É ler para crer!



Aproxima-se a 75ª Assembléia Anual Ministerial de Ensinamentos. A cinco dias do início das reuniões as últimas revisões estão sendo feitas; nessas alturas os nomes dos novos obreiros já estão selecionados e mantidos em sigilo. No dia da Assembléia tudo, até mesmo e principalmente os ensinamentos, já estarão previamente decididos, apenas serão formalmente oficializados sem discussões, sugestões, perguntas ou argumentações. Portanto, não se trata de uma conferência e sim de uma audiência, onde apenas se ouve e a única coisa que se pode dizer é AMÉM.

Costumava aguardar essas reuniões com muita ansiedade, hoje não tenho muitas expectativas. A Bíblia já algum tempo é a minha única árbitra em matéria de fé, encaro os ‘ensinamentos’ somente como deliberações ou regras denominacionais, transitórias, temporais e falíveis e portanto não provem de um Deus infalível, eterno, imutável e sem limites.

Para a realização dessas Assembléias chegamos a absurdas cifras o que seria evitado se essas reuniões fossem setorizadas. Caras e prévias – assim minha opinião sobre a Assembléia Anual Ministerial de Ensinamentos é que são muito dispendiosas e pouco dispensiosas.

O irmão Daniel do Blog Examine Tudo certa vez ilustrou como seria uma verdadeira conferência e um resultado possível ( ou seria utópico?).

Atos 15 na CCB

(Extraído do Blog do Daniel)

Com muita tristeza, tomamos conhecimento, através de um grupo de irmãos ministros e não ministros, idôneos, crentes em Jesus Cristo, que batalharam muito para que toda esta situação nos fosse relatada com os devidos detalhes.

Foi nos contado que alguns integrantes do nosso ministério tem pregado doutrinas estranhas daquelas que temos aprendido desde o início desta denominação em nosso país.

Entre estes falsos ensinos, destacamos, e repudiamos, os seguintes: ensino do sono da alma, ensino do pecado de adultério considerado de morte, negação do perdão de Deus aos que pecaram, usos e costumes considerados doutrina, o rebatismo de pessoas que já são batizadas por outras denominações genuinamente cristãs, a não aceitação do ensino bíblico, entre outras questões culturais como os trajes e os cabelos.

Durante intensa discussão, um dos doze anciães mais velhos do Brasil, relatou que nada disso fazia parte de nossa doutrina, e que, portanto, deveria haver um consenso. E resolver imediatamente esta situação, dizendo que estes ensinos não nos fazem superiores a outros grupos. Pelo contrário no separa da unidade do Evangelho da paz.

Quando o irmão ancião disse isto, um grande alvoroço se instalou no plenário. Então um ancião, um dos mais novos em tempo de ministério, levantou-se, e, tomando a palavra, exortou a todos que fosse feita carta à igreja sobre o referido assunto, doutrinando a todos sobre a verdadeira doutrina que seguimos, e a perseverar nela, exatamente como está nos doze pontos de doutrina.

Todos concordaram com a sugestão dada por aquele ancião novo no ministério e, portanto, sairá alguns irmãos, com esta carta em mãos, lendo-a em cada sede regional, na presença de todo o ministério, e estes levaram cópias para as suas cidades, lendo e exortando toda a irmandade.

Após a elaboração desta carta grande alegria tem se manifestada. Por isso temos certeza de que as decisões tomadas nesta assembleia, são boas para a vida de toda a igreja.

Anexo, enviamos cópia da referida carta.

Deus Seja Louvado!

Os anciães, os diáconos, os cooperadores, e vários irmãos, à toda cara igreja Reunida em Nome do Senhor Jesus, em diversos lugares do mundo sobre a denominação de Congregação Cristã, Saúde.

Após intensa assembleia, com a presença do ministério e irmãos com boa instrução e unção de Deus, ouvimos que dentre nós saiu alguns sem a devida responsabilidade que perturbaram a muitos com ensinos anti-bíblicos transtornando as vossas almas, dizendo que deveis ter um jugo o qual vós não podeis carregar – nem mesmo eles conseguem – impedindo-os de terem liberdade no Espírito, dando ordem sobre questões de pequeno valor, em vossa vida espiritual. E transtornado a doutrina de Cristo.

Soubemos, também, que pregaram inverdades diante do povo, negando o poder de salvação de Jesus Cristo, àqueles que pecaram e se arrependeram. Pregando, também, que somente a denominação Congregação Cristã no Brasil, é a igreja de Deus.

Por isso pareceu-nos bem, reunidos, eleger alguns irmãos e enviá-los onde houver um crente reunido em nome do Senhor Jesus, na Congregação Cristã.

Estes grupo de irmãos será composto por anciães e por irmãos sem ministério, que tenham unção e instrução da Palavra de Deus. Os quais irão esclarecer e anunciar, sem segredos, o que aconteceu nesta assembleia e as decisões tomadas aqui.

Na verdade pareceu bem ao Espírito Santo e a nós, não impor sobre vós encargo algum senão os que já estão acostumados, ou seja, os 12 pontos de doutrina contido em cada hinário.

Reiteramos que os pontos devem ser obedecidos, principalmente o tópico número 5 onde diz:

Nós cremos que a regeneração, ou o novo nascimento, só se recebe pela fé em Jesus Cristo, que pelos nossos pecados foi entregue e ressuscitou para nossa justificação. Os que estão em Cristo Jesus são novas criaturas. Jesus Cristo, para nós, foi feito por Deus sabedoria, justiça, santificação e redenção. (Rom. 3:24-25; I Cor. 1:30; II Cor. 5:17).

Aliás, caros irmãos, nos batismos não será lido mais o tópico nove, e sim todos os tópicos, principalmente o número cinco, que deverá ser explicado. Afinal, irmãos,é mais importante crer do que não pecar.

Pois há muitos que não pecam, obedecendo o tópico 9, mas cometem erro pior não crendo como determina o tópico cinco.

Também, caros irmãos, deixamos claro que não somos contra as irmãs tocarem outros instrumentos na igreja, nem contra o ensino bíblico, aliás sobre isso já se encontra formada uma comissão para implantar em todas as igrejas orquestras femininas e ensino bíblico semanal, em período diferente dos cultos regulares.

Reiteramos que os trajes são puramente questões comportamentais, e que, cada membro deve examinar a si mesmo e usar aquilo que não prejudique sua vida espiritual. O mesmo conselho serve para a questão dos cabelos.

A partir da presente data, todo o membro egresso de outra denominação cristã, não necessitará de um novo batismo, tendo este membro total liberdade em nosso meio.

Outro ponto que se encontra em estudo por uma comissão é a eleição direta para as Administrações e Conselhos Fiscais e, também, para líderes regionais e nacionais.

No demais, novos conselhos serão dados oportunamente, outro sim, quem quiser opinar, fica aberto um canal direto com o presidente nacional dos anciães, através do nosso web site.

Sem mais,

Deus os abençoe.

Utópico?

Leia também Princípios Bíblicos

Anúncios

Comentários em: "75ª Audiência Anual Ministerial" (4)

  1. Ricardo Alexandre, como sempre, ousado e afiado na Palavra.

    Eu já pensei muito a respeito destas reuniões. Julgo necessário manter a unidade da Obra, mas penso que se o objetivo é apenas informar os conservos de assuntos já previamente decididos, o mais correto seria fazer uma reunião com os anciães mais velhos em SP e reuniões locais para comunicar aquilo que já foi decidido em assembléia, enviando apenas um dos anciães mais velhos às assembléias locais.

    Não é um sonho distante. Como sempre, otimista,

    Ismael

  2. Eu concordo com o irmão Ismael, se tudo já está decidido basta apenas fazer uma reunião “secreta” entre os anciões mais velhos e depois comunicar a irmandade por meio de um folheto informativo ou até mesmo da internet

  3. bereiano disse:

    Caríssimos, Ismael e Jonatas,

    Segundo as palavras do Irmão Edenelson (Fórum CCBSEMCENSURAS)os objetivos da Assembléia são:
    – A manutenção da UNIDADE orgânico-administrativa;
    – A perpetuação de nossa peculiar IDENTIDADE eclesiológica;
    – A promoção de um periódico “ÁGAPE”(Banquete da Caridade)para a renovação dos votos de fraternidade e concórdia e troca de experiências entre os anciães oriundos de distintas regiões;
    – A apresentação ou elição de novos ministros;
    – A PROPAGAÇÃO da Boas Novas, segundo as Marcas Apostólicas.

    Eu continuo com a opinião que devem ser reduzidas as despesas fazendo reuniões regionais e quando houver uma ameaça real à unidade, identidade e adminstração da igreja, convoque-se extraordinariamente uma Assembléia Geral Ministerial.

  4. serpente disse:

    cada é livre para estar aonde sentir bem, sou contra misturada de denominaçoes no sentido de liberdade, cada qual organiza a sua casa como quer, cada qual tem seu estatuto, palavra de Jesus Cristo: São duas portas a estreita e a larga, eu encaro a doutrina usada na congregaçao, a porta estreita, mas esta conduz a vida eterna disse o Senhor Jesus Cristo. Visitar a igreja congregação todos tem direito e deve, porque fazendo assim, estará examinando, se achar conveniente fazer parte dsste povo tao criticado, seja bem vindo, caso contrario todos tem o livrio arbitrio diz DEUS. Deus não disse todos tem o mesmo direito, a minha opinião é: Cada sirva aonde sentir bem. Quanto a salvaçâo, perdao para aqueles que conhece a verdade, a DEUS pertence.No meu entendimento analiso dois pontos de perdao, o filho prodigo é perdoado, mas Esau nem com lagrimas DEUS quis.Quem saberá, que fulano ou bertano, enquadra como prodigo ou Esau, só DEUS. Prefiro ficar em paz com DEUS, e só obsevar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: