É ler para crer!

Os heróis de Janeiro

Há alguns anos, Janeiro tem se destacado como o mês de tragédias. Sejam elas naturais ou por ação humana. As tragédias provocam estragos, sofrimento e morte. Produzem também heróis. Sejam eles sobreviventes ou resgatadores. Comoção no momento e omissão no prosseguimento são marcas também. A vida resiste e a corrupção persiste. Esquecimento e salários baixos são o que recebem esses heróis. Heróis comuns como eu e você que aprenderam e ensinaram que a vida é valiosa.

Uma salva de palmas aos heróis e um brado à vida.

Anúncios

Comentários em: "Os heróis de Janeiro" (1)

  1. A paz de Deus.
    Realmente, janeiro é sempre marcado por inundações em um lugar, seca em outros, terremotos e outras coisas. Na verdade tudo isto acontece o ano todo e todos os dias vemos “heróis” em todos os cantos.
    Para mim, herói é aquele pai que mesmo com todo sua simplicidade consegue dar tanto amor aos seus filhos que estes,mesmos grandes não conseguem sair de perto deste que é seu pai herói.
    Heroina é aquela mãe que sai de casa todo dia de casa,enfrenta ônibus, chuva , sol e faz um verdadeiro milagre com um salário minimo.Essa é uma heroina.
    Herói é aquele professor que mesmo trabalhando 3 periodos, ganhando pouco e muitas vezes tendo sua vida ameaçada (literalmente) ainda consegue pensar em uma maneira de impactar a vida daquele aluno(a) que ele sabe que pode ser um grande ser humano.
    Herói é o gari que recolhe o lixo de milhares de casa e não consegue ao menos receber um simples obrigado no final do ano. Muitos dizem que não fez mais do que sua obrigação.
    Heroina é aquela mulher bem sucedida, culta, familia abastada que largou o conforto de sua lar e foi para o sertão do nordeste ensinar sobre a farinha que salvou milhares de crianças e que de uma maneira tão absurda perdeu sua vida em um lugar que nem ao mesmo era o seu país,mas que precisava de ajuda. Heroina é aquela que foi viver entre os pobres e leprosos ou aquele que lutou e pagou com a própria vida para ver o povo livre da opressão daqueles que comandam.

    Me entristece de maneira absurda em ver como a sociedade pode “venerar” tanto pessoas que nada fizeram em beneficio de outrem, apenas de si mesmo. Pessoas que passaram parte da vida fazendo apologia as drogas,sexo, vida sem regras são heróis de muita gente, são chamados até de poetas. Não sei do que.
    Ver pessoas formadoras de opinião chamar um bando de gente estranha de heróis para mim é demais.
    A pergunta que faço é: Nossos valores estão alicerçados no que ou em quem.
    Fica a pergunta.
    Abraços
    Patricia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: