É ler para crer!

Ontem, 13 de outubro, a atriz Maria Antonieta de las Nieves com 56 anos participou do Programa do Ratinho no SBT. Houve um momento que a emoção tomou conta de todos e atriz/personagem e fãs choraram. Neste momento olhei para os meus filhos e recordei que na idade deles já assistia ao Chaves. Sou mais fã agora adulto do que quando criança. Desenhos clássicos, a programação da Cultura e Chaves são o que restam de ‘assistível’ para nossos pequeninos.

Dias atrás, na pequena cidade de Pradópolis-Sp, teve o anual baile à fantasia. Lá é muito divertido porque as pessoas antes de irem ao baile, desfilam na praça e ‘incorporam’ o personagem. Meus filhos ficaram encantados – literalmente paralisados – quando viram uma garota travestida de Chiquinha. A menina era perfeita na imitação e ele acreditaram piamente estarem diante da amiguinha do Chaves.

Uma pequena homenagem a Chilindrina – a Chiquinha do Chaves.

Anúncios

Comentários em: "Pois é…pois é… pois é!" (3)

  1. Linda homenagem…
    Tipo de humor tão pueril que alguns adultos equivocados invertem os valores e consideram idiota, como se algo relacionado à infância fosse idiota.
    Confundem ‘ser criança no coração’, com adulto imaturo. Por isso, eu rebato muito o jargão ‘não seja criança, deixe de ser infantil’, como se criança fosse uma péssima referência.
    Ora, a criança está em formação e é super normal que aja conforme a sua idade cronológica. O que não é legal, é adjetivar, chamando de ‘criancice’ uma atitude imatura de gente grande.
    Sejamos sempre crianças no seu sentido mais puro.
    Aliás, não foi à toa que, no mesmo versículo em que fala de CONVERSÃO, Jesus tenha feito uma analogia, usando a criança para ilustrar a FÉ – confiança e lealdade a alguém – e a HUMILDADE – colocando-se sob a autoridade de Deus. Fé e humildade: requisitos para quem quer fazer parte do Seu Reino.
    Gostei.
    R.

  2. BLASFEMIA CONTRA A CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL.

    QUEM SOIS VÓS PARA DIZERDES ALGO ASSIM SOBRE A CONGREGAÇÃO?
    QUEM SOIS VÓS PARA JUGARDES OS SERVOS CRENTES EM DEUS POR JESUS CRISTO?

  3. Olá, ‘Servo’,

    Em primeiro lugar: onde você viu blasfêmia?

    Em segundo lugar, preste bastante atenção: Não existe blasfêmia contra denominação religiosa.

    A expressão ‘blasfêmia’ é definida como “irreverência desafiante” ao amaldiçoar a Deus, ou, propositadamente, degradar coisas relativas a Deus.

    Em terceiro lugar: Uma denominação não é um ser, uma pessoa, mas uma reunião de pessoas que – supostamente – professam a mesma fé. (ou crença, seria até mais apropriada a expressão ‘crença’)

    Denominação, em si, não é sinônimo de Deus nem representa a Deus. A ICAR ‘se achou’ por séculos ( e atá os dias de hoje!!!) com essa arrogância, essa pretensão de ser a representante de Deus aqui na terra. Ora, Deus é soberano e Ele não intitulou, não nomeou, não rotulou nenhuma representação eclesiástica.

    A propósito, gostaria de esclarecer sobre a tão comentada ‘blasfêmia contra o Espírito’ que muitos acreditam estar ligada a essa ou aquela denominação e, no entanto, (conforme Marcos 3:22-30 e Mateus 12:22-32) refere-se a alguém acusando JESUS CRISTO de ser possuído por demônios ao invés de estar cheio do Espírito.

    Há outras maneiras de blasfemar contra o Espírito Santo, mas esta foi “A” blasfêmia imperdoável. Ou seja: tem a ver com um contexto, um local, um momento específico e com A PESSOA DE JESUS CRISTO!!!

    Como resultado, a blasfêmia contra o Espírito Santo não pode acontecer hoje. Jesus Cristo não está sobre a terra, mas assentado ao lado direito de Deus. Ninguém pode testemunhar que Jesus Cristo esteja fazendo um milagre e atribuir este poder a Satanás ao invés do Espírito.

    Entretanto, embora não haja blasfêmia do Espírito hoje, devemos sempre lembrar que há um estado de existência imperdoável: o estado de incredulidade. Não há perdão para alguém que morre em incredulidade. A contínua rejeição às exortações a crer em Jesus Cristo é a blasfêmia imperdoável.

    Lembre-se do que foi dito em João 3:16: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”.

    A ÚNICA condição na qual não há perdão é não estar incluído em “todo aquele que NELE crê”.

    O mais é invenção religiosa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: