É ler para crer!

Onde está a promessa?

Cadê o Espírito?

Onde está a promessa do Espírito Santo?

   Na Congregação Cristã no Brasil – CCB, quando um crente recebe o batismo com o Espírito Santo, dizemos que foi ‘selado com a promessa’. Em abril de 1990 fui à minha primeira reunião de mocidade. Naquela ocasião o ancião que presidia perguntou quantos eram selados com a promessa.  Metade da igreja manifestou que haviam recebido a promessa. Eu fazia parte da porcentagem que não levantou a mão. Foi então que despertou o desejo de receber este batismo. Eu ainda não era batizado nas águas; coisa que aconteceria dois meses mais tarde.

   No último dia 2, feriado, houve reunião para mocidade na cidade de Pitanqueiras-SP da regional araraquarense. A central comportava um grande número de jovens que vieram de cidades próximas. Moços vistosos com seus instrumentos caríssimos e moças formosas vestindo a moda, chegavam em carrões. Notava-se muita alegria e confraternização entre a mocidade. Mas o entusiasmo demonstrado no entorno, não era o mesmo refletido dentro do templo. Dado momento o ancião fez a mesma pergunta que ouvira vinte e um anos atrás: “Quem é selado com a promessa ? Levante a mão”. Um instante de silêncio quebrado por risos sem motivo, evidenciou a mornidão espiritual da igreja e o descaso em buscar esta sublime experiência com Deus. Dois ou três, em meio a grande multidão, levantaram a mão.

   A situação espiritual que se evelou ali naquela reunião, é a realidade por que passa nossa denominação. Somos a primeira igreja pentecostal do Brasil e não sentimos orgulho nenhum nisto. A CCB inclusive declarou-se, oficialmente, NÃO-PENTECOSTAL. Ainda que possível negar nossas raízes, não poderemos jamais alterar o nosso DNA.

   O batismo do Espírito Santo é uma dádiva de Deus aos seus filhos, assim como a salvação o é para o pecador. Por que estamos desprezando esta dádiva tão imprescindível à igreja de Cristo? Muitos crentes, não receberam ainda a gloriosa promessa por não compreenderem devidamente o que ela representa na vida do cristão.

   Quer saber mais sobre esta benção? Doravante dedicarei este blog para meditarmos sobre as doutrinas da fé pentecostal.

 Posts relacionados: “Falando em linguas” 

Anúncios

Comentários em: "Onde está a promessa?" (11)

  1. Irmão Ricardo.

    Todo crente que confessa que Jesus é o Cristo depositando verdadeiramente sua plena confiança na obra que Ele consumou na cruz recebe a promessa do Espírito Santo.

    “Em quem, também, vós estais, depois que ouvistes a palavra da verdade, o evangelho da vossa salvação, E TENDO NELE TAMBÉM CRIDO, FOSTES SELADOS COM O ESPÍRITO SANTO DA PROMESSA, o qual é o penhor da nossa herança, para redenção da possessão de Deus, para louvor da sua glória.” Ef 1: 13-14

    O dom manifesto no “falar novas linguas” é uma evidência exterior da dádiva que o crente recebeu no exato momente em que ele creu.

    A garantia da nossa salvação esta neste selo interior, e conforme disse, o “falar em linguas” (pelo Espírito Santo) é uma dentre outras evidências visiveis que o crente manifesta ao crer em Jesus Cristo.

    “Ao aceitarmos a fé em Cristo o Espírito Santo se manifesta em nós e, enquanto formos fiéis, permanece conosco para operar a nova vida debaixo da graça e consolar-nos até a vinda do Senhor Jesus. Quem crê já recebe o Espírito Santo, embora não tenha ainda o dom de línguas. Nenhum crente, andando em sinceridade de coração, deve pensar que não tem o Espirito Santo, nem deve pensar que não está salvo só porque não foi batizado com o dom de linguas, que é um dos muitos dons do Espírito, pois pelo Espírito Santo uns têm ministério, outros sabedoria na palavra, outros têm a ciência, outros a fé, dom de cura, maravilhas, discernimento, outros as línguas, outros a interpretação delas (I Co 12: 5-11), mas o penhor do Espírito Santo está em todos para recebermos a vida eterna, no reino de Deus.”

    64ª ASSEMBLÉIA – RESUMO DE ENSINAMENTOS SÃO PAULO, 31 DE MARÇO A 02 DE ABRIL DE 1999 – TÓPICO DE NÚMERO 3

    Agora é muito lamentável vermos o ancião perguntando quem tem a promessa e vermos pouquissimos levantando as mãos.

    Posto isto pergunto:

    A CCB esta realmente batizando pessoas salvas ou somente esta fazendo número em seu rol de membros?

    Deus te abençoe.

    Em Cristo,

    Hélio

    • Todos os salvos são selados com o Espirito Santo. Mas nem todos receberam o batismo com o Espirito Santo.

      As línguas podem ser um sinal que evidencia o batismo; como o dom de variedades de línguas propriamente dito.

      São estas questões que gostaria de discutir com vocês nos proximos posts.

  2. Ricardo,

    Mesmo entendendo sua inquietação, devo dizer o quanto é bem colocada essa apreciação do Hélio. Fico muito feliz em ver esclarecimentos assim que derrubam o mito do ‘dom de falar em línguas’.

    Por outro lado, o que me entristece, é essa encenação (hipocrisia) que muitos jovens se dispõem a fazer cada vez mais com uma naturalidade surpreendente, pois hoje em dia o que se percebe claramente é que esta frequência é realizada ‘socialmente’, religiosamente, e de maneira acentuada, na denominação em questão. O nome disso é ‘acostumar-se’ e o perigo está justamente nessa acomodação que não traz qualquer mudança, pois que não é algo dinâmico, não é um processo, não é um ‘caminhar’ e sim algo parado, definido, pronto, enfiado goela abaixo.

    E, digo, sem medo de errar que, se eles ainda frequentam – e trata-se de uma maioria gritante! – é por causa do medo, do castigo de Deus, buzinado em seus ouvidos desde as fraldas. Nem queira saber as frases que já ouvi, os ‘dialetos’ absurdos que ouvi/ouço tanto em púlpitos como por trás dos bastidores.

    Eu mesma já presenciei inúmeras situações de solenes ‘aconselhamentos’ velados e até em ocasiões informais, em forma de brincadeirinhas acompanhadas de risadas tenebrosas, olhares assustadores por trás de frases soltas e aparentemente jocosas e que escondem ameaças terríveis que em vez da vida em abundância proposta por Jesus, respiram morte.

    Eu sei bem do que estou falando, ninguém me disse nem é suposição, é a mais cruel realidade; hoje em dia, infelizmente, são pouquíssimos os jovens que continuam frequentando denominações assim legalistas e fundamentalistas como a CCB com serenidade, conhecimento e lucidez, e, acima de tudo, lutando contra as lendas arraigadas nos corações dos seus próprios membros ao longo das décadas.

    A minha esperança, é que muitos destes jovens frequentadores colocados por você no texto, estejam indo, não por cinismo, imposição ou medo, mas por uma busca pessoal, uma necessidade de preencher aquela lacuna que somente o Pai é capaz, nos deixando relaxar, descansar em Sua paz. Uma busca que, como diria o autor de Eclesiastes, nem mesmo eles sabem que existe essa vontade e que foi Deus mesmo quem colocou em seus corações. Uma busca, entretanto, que independe de local, espaço físico ou dirigente espiritual. (Mas aí já é outra história…)

    Em relação ao batismo, considero muito esclarecedora também essa frase ‘enxuta’, que colei no meu blog:

    “O Batismo com o Espírito Santo é uma expressão sinônima de ‘REGENERAÇÃO’ ou também de ‘NOVO NASCIMENTO’. As línguas podem, ou não, estar presentes nesta hora. Portanto, elas foram um sinal no dia de Pentecoste, em Samaria e na casa de Cornélio – todas foram situações nas quais HAVIA NECESSIDADE DE EVIDÊNCIA. No Pentecoste porque era a primeira vez. Nas outras duas ocasiões havia preconceito em relação aos grupos; os judeus de Jerusalém não creriam que havia algo de Deus acontecendo com os grupos discriminados, A MENOS QUE HOUVESSE EVIDÊNCIA.

    Paulo diz que o Espírito é dado quando se crê no Evangelho. Leia Gálatas 3.

    A plenitude do Espírito, por seu turno, tanto pode acontecer numa experiência ‘súbita’ como pode ser ‘gradual’. Tanto a ‘súbita’ quanto a ‘gradual’ precisam ser mantidas. Ninguém fica cheio do Espírito para sempre, como se fosse um status. Ficamos cheios do Espírito na mesma medida em que ficamos cheios da consciência da Graça de Deus. E a consciência da Graça de Deus desemboca sempre no Andar no Espírito. E o andar no Espírito acontece, conforme Gálatas e Romanos, como caminho de fé, esperança e amor. Não há pessoas cheias do Espírito que também não sejam cheias de amor e misericórdia”.

    Deus te abençõe!

    R.

    • Regina,
      Eu creio na atualidade dos dons espirituais. Na minha compreensão o batismo com o Espirito Santo não é sinônimo de regeneração ou novo nascimento. Para mim é uma experiência distinta e subsequente.
      Estarei postando textos onde expressarei minha opinião, mas sempre aberto a discuti-las.

  3. Ricardo,

    Eis a minha compreensão, totalmente despida dos religiosismos neuróticos que clamam por algo emocional, um fogo extraordinário, um sinal, uma visão estonteante. E não apenas compreensão, mas, acima de tudo, experiência pessoal.

    Sim, porque o batismo no Espírito Santo é uma experiência pessoal. Única.
    É quando se diz que se ‘nasceu de novo”.
    Não há um ‘poder’ especial na pessoa. Nem qualquer ser humano na face da terra é capaz de ‘transferir’ esse suposto poder para alguém por meio de algum ‘ritual sagrado’. Simplesmente ele ‘nasceu de novo’ para a existência, para uma VIDA PRÁTICA cristã sem a exacerbação de seus sentimentos mas a valorização de SER.

    Cada pessoa tem seu momento especial do batismo no Espírito Santo. Dizem que quando C.S. Lewis ‘caiu em si’ disse apenas: Deus, tu és Deus! Ora, Deus é soberano e não precisa de templo religioso para fazer sua obra. Pode acontecer lá dentro, da mesma forma que acontece ‘aos montes’ aqui fora. O espaço físico é o que menos conta. E, pegando emprestada a expressão do autor acima, tem a experiência ‘súbita’ e a ‘gradual’. Jamais estando pronta, inacabada, pois é um processo pra vida toda. Mas que houve um inconfundível ponto de partida, isso é claro como a água e queima como fogo!!! Queima o peito, rasga a alma, dilacera o coração, incinera todo o lixo fétido do ‘eu’ religioso, do ‘eu, egoísta, do eu, eu, eu… Pois, meu irmãozinho, só mesmo fogo pra derreter, queimar, transformar em pó, todas as baboseiras que se amontoaram e se solidificaram feito pedra em nossos corações. Mas aí a água cristalina vem e limpa. E transborda! E transborda sempre, transborda para sempre…
    Como disse Jesus, mais uma vez usando largamente de metáforas:
    -quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva.
    Isto Ele disse com respeito ao Espírito que haviam de receber OS QUE NELE CRESSEM. (Cf Jo 8:38.39)

    Pois bem….
    Nessa regeneração – que é um processo – há uma mudança radical nos conceitos da pessoa, pois ela passa a ‘ver’ sob a perspectiva de Deus, e não conforme a própria perspectiva, como antes. E aqui eu não me refiro a regrinhas religiosas, até porque, como bem diz Paulo aos gálatas, se somos guiados pelo Espírito, não estamos debaixo da lei, ou seja, não precisamos que alguém nos dite normas, que nos espione, que nos reprima com ditames opressores.

    Nosso bom senso, nossa consciência, nosso novo modo de enxergar/ver/fazer/conduzir as coisas, nos ambientes em que circulamos por aí, nos proporcionarão ‘o fruto do Espírito’ que pouco tem a ver com ‘não faça’ e muito mais a ver com ‘faça’ onde o AMOR que nos preenche o ser ( e esse preenchimento é um processo sem fim), se faz evidente no nosso proceder com o próximo e tem a ver com o amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e o domínio próprio que o religioso acostumado com exterioridades distorce e usa tais ‘artifícios’ para exibir sua pseudo-piedade.

    Nos Evangelhos de Mateus e Lucas lê-se a expressão fogo, porém em Marcos não há nenhuma alusão nesse sentido e João – QUE FOI QUEM BATIZOU JESUS – não viu fogo nenhum, pelo contrário, o que ele viu foi ‘o Espírito descer do céu como uma pomba e pousar sobre ele’ (Jesus).

    Metáforas e visões à parte, eu, particularmente fico com a pureza e a leveza da discreta pomba. São minhas viagens poéticas bem pessoais nas quais me delicio e que nada têm a ver com influência desse ou daquele pregador ou dirigente espiritual. Graças dou Àquele que me concedeu essa capacidade de, com os pés no chão, fazer essa ‘viagem’ sadia que nos tira da neurose religiosa que nos deixa ansiosos e ávidos por uma queima de fogos de artifícios divinos. Graças dou Àquele que me faz descansar na paz que excede todo entendimento, colocando meu pé no chão da louca existência ajudando-me a viver com lucidez, com a mente sadia e equilibrada. Em todos os dias da minha vida quero agradecer e louvar ao Deus da minha respiração – antes literalmente ansiosa e angustiada – e cujo Espírito, UM DIA, sem nenhuma queima de fogos de artifício, mas que ardeu meu peito, disse em voz inconfundível: deixe que eu tomo conta da tua respiração.

    Sei o quanto é difícil a compreensão para quem já está ‘catequizado’, mas não é impossível pois eu também já fui ‘catequizada’ e já fui ‘evangelizada’, e por mais que a religião insista em seus rituais como forma de regenerar o homem, não existe nenhum cerimonialismo especial e programado para o batismo no Espírito. Você pode se batizar cem vezes com a água do batismo da sua religião, mas o batismo no Espírito santo tem seu momento especial, único. E que independe de religiosidade, de qualquer informação doutrinária ou aconselhamento denominacional. Pode ser em qualquer espaço ou ambiente físico, pois acontece no ambiente do SER.

    Enfim, desculpe se me estendi, até porque não há muito o que dizer. (É que eu me empolguei rss) É só vivenciar. É crer para crer.

    • Regina,
      Concordo com a irmã. Há mal uso e entendimento dos dons. Quando deveriam estarem cheios de espiritualidade, estão cheios de religiosidade.

  4. Daniel, (E Ricardo:)

    Eu li. ( Li até uma ‘pérola’ de uma tal Juliana que saiu Deus sabe de onde, mas que, segundo o que ela escreve, percebe-se que se ajustou perfeitamente à macumba gospel)

    Bem, em relação ao pentecostalismo, pelo meu pouco entendimento a respeito, sei que essa expressão vem do fenômeno ocorrido na primeira ‘Festa de Pentecostes’ ocorrida após a ressurreição de Jesus onde se reuniram pessoas ‘de todas as nações’, portanto falando línguas diferentes. Então, em inversão à experiência de Babel – onde as línguas foram confundidas para as pessoas não compreenderem umas às outras – esse milagre proporcionou a todos entenderem a mensagem do Evangelho. Em cumprimento ao que Jesus havia dito, (Jo 14.16) o livro de Atos registra que foi algo tão extraordinário que achavam que o povo estava embriagado.

    E, veja você, como ‘uma coisa leva a outra’. Por causa do que li no link recomendado por você, cheguei em um texto no qual fiz pequenas adaptações e que estarei postando logo mais. O título que dei foi “O equilíbrio é o Evangelho” e a demora é encontrar uma imagem mais ou menos de acordo rss.

    Deus abençõe a todos!

    R.

  5. Regina, sempre me ensinando, e por outro lado, dizendo em palavras muito mais dignas o que penso: ‘Eu sei bem do que estou falando, ninguém me disse nem é suposição, é a mais cruel realidade; hoje em dia, infelizmente, são pouquíssimos os jovens que continuam frequentando denominações assim legalistas e fundamentalistas como a … com serenidade, conhecimento e lucidez, e, acima de tudo, lutando contra as lendas arraigadas nos corações dos seus próprios membros ao longo das décadas.”

    Creio que comentamos no grupo sobre isso, que somos selados, mas que ter porção dobrada ou batismo com Espírito Santo depende da nossa busca.

  6. Evangelista Cristão

    Existe diferença entre o dom de novas linguas e a Pessoa do Espírito Santo.

    Vou postar trechos da biblia sem colocar capítulos,mas, se desejarem postarei os capítulos.

    Cristo disse; Não vos deixarei orfãos,mas, enviarei o Espírito Santo, etc………….

    Reflitam que Cristo falava da Pessoa do Espírito Santo que no velho testamento somente os Sacerdotes e profetas recebiam.

    Joel profetizava sobre a Glória que viria, dizendo que os velhos teriam sonhos e até as crianças profetizariam, etc. Joel falava isso porque ninguém tinha o Espirito Santo(só os citados acima).

    Percebemos que a multidão que andou com Moisés e viu milagres, nada adiantava pois não tinham o Espirito Santo. Logo esqueciam e blasfemavam.

    Hoje sem vermos milagres iguais continuamos seguindo a Cristo, porque o Espirito Santo dentro de nos guia-nos, anima-nos, etc.

    Cristo disse; Quem crêr e for batizado será salvo. No momento que uma pessoa crê em Cristo poderá receber o Espirito Santo. Outros recebem o Espirito Santo ao batizar. Quem decide a hora é Cristo !!

    Sendo assim aquele que crê em Cristo e respeita Sua doutrina tem a pessoa do Espirito Santo dentro da alma.

    Falar novas linguas não é necessário para salvar-nos. É um dos dons que existem como;

    Dom da paciência, discernimento, cura, etc.

    Paulo disse em I Cor. 13 vs.8 – A caridade nunca falha: Havendo linguas, cessarão(dom).

    Sobre a palavra pentecostal, vem daqueles que frequentavam a festa de pentecostes.

    Fazia parte do velho testamento para com os Judeus.

    Nos somos Cristãos e nada temos a ver com festa do velho testamento.

    Sendo assim não somos pentecostais. Esta frase foi criada para mostrar as denominações que acreditam nos dons, incluindo aquele que desceu no dia de pentecostes(festa dos Judeus).

    Ë uma frase errada, pois não seguimos os rituais, leis, etc do velho testamento,mas, somos Cristãos apoiados num novo testamento descrito por Cristo e pelos apóstolos.

    Eu entendo desta forma e respeitarei os que pensam diferente !!!

    Tem umas 3 pessoas que tudo que eu posto zombam, ridicularizam. Peço que evitem esta reação, pois gostaria que os mesmos(as) respeitassem meu pensamento. Não será necessário CONCORDAREM comigo………….

    Evangelista Cristão afirmando respeitar o pensamento de todos……………

    • Compreendo a parte exposta sobre a Festa de Pentecostes pelos judeus, porém como na mesma festa houve a dispensação de dons para os discípulos, ficou convencionado que este avivamento com manifestações de dons, ocorrido no século passado, foi idêntica a manifestação dos dons na Festa de Pentecostes. Por isto o chamado “Movimento Pentecostal”, visto que não havia até então em nenhuma denominação evangélica ocorrido algo parecido.

      Deus abençoe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: