizeram inimigos.

        “Deus não destruiria as cidades de Sodoma e Gomorra se, nelas tivessem 10 almas justas.”
        Deus não abandonará “esta Obra”, pois tenho certeza que nela – apesar dos maus obreiros – há milhões de justos e obreiros justos também…

        grato.

    • Priscila,
      Deixaram tudo documentado e com seus emails pessoais.
      Oportunamente postarei a Declaração de Fé e Comunicado de desligamento.

  24. Sou da CCB. Eu não consigo entender. Porventura antes da pregação da Palavra não é feita a leitura da Bíblia , e depois vem a pregação inspirada pelo Espírito conforme a necessidade particular de cada um ? Por exemplo: certa vez cheguei na igreja com uma grande necessidade , um conflito muito grande a respeito de uma pessoa a qual tinha grande dificuldade em perdoar. Sinceramente , confessei essa minha dificuldade ao Senhor naquele dia no meu coração. Quando foi à noite o Senhor revelou aquela parte das Escrituras sobre a história de José do Egito , cuja essência é sobre o amor incondicional e o perdão. Eu conheço a história de José. Já li e reli e até assisti vários filmes.Mas, naquele noite o Senhor através dessa leitura , na pregação inspirada por Deus falou comigo face a face sobre a minha particularidade , sobre a minha história , sobre o que eu estava passando e transformou o meu coração. O homem não sabia o que eu estava passando e nem o que tinha em pensamento confessado ao Senhor. (Obs.: Claro que Ele não falou só comigo, rs… eu peguei a minha porção.). A sabedoria de Deus é tanta que Ele fala com todos ao mesmo tempo. Enfim , a história de José eu conheço , mas através dessa leitura o Senhor através da pregação foi até as profundezas da minha alma , conversando comigo sobre o “meu assunto” particular e então foi resolvido.È como um consultório médico onde há vários paciente aguardando. Cada paciente passa pelo médico que atenderá e cada um com tratamento diferente um do outro conforme a necessidade de cada um.
    Resumindo: O Senhor “CONVERSA” comigo através da Palavra em particular conforme a minha necessidade usando das Santas Escrituras. Obs.: é claro que ELE fala conosco como lhe apraz, mas, através da Sua Palavra é principal para mim

  25. Bereiano,

    Como já falei (e não me canso de falar!), admiro muuuuuuito blogueiros assim como você, o Mário, o Henrique, o Daniel e o Hélio que, mesmo continuando no meio do furacão, mantêm a lucidez e o bom senso.

    Botando a boca no trombone com o objetivo de arrumar a própria casa.

    Dando a cara a tapa.

    Expondo-se a críticas e julgamentos sem se intimidarem.

    Atitude mais adulta do que essa é impossível!!!

    • A paz de Deus

      Irmã Regina

      Eu sempre admirei e admiro grande parte dos “artigos” de nossos irmãos, mesmo os de temas críticos. Eu mesmo corroboro e, as vezes, faço minhas críticas pessoais, vc sabe disto!.
      Sei perfeitamente que vc já tem a tua posição formada dentro do “universo” cristão e, nada pode demovê-la de tua convicção. Portanto, respeito a tua posição.

      Agora se nós estamos aqui, somente para receber “afagos” e não críticas também; aí já se torna pesos e medidas desiguais. Creio que vc já está bem ciente disto…

      Não quero criar contendas. Tenho certeza que vc também, mesmo ao teu modo “visceral” rsrs, que já conheço muito bem, também não quer.

      Um grande abraço, minha irmã.

      grato

      • Olá, Sac!

        Fique certo, não estou dourando a pílula. Não passo a mão na cabecinha de ninguém.
        Apenas sou coerente com as minhas ‘convicções’ quando compartilho do modo contundente do autor. Não significa que não temos divergências.
        A própria denominação escolhida que o diga (risos).

        As minhas convicções têm por base a simplicidade do Evangelho e, ironicamente, batem de frente com certas práticas doutrinárias que distanciam as pessoas. Em consequência dessas convicções colocadas por vc, o meu amor pelas pessoas também é imutável. Paradoxalmente, é isso o que me flexibiliza…

        A propósito, escrevi agora há pouco uma resposta meio longa (normal rss) para a Priscila e acho que é por isso que está aguardando moderação.

        No mais, sinto-me muuuuito honrada em ler palavras suas dirigidas a mim. Sério, sem demagogia nenhuma! Como já falei antes, percebo amor e zelo nas linhas e entrelinhas.

        Grande abraço também!

        R.

  26. Regina, nada pessoal! Mais parece que você se sente satisfeita quando alguém aponta alguma falha da ccb….. Pq?

  27. Priscila,

    ‘Nada pessoal’, mas é impressionante como minhas colocações incomodam a alguns.

    Por que será, heim?!

  28. Não suas colocações não incomodam!!!!! Foi apenas uma observação…… Não confunda!

  29. Eu gostaria de perguntar duas coisas do abismo da minha ignorância… Primeira: vocês já receberam a presença de Deus falando dentro de vocês na hora da Palavra, recebendo de Deus orientações que pareciam em desacordo com a Bíblia, ou com os ensinamentos – incluindo os de inúmeras outras denominações?

    Tenho para mim que a Palavra (no momento da pregação) não é dada a todos de forma igual, mas somente àqueles que Deus visitou no coração naquele momento. E isso é algo que não se pode provar diante de homem algum, esse é um dos segredos da fé. A Palavra não fala conosco somente porque diz o que queremos ouvir, ou por falar de uma situação parecida com a nossa. Isso é o que aprendi ao longo de tantos anos, desde a minha infância mantendo-me na CCB – apesar de ter parentes em praticamente todas as denominações que vivem a fazer críticas.

    Segunda: vocês, ao tratarem a Bíblia como imutável, levaram em consideração diversos fatos históricos que a maioria não conhece, como os erros de tradução; a ausência ou o acréscimo de textos?… Movido pela curiosidade, descobri que podem haver na versão atual da Bíblia nada menos que 52.000 erros de tradução. E aí, quem – ou melhor, Quem – pode saber de toda a verdade?

    • Caro Irmão Eugenio.

      Aprendi que a presença de Deus não vem e vai, quando vc abre a porta ele entra na sua casa e ali permanece, diferente de uma visita.

      Quando eu frequentava outra denom. lá sempre ouvi dizer algumas coisas negativas referentes à CCB (dito em rodas de mocidade etc), e quando passei a frequentar a CCB se confirmaram, de outro lado o que dizem de outras denom. na CCB (no púlpito mesmo, eu já ouvi) é pura invenção, fico tremendamente chateado, tal como o irmão está, pq sei que são mentiras ditas por um suposto ministro do evangelho.

      Em seu segundo parágrafo o irmão diz de um “deus” que faz acepção de pessoas, me desculpe, eu não acredito assim, pois vai contra o livre arbítrio vigente desde o Eden, Deus está pra quem o aceitar, visita só esse ou aquele.

      Tenho 2 parentes afastados, um era músico inclusive, irmão é impressionante como a pessoa vira NADA, NADA, sem qualquer base bíblica irmão, ela sequer lembra alguem q já esteve louvando a Deus um dia, isso é fruto irmão de arroz com feijão na igreja, produz crentes superficiais, que vivem de revelações, sempre em busca de respostas que a Bíblia já deu faz horas.

      Sabe o que faz um crente abandonar a fé irmão, dentre tantas coisas?

      A falta de uma experiência com Deus real, aquela que impacta sua vida, tem gente que passa 15/20/30 anos na igreja só vivendo de testemunho dos outros, aqueles que nos alegram sim, mas nossas próprias experiências nos marcam, a dos outros agente esquece, tal como revelações de culto em culto, nossas próprias não, agente se lembra delas todas.

      Em Isaías 6 – Veja o profeta, no ano que morreu o rei ELE VIU (repare, não ouviu dizer etc), viu a glória de Deus, depois ele confessou que era de lábios impuros e o Anjo tocou com uma brasa em sua língua, ou seja, foco, Deus agiu milimetricamente no problema dele.

      Experiência com Deus é assim, VC a tem, e ela vem do céu para o mundo real, traz consequências em sua vida, vc não é mais o mesmo a paritir dai.

      Conheço inúmeras pessoas que se afastaram do caminho pq ouviram milhões de vezes as revelações que nunca se confirmaram em suas vidas.

      Com todos esses erros apontados pela sua pesquisa, Jesus utilizou da Palavra mesmo no dia da tentação para expulsar o inimigo.

      A base do evangelho é a Palavra de Deus (Bíblia pra mim pelo menos).

      Deus fala de várias formas, mas quando há um choque entre o dito em qq lugar e a Bíblia, eu fico com a Bíblia e no grande dia vou me apresentar a Deus com a versão Almeida no meu coração.

      Com inesgotáveis ensinamentos que a Bíblia possui eu fico estarrecido como tem crentes procurando em outros lugares para fundar seu alicerce.

      Pra mim só existem duas igrejas:

      A que vai subir e a que vai ficar.

      Eu queria escrever menos.

      A Paz

      Claudio

      • Cláudio,

        Esse é o ponto nevrálgico.

        Pois tudo se resume exatamente nisso que você diz, por meio de exemplos concretos acerca da realidade da dinâmica denominacional, demonstrando claramente que se trata de CRENÇA religiosa, e não, de FÉ.

        Convivo com isso também que você narrou e fico impressionada com essa ‘fé’ rasa que depende de se deslocar, de precisar ir a um local ouvir ‘Deus falar’ pela boca de um homem igualzinho a mim.

        O ‘crente’ sai de casa para ir ao ‘local de adoração’, mas não é para louvar a Deus em ajuntamento.

        Ele foi buscar respostas para seus interesses pessoais. Sejam relacionados à saúde, ao trabalho, a uma viagem importante, a uma decisão na vida.

        Lá no ambiente da suposta resposta, há todo um preparo para uma impressionante comoção coletiva que vai desde o falar em línguas a entoar hinos com orquestras de causar inveja aos anjos.

        Eis a capa, a performance, a exterioridade que esconde o verdadeiro intento do ‘crente’ que foi ‘à casa do Senhor’.

        Sei de pessoas que se enrolam toda e acabam se frustrando silenciosamente (entram em parafuso) se não têm as respostas que esperam. Ou então, quando, por exemplo, decidem ir a outra comunidade, até mesmo em outra cidade, só para ‘ouvir a Palavra’, para ver ‘se bate’ com a anterior, chamando isso de ‘confirmação da Palavra’. E isso, coitado, sem falar das profetadas tendenciosas que ouve.

        Dois erros: profetadas e tendenciosas.

        Veja que coisa neurótica!

        Veja que perigo!

        Veja o que gerou a tal ‘oralidade’ de décadas e décadas.

        Inevitavelmente, eu faço uma analogia com outras crenças e me arrepia. Não um ‘arrepio’ de emoção, mas um arrepio de lucidez!

        Foi isso que questionei desde sempre.

        Foi isso o que sempre me intrigou, mesmo quando não tinha ainda embasamento que me desse essas respostas que só vêm de uma experiência genuína com Deus. Experiência essa, que é pessoal e intransferível.

        É disso que venho falando…

        • Uau Regina.

          Voltei da cirurgia, meu nariz tá bem sensível. Minha filha hoje pela manha só relou nele e uma lágrima caiu automaticamente dos meus olhos.

          Esse teu post foi um “soco” no nariz de muito crente. Perfeito, digno de glórias a Deus!!!

          Abracos.

      • Sim Regina e não pare de falar pelo amor de Deus.

        Claudio

        • Então, Cláudio.

          É como coloquei em texto no meu blog:

          É uma pena que muitos engessados religiosos acreditam que se alguém se pronuncia em sentido oposto ao da maioria, não está ‘agindo com amor’. Está sendo agitador, perseguidor, rebelde, e mais um monte de adjetivações convenientes. Na verdade, essa ‘maioria’, foi induzida a falar assim sem questionar. Essa é a parte mais triste, pois fomos adestrados a abaixar a cabeça e nos submetermos às doutrinas estabelecidas desde que o mundo é mundo.

          Todos nós herdamos, fortemente, da cultura católica, no sentido de recebermos o prêmio celestial se seguirmos fielmente determinadas normas. Isso se disseminou de formas diferentes, mas idênticas na sua essência.

          O tempo passou, as ramificações denominacionais surgiram inevitavelmente, e o homem continuou fazendo vista grossa ao que Jesus alertou acerca dos perigos das tradições, posto que são invenções dos seres humanos. Pois, quando essas tradições entram em choque com as Escrituras, a primeira reação, em geral, é preservar o que foi criado pelo homem.

          Sabemos que um calendário litúrgico varia de denominação para denominação. Sabemos que esse calendário representa a sequência de tradições empregadas pela Igreja Primitiva, como UM MEIO de relacionar nossa fé em Deus à nossa vida e atividades diárias. Ok, tudo bem. Entretanto, a questão não é a tradição em si. Jesus observou os ritos judaicos. A questão está sempre em torno dos VÍCIOS (hábitos, costumes) gerados e transmitidos por essa tradição, INVALIDANDO a Palavra de Deus. Esse é o ponto.

          No amor de Cristo,
          R.

    • Caro Claudio,

      Vejo que você entendeu bastante errado o que escrevi. Vamos reler: “Tenho para mim que a Palavra (no momento da pregação) não é dada a todos de forma igual, mas somente àqueles que Deus visitou no coração naquele momento.”

      Note que escrevi: NAQUELE MOMENTO. Ou seja, Deus não faz acepção de pessoas, mas conhece a necessidade, a força da fé e a provação de cada um de modo a falar com cada pessoa no momento certo. E é a partir desse ponto que verifico muitos “erros de interpretação”: a pessoa muitas vezes deseja tanto uma determinada coisa, que ao ouvir uma Palavra de confirmação para uma situação parecida à sua, imediatamente a toma para si. Oras, tenho para mim que só sabemos se aquela pregação foi ou não para nós se Deus nos visita naquele momento – e isso nenhum crente que já tenha sido visitado confunde… Eu mesmo levei 14 anos para ser visitado por Deus na Palavra (antes disso, Ele me mandou Suas palavras através de irmãos missionários que sem me conhecer viajavam centenas de quilômetros exclusivamente para falar comigo, dentre outras formas fora da casa de oração). E isso não acontece somente comigo.

      E digo-lhe um detalhe pessoal: quando Deus me visita através da Palavra, embora ninguém note nada de diferente em meu comportamento (eu apenas me encolho e choro nessas ocasiões), eu simplesmente não ouço nada do que está sendo dito. De modo que, para entender o que Deus me disse, tenho que perguntar a outros irmãos após o culto…

      Se você ler a Bíblia versão Almeida (ou qualquer outra versão), verá que o Espírito Santo se apoderou de várias pessoas (e mesmo de um animal) para falar aos homens. Se você realmente ler, verá que o mais importante, do começo ao fim da Bíblia, foi o Espírito Santo – pois mesmo os discípulos eram analfabetos! E o Espírito Santo, ao contrário do que muitos pensam, não se resume a falar em línguas… Ele é a presença de Deus entre nós depois que Jesus se foi. E esse Espírito não pode ser controlado pelo homem, não está condicionado à alfabetização, à posse de uma Bíblia ou à linguagem adotada pelos homens.

      E justamente por serem guiados pelo Espírito, muitos crentes puderam seguir o caminho de Deus sem uma Bíblia na mão. Ou puniria Deus aos analfabetos?

      Tenho parentes, inclusive pastores, em muitas igrejas. Certa vez, apenas para agradar a um tio, li dois livros recomendados pela igreja dele. E notei que um dizia exatamente o contrário do que dizia o outro a respeito de “como lidar com o diabo e as provações” na Terra. Bem, são livros escritos com a “sabedoria” do homem. Não digo mais nada… reflita a respeito por si mesmo.

      Quanto ao abandono da fé pelos crentes, é algo que ocorre em todas as igrejas e crenças, mesmo nas que você considerar a mais perfeita. Basta lembrarmos da parábola do semeador. Ou de que muitos seriam chamados, mas poucos escolhidos. Ou de que larga é a porta que conduz à perdição. Enfim, a prova é muito grande e nem todos podem suportá-la.

      Qual foi o alicerce daqueles povos que, centenas de séculos atrás, sem Bíblias impressas, sem saberem ler, vivendo alheios à vida social das cidades dominadas pelo Império Romano/Igreja Católica, mantiveram vivos os preceitos de Cristo e a fé em Deus?

      • Irmão Eugenio.

        Pelo amor de Deus, não disse nada para ofendê-lo.

        Meu “post”, após o seu, foi apenas uma forma de dar meu ponto de vista sobre os assuntos que o irmão levantou em seu comentário.

        Se Deus fala dessa forma com o irmão, o que posso eu afirmar contra.

        Deus sabe da sua necessidade e o inimigo tb (quando tentou a Jesus pq acha o irmão que ele disse para Jesus transformar as pedras em pão?), daí o cuidado em vigiar alem de orar.

        Enfrentar a Satanás tem uma forma, está na Bíblia, e não é fugindo dele, aliás é o contrário, as publicações que o irmão leu devem estar de acordo com as Escrituras para terem validade, e pra atestar isso tem que saber a régua de referência.

        Alguns eram analfabetos, mas quer ser igual a estes? Então, nada de ir de carrão para a igreja (eu tenho um tb), sequer naquela época Henry Ford existia.

        Eu não posso me comportar como se analfabeto fosse, se acaso um analfabeto se converter, então Deus fala de diversas formas, eu creio nesse Deus.

        Conheci uma senhora de mais ou menos uns 60 anos, faleceu faz um tempo, não ouvi dizer, ou ouvi um testemunho assim, EU CONHECI, que se converteu, frequentava uma dessas “seitas” que falamos que ensinam a Bíblia, ela não sabia ler nem escrever, mas de tanto que ensinavam com a Bíblia na igreja, ela se sentiu motivada e começou a aprender a ler e escrever com a Bíblia mesmo, e com ajuda de familiares, logo estava lendo e escrevendo OH GLÓRIA ! Não me contive irmão.

        Agora pra saber tudo isso que o irmão mencionou em seu “post”, tem que ler a Bíblia, não custa nada, ela tá ai do seu lado, fechada é um livro apenas, aberta É O PODER DE DEUS, é Deus falando com você, tente não se abster disso e tudo fizer prosperará.

        Tá na Bíblia? Amem.

        Não? Já sabe né?

        Eu queria escrever menos.

        A Paz.

        Claudio (CCB Min Brás por enquanto)

        • Note-se que em suas respostas você se atém à Bíblia, ao livro, e em nenhum momento toca no Espírito Santo. E era sobre esse Espírito que eu estava lhe indagando; todo o resto eram apenas exemplos para reforçar meu raciocínio.

          Mas como o irmão Cláudio parece não ter entendido, ou preferiu evitar o assunto, agora eu perguntarei de forma bem mais clara:

          É o Espírito Santo que te guia quando decide escrever este blog? É o Espírito Santo que te guia quando decide interpretar a Bíblia à sua maneira? É o Espírito Santo que te mostra tudo isso?

  30. Josué Palácios disse:

    Congrego na CCB porém sem as ataduras que eles tentam impor a cada um, sou livre dos achismos, usos e costumes, dos pensamentos que só lá encontra a salvação e por ai vai. É um prazer enorme quando deixamos de acreditar em dogmas impostos e passamos a crer em um Deus que deu seu único filho no madeiro da cruz para salvar a humanidade.
    Isso tem um preço, e muitas vezes não é pouco. Você passa a ser visto como o ‘desobediente’ simplesmente porque não concorda com tudo ou questiona alguma coisa, pensando bem ‘nascer na graça CCB’ (Termos da entidade) não tem tanta graça assim (Com os devidos trocadilhos).

    • Irmão Josué

      Testemunhos como o seu são a prova de que independentemente de ensinamentos sem base bíblica, as pessoas conhecem e se chegam ao verdadeiro caminho que é Cristo, só acho que a liderança da CCB poderia contribuir um pouco mais e não tentar costurar o véu que fora rasgado.

      O caminho é Cristo, a porta é Ele tb.

      Deus continue o abençoando.

      A Paz

      Claudio – CCB ministério Brás por enquanto.

  31. Cara Priscila

    Antes de tudo, peço-lhe perdão pela correria de ontem à noite. Eu estava um tanto apressada, colocando em dia minhas leituras da internet de forma dinâmica e simultânea, então não pude me deter com mais tempo diante de suas perguntas. Hoje, entretanto, não pude deixar de observar que ‘suas falas’ neste blog são recheadas de ‘por quês’.

    Bom, quanto à sua pergunta endereçada a mim, se ela é capciosa ou não, isso só quem vai saber é Deus que esquadrinha cada ‘milímetro’ do nosso coração sondando as nossas reais intenções. De minha parte, procuro responder com sinceridade, como sempre faço quando se dirigem diretamente à minha pessoa, assim como você fez. Mesmo com a consciência de que blog não seja um espaço assim tão apropriado para conversas paralelas. Inclusive, de antemão, já para se evitar o retorno desse vício, se você quiser trocar ideias meu e-mail é reginacmfarias@hotmail.com

    Deixo claro que se aqui dá essa impressão de que abuso um pouco é porque – assim como eu – observo no Ricardo, certa permissividade sadia, típica dos que não são intransigentes, radicais e inflexíveis. Não estou jogando confete, não é minha praia, mas não deixo de dizer o que penso. Aqui ou em qualquer ambiente que seja propício. Se ele inibir minha fala aqui (ainda que de forma sutil como já fez outro blogueiro), não levarei para o lado pessoal jamais.Simplesmente farei uso de um sem número de ferramentas que propiciam a minha liberdade de expressão concedida pelo Autor da minha vida.

    Me desculpe a pretensão de achar que a incomodo com minhas palavras, mas sabe como é ‘gato escaldado’… Meses atrás houve um debate acirrado em um blog onde muita gente se pronunciou avessa a algumas práticas doutrinárias – e a minha, entre muitas, foi a única que incomodou a um ‘denominacional de carteirinha’ de tal forma que a conversa passou a ser ‘pessoal’, como se ele fosse porta voz de milhares de pessoas. Não fugi da raia porque não é do meu feitio, e o assunto esgotou-se por si. Mas confesso que me entristece constatar uma defesa acirrada por uma suposta ‘nova jerusalém’ aqui na terra. Porque essa não é a mensagem do Evangelho.

    Quanto à minha resposta à sua pergunta, é notória a minha grande satisfação em constatar quando alguém está interessado em arrumar a própria casa – expressão usada acima – com base na simplicidade do Evangelho. Essa é a minha grande satisfação! Esse será sempre o meu grande prazer! E isso não tem nada a ver com denominação específica, ainda que considerando a CCB como bem familiar, vez que muitas pessoas muito próximas de mim, que amo de paixão, têm uma estranha paixão por essa denominação, quase uma idolatria como é disseminado nesse meio, convenhamos. Mas aqui, apenas estamos debatendo, livremente, como nos é concedido pelo autor do blog. Simplesmente isso. Mas saiba, não me restrinjo a isso, eu circulo por aí fazendo as minhas considerações sobre qualquer tema, de Roma a Washington, de Ratzinger a Ozama. Sem querer ser boçal, minha curiosidade literária não se restringe a esse espaço ou esse tema, ou melhor, a essa denominação.

    Ainda ontem pela manhã fiz crítica aberta à ‘minha’ própria denominação lá no blog do Mário, no texto abaixo que, inclusive, já gerou outro texto no meu blog que devo estar postando ainda hoje:

    http://www.blogdomario.com/2013/02/mudar-ou-nao-mudar-de-igreja-eis-questao.html

    Não é porque é lá o ajuntamento que escolhi para alguns momentos de louvor em grupo, que vou me alienar e dizer a sandice de que lá há perfeição. Até porque o nosso louvor não é lá dentro. Nosso real louvor é aqui fora, no nosso respirar, no chão da existência. E não em momentos de cerimonialismos e liturgias. Precisamos ter essa clareza e essa lucidez, pois Jesus reque de cada cristão um cotidiano prático e coerente.

    Espero que tenha lhe respondido a contento, pois é para isso que procuro amadurecer na fé. Concluo com a reflexão da frase que coloquei no blog ontem:

    “Naquele ‘dia’ não se perguntará quais eram as suas doutrinas, nem como era a sua forma de batismo, nem qual era a sua religião, nem quantos trabalhos cristãos você fez, nem se perguntará pela sua estatística de ‘quantos você converteu para Deus na Terra’. Perguntar-se-á se você viu Jesus por aí, com fome, maltratado, com sede, preso, doente, lá no ‘brejo da Cruz’. E as pessoas vão dizer. ‘Senhor, nós nunca te vimos assim!’ E Ele vai dizer: ‘Sempre que vocês deixaram de atender a um ser humano nesse estado de degradação, de prisão, de dominação, de infelicidade, de angústia e de miséria, vocês deixarão de atender a mim.’ É uma pena que Mateus 25 não seja levado a sério por nós. Não se esqueçam: é com base no amor ao próximo que se estabelecerá o critério final, o critério ômega do juízo“.

    Tenha um bom domingo!

    RF.

  32. http://www.respondi.com.br/2013/02/a-biblia-e-ou-contem-palavra-de-deus.html

    Para quem tem costume de ler o site do irmão Mario Persona.

    • “Portanto é preciso que o verdadeiro crente em Jesus tenham bem claro em sua mente que a Bíblia, isto é, o conjunto dos 66 livros inspirados que temos em mão, É A PALAVRA DE DEUS e não apenas reúne PALAVRAS DITAS POR DEUS ou CONTÉM A PALAVRA DE DEUS” (Mario Persona)

      O texto diz tudo o que já foi dito aqui.
      Ele também te decepcionou?

      • Não… Pelo contrário… Concordo plenamente com ambos. Só coloquei esse link para comprovar que muitas outras pessoas pensam igual, ou seja, não estamos sozinhos…

        Deus o abençoe!

        Ps.: Não sou o Samuel Costa…

      • A paz de Deus.

        Veja que o próprio Mário Persona quando fala sobre a mentira de satanás à mulher, diz: “… Não é a FALA DE DEUS, mas o REGISTRO[da FALA] é a palavra de Deus”.(caps e acréscimo meu)…
        Coisa que o irmão Romário, com muita propriedade(a meu juízo), vem defendendo no seu Estudo há algum tempo sobre: “MENSAGEM DO REGISTRO x REGISTRO DA MENSAGEM” …

        grato

        • Prezado Irmão,

          Veja que o Mário Persona deixou claro, que a Bíblia É a Palavra de Deus. Disse que inclusive fazer essa modificação é rumar a apostasia. Em nenhum momento ele defendeu dizer que a Bíblia CONTÉM a Palavra.
          Li o site do Romário e vi que ele utilizou esse argumento de registro da fala para defender que a Bíblia CONTÉM.
          Ou seja, a opinião do Mário Persona é COMPLETAMENTE diferente.

      • Mais um detalhe:
        Quando disse: “Decepcionei-me”, não foi com relação a discordância nos pontos de doutrina e sim, em relação a “LISTA” de pessoas dissidentes…

        grato

  33. Claudio, A Paz de Deus! Fui nascisda e criada na CCB, sei tudo como é, até achei engraçado quando você citou a parte do adeviso, realmente ja me fiz essa pergunta, o que me responderam foi que quem tem esses costumes são os “seitarios”……ja que eu sou a cheia de porques aqui nesse blog, com você não vai ser diferente, qual a sua magoa em relação a CCb, porque do jeito que você fala parece que sei la falta alguma coisa, o que é?

    • Irmã Priscila, amem.

      Nenhuma mágoa em relação à CCB, tenho profunda admiração pelo povo de Deus que procura o servir na CCB ou em outras denom. que conheci.

      Tenho por hábito comentar sobre os tópicos, só isso.

      Parece ser uma luta inglória, sem fundamento, todavia, não são poucas pessoas que aqui e em outros fóruns comentam, dizendo dos esclarecimentos que chegaram por conta de procurarem na net etc, e aos poucos vão se chegando às respostas que a Bíblia tem faz tempo, como exemplo temos de que – Graça não é a CCB -, e – caminho é JESUS apenas etc.

      Fico chateado, não magoado, pois temos cultos todos os dias na CCB, custava um de ensino bíblico? Que medo é esse de ser confundida com a Assembléia ?

      Poxa, Tem letras garrafais na frente do templo que dizem C… C… B…, é pintada de cinza e branco etc, as irmãs usam véu, Deus não vai se confundir, até mesmo se eu colar adesivos no meu carro, Ele sabe que eu sou da CCB, Ele me vê lá todo domingo de terno, não é possível que serei confundido com esses “seitários” que leem a Bíblia !

      Pode isso continuar assim irmã ?

      A Paz do Senhor.

      Claudio (CCB Min Brá por enquanto)

  34. Sou da CCB. Eu não consigo entender. Porventura antes da pregação da Palavra não é feita a leitura da Bíblia , e depois vem a pregação inspirada pelo Espírito conforme a necessidade particular de cada um?Conheço a história de José. Já li e reli e até assisti vários filmes. Mas, certa noite o Senhor através dessa leitura , na pregação inspirada por Deus falou comigo face a face sobre a minha particularidade , sobre a dificuldade que estava tendo em perdoar uma pessoa , sobre a minha história , sobre o que eu estava passando e transformou o meu coração. O homem não sabia o que eu estava passando e nem o que tinha em pensamento confessado ao Senhor naquele dia.(Obs.: Claro que Ele não falou só comigo, rs… eu peguei a minha porção.). A sabedoria de Deus é tanta que Ele fala com todos ao mesmo tempo. Enfim , a história de José eu conheço , mas através dessa leitura o Senhor através da pregação foi até as profundezas da minha alma , conversando comigo sobre o “meu assunto” particular e então foi resolvido.È como um consultório médico onde há vários paciente aguardando. Cada paciente passa pelo médico que atenderá e cada um com tratamento diferente um do outro conforme a necessidade de cada um. Certa vez, O Senhor mostrou ao seu servo a leitura de Rute e Noemi e falou comigo face a face sobre um assunto referente a minha sogra e me aconselhou como um Pai aconselha o seu filho. Enfim , várias obras o Senhor tem feito comigo , e se fosse escrever daria um texto muito longo.
    Resumindo: O Senhor “CONVERSA” comigo através da Palavra em particular conforme a minha necessidade usando das Santas Escrituras. Obs.: é claro que ELE fala conosco como lhe apraz, mas, através da Sua Palavra é principal para mim

    • Sim irmã Maria.

      Por isso o conselho do Salmista é para meditarmos nas Escrituras dia e noite, pois assim tudo o que fizermos prosperará.

      Note a irmã que mesmo sabendo da história de José de traz pra frente, não atentou para alguns detalhes, e na pregação melhorou seu entendimento, a irmã aceitou aquilo, trouxe alegria em sua vida e conserto, glória a Deus por isso !

      A Bíblia é a palavra de Deus, e ela nos transforma, veja quantos ensinamentos só na passagem de José, precisamos de mais? E qual o problema de o pregador estudar em casa, para melhor preparado, se apresentar diante do povo que tanto necessita de ensinamento bíblico (arroz com feijão) ? Por um acaso Deus não está com ele a todo instante ? Deus deixou de ser onipresente? Ele não teve um chamado de Deus para estar ali em cima? Então, que “deus” é esse que fala com ele no púlpito, e lá o revela, e não pode falar na casa do pregador?

      Essa é minha luta.

      Fale no púlpito, pois qual o problema de a irmandade ler as Escrituras?

      Irmã, aprendi logo cedo, aos 8 anos, quando frequentava outra denom,, a ler e meditar na palavra de Deus, pois tudo que está na Bíblia não é por acaso, não é pq Deus não tinha o que dizer e ficou enchendo os textos de baboseira, então, por isso devemos meditar alem de ler.O que aquela passagem que lemos quer nos transmitir? Na de José por exemplo: tem perdão, tem prosperidade, tem fidelidade, tem luta contra a carne (fugir, foi assim que ele fez diante da mulher de Potifar), tem como lidar com injustiças na terra, etc.

      Não entendo pq abolir a Bíblia como querem.

      É lida a Bíblia sim irmã, mas querem dizer que só ali no púlpito é que pode, pois ela é pra ser obedecida e não estudada ou lida, ou que tudo aquilo dito após a leitura da passagem bíblica é maior do que o próprio Texto Sagrado, como se sagrado fosse.

      Tem ocasiões que a “exortação” contraria os escritos e nós devemos ter em nosso coração a verdadeira lei para confrontarmos, tal como os Bereianos, é o que penso.

      Alguem por favor poderia me explicar como eu obedeço a Bíblia sem saber o que nela está escrito ?

      A Paz do Senhor a todos.

      Claudio (CCB Min Brás por enquanto)

      • abaixo

        • Irmão Claúdio:
          Concordo que devemos examinar as Escrituras. È um dever do cristão. Bem , agora quanto ao estudo bíblico (interpretação) de alguns textos é problema. Vou dar um exemplo entre muitos:
          Genesis cap. 1 : A criação da Terra por Deus. Até aí tudo bem!

          Capítulo 3: A tentação de Eva e a queda do homem. “… ora a “serpente” era a mais astuta que todas as alimárias do campo que o Senhor tinha feito” No texto diz que essa “serpente” teve uma “conversa” com Eva. Como foi possível isso? Uma “cobra” falando com a mulher? !”Comer do “fruto da àrvore” do jardim vossos olhos serão abertos” Que fruto seria esse? Como pude observar trata-se de um texto simbólico. Mas, qual a “verdadeira” interpretação? Na minha humilde opinião o “problema” está na interpretação destes símbolos. O que eu já li de interpretação referente a esse capítulo 3!? Uma diferente da outra…

          Agora lá no cap.6: A corrupção geral do gênero humano.
          E aconteceu como os homens começaram a multiplicar na face da Terra , lhe nasceram filhas. Viram os “filhos de Deus” que as filhas dos”homens” eram formosas, e tomaram para si mulheres. Quem eram os “filhos de Deus”? Já li várias interpretações a respeito dessa parte também.

          Sem falar em Daniel , Apocalipse etc…

  35. É terrivel ver pessoas que se dizem tão cheias das verdades ,carregando consigo enormes tambores de gasolina em um Blog. em que poderiamos expor alguma coisa esplendendida satisfatória!!!!!! e ajudar-nos espiritualmente durante algum desajuste !!!!!!!!!! E sinceramente está mais parecendo uma TROPA DE ::::: Atiradores de Elite!!!!!!! parabenizo aqueles que pela grande misericordia de Deus ; se portam como ovelhas , procurando debaixo de escárneo; HONRAR Á JESUS CRISTO ,,,,,,,,, Isto é se procurarnos honrar nossos irmãos nesta terra !!!!!!! Ele também nos honrará !!!!!!!!quero deixar bem claro neste blog, que não sou nenhuma prisioneira da doutrina CCB. Sinto me bem á VONTADE !!!!!! Livre como um pássaro ,feliz em caminhar com meus irmãos na fé, e ter em minha companhia meu Salvador Jesus. Eu agradeço todos os dias á Deus pelo imenso amor que ele dispensou á meu favor !!!!!!!! e esse enorme amor que Ele depositou em meu coração….. amo meus irmãos que fazem parte de vários Blogs e tb aqueles que me odeiam. Perdão se caso ofendi alguém ;;;;;pois não gosto de ofender nem mesmo uma criança ou animais .Acho que cada um tem o direito de servir á Deus á seu modo ou á seu bél prazer !!!!!!Para julgarmos uma pessoa temos que saber á fundo o que sucedeu á ela durante a sua vida dentro de uma denominação!!!!!! O que sabem de mim ? que sou fanatica pela CCB? Sirvo á Deus junto com meus irmãos em Cristo porque a Doutrina nela estabelecida me convém !!!!!! clamam pela misericordia de Deus , !!!!!!!! Amam á Jesus de verdade!!!!!!!!eu não estou invocando outros deuses;;;;;;;;,,,, Só que conheço a presença de Deus !!!!!! e Ela está na minha vida !!!!!!!! terrivel é ficar sem a presença de Deus !!!!!!!! só quem provou a falta Dela dá o devido VALOR!!!!!!!! Somos pobres miseráveis sem a Presença Dele !!!!!!!!Agora lamentavelmente quem não gosta mais da CCB ,,,, Não é obrigado á ser membro!!!!!!! ( não sei se postarei mais algum comentário neste Blog ,em respeito ao pedido do Ricardo acima )( Caso Deus o permitir) Aos irmãos em Cristo ;;;;;;; A paz de Deus!!!!!!!!! ia me esquecendo de saudar a irmã Priscila , fiquei feliz com seu comentário e te digo : não se assuste coisas coisa piores viram , É o Vento!!!!!!! está assoprando !!!!!!! o importante é envergar e não Quebrar !!!!!! Deus guarda aqueles que lhe pertense!!!!!( A Palavra do Senhor no mundo se cumprindo está!!!!! Os sinais dos tempos mostram que Ele logo voltará!!!!!!

    • Irmã Magdalena.

      Eu acho que suas postagens no fórum contribuem positivamente.

      Dizendo por mim, a insatisfação não é contra a igreja, placa etc, nós aqui talvez discutimos CCB pois é a igreja que frequentamos, falar das outras não podemos já que não conhecemos suas práticas né? Agora temos que estar atentos se o que estamos praticando está de fato de acordo com os mandamentos do Mestre.

      Se você leva pelo lado pessoal ficará ofendida mesmo, deixe disso irmã, religiosidade não move o coração de Deus, eu creio assim, e quando digo isso falo de mim mesmo, vez ou outra tenho sido religioso.

      A paz.

      Claudio

    • Magdalena:

      Que a paz de Cristo seja o árbitro do teu coração – disse Paulo em carta aos novos convertidos de Colossos, incentivando-os a preservarem a verdadeira doutrina, baseada na suficiência e supremacia de Cristo).

      Há poucos minutos recebi um e-mail de um irmão da CCB me parabenizando pelo ‘soco no nariz’ que, segundo ele, eu dei no misticismo que reina nas igrejas.

      E eu respondi assim:

      “… E a ideia nem é acertar o nariz, mas um pouco acima (cérebro) e um pouco abaixo (coração).

      É chato, mas alguém tem que fazer o papel de chato. Até porque o de mocinha está sempre ocupado…”

      Bom, é meu jeito de amar, fazer o que? Escolhi amar raciocinando por mim mesma em vez de fazer o papel de ‘ovelha’ submissa a (certos) líderes religiosos.

      E, já que você não consegue assimilar o que se diz aqui, convoco-a então, a refletir nas suas próprias palavras.

      Observe que, pela sua própria forma de se expressar, fica bastante claro para qualquer pessoa sensata, que você é quem está levando para o lado pessoal, distorcendo o que está sendo dito.

      Veja bem que no momento em que você determina que há tambores de gasolina, sai detonando de forma aleatória sua metralhadora insana, repetindo a velha e carcomida história da TRAVE nos próprios olhos.

      E derrapa mais ainda quando louva ‘comentários’ de quem não fez qualquer comentário! Afinal, a Priscila só fez perguntas e mais perguntas. Inclusive, uma dessas perguntas, dirigida a mim, particularmente. Que eu, atenciosamente, respondi com o máximo de sinceridade.

      Perdão pela franqueza d’alma mas tanto eu, eu, eu, meu, meu, meu e tanta exclamação me lembra muito da parábola de Jesus sobre ‘o fariseu e o publicano’.

      E observo quem foi que desceu JUSTIFICADO para sua casa…

      Enfim,

      Em relação ao modo de se expressar aqui nos blogs:

      Na minha opinião, devemos ler as colocações totalmente despidos de idolatria denominacional. Assim estaremos exercitando melhor nossa ética, maturidade e respeito pelo outro.

      No AMOR de Cristo, (que não exclui bom senso).

      R.

  36. Retirado daqui (http://www.gty.org/resources/sermons/45-17/principles-of-gods-judgment-part-1 )
    Ouvi hoje a caminho do trabalho, como habitualmente, um sermão dado por John MacArthur, Pastor na Grace Community Church e Professor de Teologia. Partilho com todos um excerto da sua exégese aos versos 1 a 3 do 2º capítulo de Romanos, Qualquer semelhança com uma Igreja que tanto amamos não é pura coincidência, infelizmente:

    Sobre a Salvação

    “Podemos ver isto a partir de dois ângulos. Número um, eles (Judeus) acreditavam numa salvação pelas obras. Eles acreditavam no que poderíamos chamar de legalismo… salvação pelas obras. Eles pensaram que porque estavam no país e porque mantinham as tradições e por causa de sua identificação física e sua identificação religiosa que eles eram isentos (da ira de Deus). Eles eram o povo escolhido. Eles deveriam ser considerados e tratados, veja só, não como indivíduos, mas eles esperavam ser tratados da mesma forma que a Nação porque eles achavam que Deus era obrigado a dar a salvação a essa nação, de modo que eles, como parte dela, estavam isentos do julgamento. Portanto, não havia nenhuma consequência para o seu pecado pessoal, porque eles estavam sob uma espécie de salvação nacional.

    Também podemos dizer que eles não só acreditavam na salvação por suas obras, mas, em seguida, a salvação pela sua aliança. Eles não só acreditavam no legalismo, mas acreditavam no que poderíamos chamar de sacramentalismo. Porque eles foram circuncidados no oitavo dia, porque eles passaram por essa situação sacramental, esse ritual, e, portanto, estavam na aliança.

    Agora não pense que esta realidade é distante de nós, porque ela é basicamente o que está sendo acreditado em muitas igrejas protestantes hoje em dia. Que, se uma criança é batizada ainda bebé, que é um ato sacramental e que assim a criança entra na aliança. A criança entra na aliança como um bebé e essa aliança é confirmada quando a criança chega aos 12 anos e, portanto, por sacramentalismo à criança/jovem é garantido um lugar no Reino de Deus e assim não será condenada com o mundo.

    Essa teologia da aliança que nós vemos hoje é basicamente uma adaptação das falsas seguranças dadas aos Judeus através dos seus professores de lei que não entendiam verdadeiramente as escrituras. Eles acreditavam que, ao manter as tradições exteriormente e por cumprir os sacramentos ligados à aliança, eles estavam isentos da ira de Deus.

    Há pessoas assim hoje. Eles foram batizados. Eles vão à igreja. Eles pertencem a uma igreja. Eles mantêm as regras e aparências e agem numa base moral para o exterior. Eles são presunçosos. Tentam fazer o que é certo e acham que assim não serão julgados. Eles realmente acham isso! Como um teólogo uma vez disse: “Há uma espécie de voz presente na mente de toda a gente que tenta convencê-los a todo o momento que no final tudo vai ficar bem.” E é por isso que você ouve isso muitas vezes as pessoas dizer: “Bem, Deus nunca faria isso comigo. Quer dizer, eu tenho sido uma boa pessoa.”
    As pessoas morais/hipócritas, francamente, são as pessoas mais difíceis de se alcançar com a mensagem do Evangelho. Eles são muito mais difíceis de alcançar do que os réprobos que bateram no fundo e não têm outras opções. Então, Paulo vai desde os réprobos no capítulo 1 para as pessoas morais no capítulo 2. E com grande força e grande clareza ele aponta que a pessoa ética e moral, mesmo o judeu, vai encontrar-se no mesmo inferno com o gentio idólatra pagão se ele continua indo do jeito que ele está indo. Na verdade, vejam isto com atenção, se os pagãos não têm desculpa, então os judeu a têm ainda menos, porque eles têm mais informação e mais conhecimento sobre Deus.”

    As pessoas ocupam-se a estudar música e hinários, a comprar bons instrumentos para tocar para Deus, um bom terno/vestido para ir na Igreja, cantam tudo direitinho, mergulham no tanque de batismo, levantam-se para testemunhar, dão as coletas frequentemente, participam dos cultos 3 vezes por dia se preciso for, e no fim são lançados no fogo do inferno do mesmo jeito que as pessoas que nunca ouviram falar de Deus.
    Isto é trágico, as pessoas estão a dormir na sua consciência e é preciso chegar a elas com a mensagem do Evangelho Bíblico, e não com a perversão baseada em “obras e costumes” que tomou conta dos púlpitos por esse mundo fora e contamina igualmente a nossa Igreja que tanto amamos.

    Temos de orar fervorosamente pelas almas dos nossos “irmãos” que junto a nós cantam e cultuam a um Deus que nitidamente desconhecem, para que lhes seja dada connosco a herança imperecível por Aquele que nos ama de uma forma indescritível.

    Deus a todos abençoe,
    Vitor

    • Irmão Vitor.

      A esse seu “post”, que dispensa qualquer acréscimo, como se trata de um Teólogo, aprendemos desde cedo, na graça “CCB”, que é entendimento da carne.

      Vou usar do seu “infelizmente” para atestar que talvez não seja todo mundo capaz de entender do conteúdo das palavras do pregador MacArthur apesar de ele ter sido bem claro.

      Garanto a você meu irmão que o CCBeano convicto parou de ler seu “post” logo na palavra Pastor, mais uma vez INFELIZMENTE.

      Talvez nos preocupemos demais com a forma e nos esquecemos do conteúdo, oramos de joelhos dizendo pra Deus que somos melhores do que os Assembleianos, como se o Senhor não conhecesse nossos corações, a coleta não pode ser confundida com dízimo, como se o dinheiro tivesse caráter e por ai vai.

      Jesus na Bíblia falou muito mais do inferno do que do céu irmãos, pra dizer do perigo que é ir pra lá.

      Continue nessa força irmão.

      A Paz

      Claudio (CCB – Min. Brás por enquanto).

    • Ótimo comentário Vitor Silva.

    • Comentário necessário e urgente, Vitor.

      Mas, como diz o Cláudio em outras palavras, só absorve bem o que você escreveu, quem já está ingerindo ‘alimento sólido’. Ou seja: quem já passou da crença religiosa para a fé em Jesus.

      De qualquer forma, é muito útil para nos revigorar e seguirmos firmes no repúdio ao charlatanismo denominacional.

      Que Deus te ilumine cada vez mais.

  37. “(…) “É tudo a mesma coisa”. É a frase símbolo de quem não quer aprender nada.

    O interlocutor exibe as diferenças entre A e B, e o outro insiste em ignorar as particularidades.

    É claro que o que se dedica a exibir as características peculiares de uma coisa no cotejo com a outra pode estar sofismando. Mas pode estar dizendo a verdade.

    O primeiro passo da pessoa inteligente e prudente é ficar atento para ver se as distinções fazem sentido.”

    Copiei do Reinaldo Azevedo, é um claro exemplo de como é a discução sobre as mudanças, sorrateiras, dos tópicos 1 e 2.

Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: