É ler para crer!

Apoio para estudo do hinário 5 CCB

http://www.escolinhamusical.com.br/apoio-ao-estudo-do-hinario-5-ccb.asp

Comentários em: "Apoio para estudo do hinário 5 CCB" (14)

  1. Lucas Matias disse:

    APDD…..coisa linda a obra de Deus…..suas ramagens está indo até os confins da terra, e por isso que o movimento é muito grande e estrondoso na confecção desse hinário 5, pois é muito grande um povo que serve a Deus na terra.

  2. tudo que os irmão fizeram dizem que é para melhor na obra de Deus, mas será, ? com hinos toão dificeis de cantar ?

    • para que mudarem as notas dos hinos com msma melodia,para organistas ficou muito dificil,essa de renovar foi so uma desculpa,na verdade foi varredura de organistas,em tempos tao dificis e corridos como hoje,so quem tem tempo e mente para aprender do zero,levaram 4 anos pra fazer hinario 5,e jogam em 1 mes para nos como quem dizem SE VIREM…so acho um desrespeito para com as organistas,nao nos deixaram liberdade de expressao,no caso uma reuniao para todas seria + que justo se realmente estavamos de acordo,ate os 30 hinos novos vai lá,mas mudar o titulo dos hinos,pedaleira separada,pra que a complicaçao,o pior é que falam pelos cotovelos,mas ninguem tem a coragem de se manifestarem,e se uma só manifestar,coitada!!!!!

  3. http://congregacaocristaunida.blogspot.com.br/ disse:

    A paz de Deus!
    ALERTA À IRMANDADE E AO MINISTÉRIO
    Irmãos, eu vos escrevo neste momento com grande preocupação, pois Deus colocou em meu coração algo muito importante com relação à nossa congregação. Tenho certeza que outras pessoas já tenham sido tocadas por Deus com esse mesmo sentimento, e estão angustiadas.
    Eu conheci o Evangelho no ano de 1976, quando já tinha onze anos de idade. Meus pais já serviam a Deus, e eu já era músico e participava dos cultos de jovens e menores. Me batizei no ano seguinte pelo irmão João Porto Sobrinho, o ancião mais antigo de Goiânia. Tenho muitas saudades daquele tempo quando a irmandade era mais comprometida com o Reino de Deus, e o ministério, mais dedicado. Sinto-me hoje como um peixe fora d’água, sufocado pelos últimos acontecimentos em nossa congregação, que é patente a todos que tem acesso à informação. Parece que a destruição que ocorreu em Jerusalém nos tempos de Neemias se repete hoje em nossos dias. Os muros estão quebrados e a cidade queimada a fogo. Os crentes sinceros e que amam a justiça estão angustiados e com saudades dos tempos idos.
    Precisamos urgentemente reconhecer que erramos durante esses mais de cem anos de existência de nossa igreja, e por isso estamos colhendo alguns frutos amargos. Acredito que temos errado no orgulho religioso que se estabeleceu entre nós, no egoísmo espiritual, na presunção e na vaidade denominacional. No início não foi assim, como podemos ver em um dos escritos do irmão Louis Francescon, fundador da Congregação Cristã no Brasil, que declarava abertamente o seu reconhecimento pelos irmãos de outras igrejas cristãs de sua época. Curiosamente, bastante diferente do que vemos hoje, quando pessoas menos esclarecidas refutam e até mesmo discriminam e fazem acepção aos irmãos cristãos de outras agremiações evangélicas. Como se a morte de Cristo fosse limitada e restrita a uma instituição religiosa. Sabemos que o sacrifício de Cristo é impagável, e foi feito para resgatar a humanidade do pecado, a todos quanto crerem no gesto da cruz, e aceitá-lo como Salvador. (Jo.3:16)
    Se voltarmos lá nos anos 60, poderemos entender que esse orgulho nasceu em nosso meio logo após a morte de Louis Francescon, quando a liderança da igreja ficou por conta dos anciães mais antigos, influenciados pela reforma calvinista, que previa a predestinação e a eleição. Nasceu aí o “marketing da CCB”, a obra salvífica. Uma espécie de “Copyrigth”, um monopólio da salvação. Esta idéia foi se alastrando no seio da irmandade e passando pra outras gerações, até chegar a nós ainda com força. É visível entre nós que há incoerência entre a doutrina escrita (a Bíblia), e a doutrina verbal (pregada). A Bíblia diz que a graça de Deus é Jesus Cristo, que foi nos dado por Deus para nos livrar da condenação eterna, mas na doutrina pregada, a graça é a igreja a que pertencemos. No fundo, herdamos isto do catolicismo que prega que a igreja é o meio de salvação dos homens.
    O que diz a Bíblia? Jo:14:6: “Disse Jesus, eu sou o caminho a verdade e a vida, e ninguém vem ao Pai senão por mim”.
    At.4:12: “E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos”.

    Se recorrermos ao dicionário da língua portuguesa, veremos que “graça significa favor imerecido”, ou seja, ninguém de nós merecíamos o favor de Deus, mas Ele por Sua graça (Jesus), nos concedeu. Infelizmente o cristianismo se tornou uma religião com várias ideologias, separadas em tribos, onde cada uma delas, reivindica a sua verdade absoluta, aquilo em que acredita, e assim denigre as outras “tribos” que não comungam os mesmos ideais. Mas é necessário dizer que o Senhor Jesus teve como principal objetivo, reunir o povo de Deus em um só pensamento, e demonstrou isto quando anunciou o Seu Reino àquela mulher Samaritana. O povo de Deus da antiga aliança estava dividido em duas tribos, a de Israel e a de Judá, e eles não se comunicavam. Era o mesmo povo, porém, inimigos por conta de idéias acerca de suas crenças. No entanto, Jesus, contrariando as regras dos judeus, disse à mulher: “Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e é necessário que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade”. (Jo.4:23-24) Irmãos, se nós pudéssemos entender o que Jesus estava dizendo com essas palavras, com certeza, muitas coisas seriam diferentes em nossa vida cristã. Ele disse à Samaritana que se ela conhecesse o dom de Deus, e tomasse da verdadeira água da vida, esta separação e divisão seriam inexistentes. É tão verdade, que quem é cheio do Espírito Santo, e já provou desta água, não vê fronteira no evangelho de Cristo. Amam todos sem distinção.

    Deus entregou o povo de Israel aos seus inimigos para serem provados por conta do egoísmo, da idolatria, e por se afastar de seus mandamentos. Deus permitiu a aflição para que o povo reconhecesse o seu erro e voltasse pra Ele. Até que foi enviado Jesus para ajuntar todos no mesmo projeto de salvação. Ele não trouxe nenhuma idéia religiosa, mas a condição do homem se achegar a Deus novamente. A condição é crer Nele, guardar os Seus mandamentos, e procurar andar em santidade. O Espírito Santo de Deus nos convence do pecado e nos faz andar em novidade de vida. Infelizmente estamos agindo como a igreja de Laodicéia, que acreditava saber tudo e não necessitava de conselhos. Esse orgulho a fazia cega a ponto de não conseguir enxergar sua nudez espiritual. Vejamos:
    “Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; oxalá foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és quente nem frio, vomitar-te-ei da minha boca. Porquanto dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um coitado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; aconselho-te que de mim compres ouro refinado no fogo, para que te enriqueças; e vestes brancas, para que te vistas, e não seja manifesta a vergonha da tua nudez; e colírio, a fim de ungires os teus olhos, para que vejas” (Ap.3:15-18).

    Como conseqüência disso, estamos presenciando um ministério inoperante, que as vezes julga injustamente e com parcialidade as causas dos membros comuns. Em alguns casos, pessoas são condenadas sumariamente sem direito a defesa, atropelando a própria constituição brasileira e o novo código civil, principalmente o artigo 57. Tudo isto nos preocupa porque não sabemos onde acabará. Há divisão até mesmo entre o ministério, onde o ancião de uma regional não é bem vindo em outra. Há ciúmes por conta de dons, porque um prega com eloqüência e outro é comedido. Em alguns lugares os diáconos são proibidos de atender cultos, em outros são liberados. Há lugares onde se proíbe o fervor, em outros a irmandade é incentivada a dar glória a Deus com entusiasmo, ou seja, várias idéias em uma mesma CCB. Isto nos mostra que a igreja já está dividida a tempos em si mesma, além das dissidências. Amamos a nossa congregação e queremos ajudar a reconstruir os seus muros destruídos, e isto devemos fazer com fervor.

    Precisamos avaliar melhor os nossos novos obreiros daqui pra frente, onde se espera o mínimo de conhecimento literário, e principalmente bíblico. Base bíblica: “Fiel é esta palavra: Se alguém aspira ao episcopado, excelente obra deseja. “É necessário, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma só mulher, temperante, sóbrio, ordeiro, hospitaleiro, apto para ensinar”. (I Tm.3:1-2) “Procura apresentar-te diante de Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade”. (II Tm.2:15)

    O povo não é mais alienado, e procura cumprir com a orientação bíblica de examinar as escrituras. Muitos até freqüentam cursos bíblicos sem a anuência dos anciães. Essas pessoas acreditam que o exame sistemático das escrituras os fará crescer espiritualmente. Base bíblica: “Ora, estes eram mais nobres do que os de Tessalônica, porque receberam a palavra com toda avidez, examinando diariamente as Escrituras para ver se estas coisas eram assim”. (At.17:11) A palavra nos mostra que é necessário examinar (ler em detalhe, estudar) as Escrituras porque nela encontramos a vida eterna.

    Poderíamos ter esses recursos dentro da nossa congregação se os líderes os considerassem importantes e necessários. Não podemos cair no mesmo erro do catolicismo, que por muitos anos, privou os membros de ler as escrituras, pois diziam que a Bíblia era de difícil interpretação, e cabia aos padres ensiná-la. Com isso, o povo passou a ser alienados, e aceitava tudo o que dizia, sem nada conferir. Muitos hoje desmotiva a irmandade ao estudo da palavra de Deus, baseando numa interpretação fora do contexto de 2 Coríntios 3:6 que diz: “o qual também nos capacitou para sermos ministros dum novo pacto, não da letra, mas do espírito; porque a letra mata, mas o espírito vivifica”. Se lermos o contexto, facilmente entenderemos que Paulo estava dizendo do ministério da lei gravado em letras, que matava quem errasse, e que teve a sua glória, mas que agora, opera o ministério do Espírito, escrito em letras também, mas que vivifica (Novo Testamento). O próprio apóstolo Paulo dizia a Timóteo não abandonar as sagradas letras que desde a sua infância havia aprendido. Infelizmente estamos perdendo os nossos jovens pra outras igrejas evangélicas, que sabem compreender melhor os seus anseios, e os incentivam a compreender a palavra de Deus.

    Como conhecer os projetos de Deus se o não buscarmos em Sua palavra? Muitos estão dando mais ênfase à palavra verbal do que a escrita como já dissemos acima. Por último, mudaram até o primeiro ponto de doutrina dos hinários, onde se dizia que a Bíblia era a infalível palavra de Deus, agora não, apenas a “contém”. Isto é muito perigoso irmãos, pois estamos incorrendo no erro da incredulidade e do afastamento gradual da palavra de Deus.
    Base bíblica: “Então disse o sumo sacerdote Hilquias ao escrivão Safã: Achei o livro da lei na casa do Senhor. E Hilquias entregou o livro a Safã, e ele o leu. E sucedeu que tendo o rei ouvido as palavras do livro, rasgou as suas vestes, e disse: Ide, consultai ao Senhor por mim, e pelo povo, e por todo o Judá, acerca das palavras deste livro que se achou; porque grande é o furor do Senhor, que se acendeu contra nós, porquanto nossos pais não deram ouvidos às palavras deste livro, para fazerem conforme tudo quanto acerca de nós está escrito”. (II Rs.22:8-13)

    Vimos então o perigo do afastamento ao exame das Escrituras Sagradas. Muitos hoje têm a Bíblia como enfeite nas estantes, abertas dentro dos carros, e até fechadas em bolsas, novinhas como na loja. Muitos a tem como caixinha de surpresa, e a abrem em determinados lugares para verificar a sua sorte, sobre a sua vida particular. Ora, o povo a havia esquecido no templo, e com isso, já estava prestando cultos a outros deuses, como Astarote, Baal, Moloque e outros. Mas Deus levantou Josias para aclamar um renovo entre o povo, e destruiu os altares dos deuses pagãos, e restabeleceu o culto ao Deus verdadeiro novamente. Martinho Lutero, o grande reformista disse algo importante: “Ou a Bíblia nos afasta do pecado, ou o pecado nos afasta da Bíblia”.

    Como conseqüência do afastamento bíblico, temos sido alvos de outras incoerências, como a questão do rebatismo, que é uma doutrina sem base bíblica. Quando se batiza uma pessoa já batizada em outra igreja evangélica, estamos declarando abertamente e em público que sua fé foi inválida, que quem a batizou, não tem essa autorização dada por Deus, e somente os anciães de nossa igreja tem. Estamos mais uma vez incorrendo no erro do egoísmo, e do orgulho religioso, pecados da igreja de Laodicéia. Não é necessário concordarmos com tudo o que é feito em outras denominações evangélicas, mas não podemos em hipótese alguma, desclassificar ou invalidar a comunhão que esses crentes têm com Deus, conquistada no ato de crer no sacrifício da cruz. O que nos faz sermos irmãos é o sangue de Cristo que corre em nossas veias espirituais, evidenciado pela fé no Senhor Jesus.
    Base bíblica: “Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus seu Filho nos purifica de todo pecado” (I Jo.1:7). Todo aquele que confessar que Jesus Cristo veio em carne, será salvo. Confessar implica andar em santidade, na esperança da vida eterna.

    Tenho buscado dentro da nossa doutrina se estamos realmente procedendo como a igreja dos primeiros discípulos descrita em Atos dos apóstolos, e tenho de certa forma me decepcionado. Senão vejamos:

    “E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações. Em cada alma havia temor, e muitos prodígios e sinais eram feitos pelos apóstolos. Todos os que criam estavam unidos e tinham tudo em comum. E vendiam suas propriedades e bens e os repartiam por todos, segundo a necessidade de cada um. E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E cada dia acrescentava-lhes o Senhor os que iam sendo salvos” (At. 2:42-47).

    Sejamos honestos, isto se aplica à igreja de hoje? Será que estamos perseverando na comunhão uns com os outros, no partir do pão, em oração. Vivemos em temor, e os prodígios têm sido evidenciados entre nós? Será que temos tudo em comum, ou é notória a desigualdade social dos membros da igreja? Ou seja, assim como ocorre na sociedade, a injustiça opera entre nós também. E a Bíblia diz que se a nossa justiça não exceder a dos pecadores, de maneira alguma entraremos no reino de Deus (palavras de Jesus). Há fé em nós a ponto de disponibilizarmos um pouco dos nossos bens adquiridos em favor dos menos favorecidos? Com certeza não! É por isso que aqueles crentes do início da igreja venceram o império romano com os seus próprios sangues, e muitos hoje não vencem nem as adversidades diárias, e as tentações que nos sobrevêm. Muitos estão se rendendo à idolatria, e considerando que tudo é natural e relativo.

    Enfim, quase não há igreja fora dos portões da congregação. Antes nós tínhamos os pés na terra e a mente nos céus, hoje estamos com os pés e a mente enterrados nesse mundo. Estamos vivenciando uma igreja em decadência, não em números, mas em qualidade e fé. Mais de um terço dos que foram batizados estão sem liberdade na igreja, e o pior, não é feito um trabalho eficaz de restauração espiritual dessas pessoas. O que acontece, é que essas pessoas vão buscar inconscientemente, consolo em outras coisas, já que na igreja, muitas são discriminadas e até mesmo ridicularizadas. Onde estariam os anciães e os líderes espirituais da igreja? Não é pra cuidar dos doentes e apascentar que foram escolhidos? O que diz a Bíblia:

    “O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas-novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos; a ordenar acerca dos que choram em Sião que se lhes dê uma grinalda em vez de cinzas, óleo de gozo em vez de pranto, vestidos de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantação do Senhor, para que ele seja glorificado. E eles edificarão as antigas ruínas, levantarão as desolações de outrora, e restaurarão as cidades assoladas, as desolações de muitas gerações” (Is.61:1-4).

    O profeta Isaias era um atalaia do povo de Israel. Um profeta messiânico que mais falou sobre a vinda do Messias. Acredito estar bem claro que é necessário atalaias que realmente tenha uma visão ampla do plano de salvação de Cristo, e que proteja os resgatados pelo Seu sangue. A Bíblia é bem clara com relação ao arrependimento sincero: “O que encobre as suas transgressões nunca prosperará; mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia” (Pv.28:13).

    “Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; mas, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo” (I Jo.2:1-2).

    Ainda há condições de revertermos esta situação caótica, e pra isso precisamos nos mobilizar em oração e muita disposição em mudar este quadro. Desde já peço desculpas à irmandade e ao ministério sincero. Reflexão:
    “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face, e se desviar dos seus maus caminhos, então eu ouvirei do céu, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra. Agora estarão abertos os meus olhos e atentos os meus ouvidos à oração que se fizer neste lugar. Pois agora escolhi e consagrei esta casa, para que nela esteja o meu nome para sempre; e nela estarão fixos os meus olhos e o meu coração perpetuamente. (II Cr.7:14-16).

    Jeter

  4. Eulalia maria disse:

    apas d deus meus amados,dei, ima passada,nos comentários ,eu na minha opinião eu acho,que a irmandade,ta muito preucupados ,com a mudanças do hinario ,atoa .porque a palavra de deus fala que temos ,de deixar de ser crianças;e ser adulto na fé.não podemos ficar comendo a vida toda so papinha,temos que alimentar,coisas forte.se foi mudado os hinos ,bom é dificil ;mas vamos aprender,é so uma questãode tempo, agora pra que fica atacando ums aos outros ;preucupados com os atores,da letras, ate vi fala em ganho material,herdeiros ,.me desculpe ,mas assim ,nao estamos ,esperando a volta de jesus.ate porque,tem gente preucupados com o lucro dos hinarios ,veja bem, se voce colocar numa pagina de jornal ,um anuncio.de 3 linhas custa de 3 a 4 reais ,.o hinario é 4,00reais e o grande 5 reais .agora eu pergunto aonde ta o lucro.não paga nem o papel.que esta gastando ,deicha os ungido de deus trabalhar,se eles estiver fasendo errado ;eles que vão da conta a deus,ai daquele que excandalizar ,vão ser passado na peneira.vi irmãos que ta a´te chingando o nome de deus. com todo o respeito ,vamos adorar a deus sem reclamar,louve ao senhor ,com todo o seu ser ,com a alma,sinta ele ai no seu coraçao .deixa de olhar os outros ,nao olhe pra direita ,nem esquerda,jesu esta voltando ,enche sua lamparina de azeite ,o esposo ta chegando .se sua lampada,estiver vasia.voce ja era .temos 2 caminhos ,ceu e inferno diabo e seus anjos . deus nao quer perder ninguem .mas a escolha é sua .então vamos devorar esses hinos encher nossa alma ,sentir a presença de deus com eles. vou contar um testemunho ,eu fiquei no insaio ,após o culto ,pra aprender os novos hinos ,quando a orquestra comesso a tocar ,eu senti uma pressença tremenda ,meu coraçao pareçia que ia sair pela boca,eu chorava tanto ,que a portera comversando comigo ,nao conseguia responder ,minha alma encheu de praser ,e deus me mudou ,minha linguaje do esprito santo ,então meus queridos ,vamos fase a boa parte .voce podera ser curado nesta hora de louvor,ser batisado com espirito santo .receber a bençao ,um emprego ,uma causa ,a salvaçao de uma familia ,e tantas bençao .basta voce se conectar com deus de todo coraçao ,na hora do culto.o resto ele fará por voçe vamos amar nossos inimigos ,amar nossos irmãos .esquessa o resto .se voçe quer entrar no ´ceu jesus te ama ele é misericordia amem deus abençoe .apas de deus. l

    • Claudio disse:

      Falou pouco mais falou bonito irmã, é isso ai, chega de papinha pra nós, é hora de comida forte e poderosa.

      Concordo com tudo que a irmã disse, só o preço do hinário que precisa se atualizar irmã, tá 20 paus aqui na minha cidade, não 4 ou 5, mas isso é o de menos.

      Segue nessa força ai.

      A Paz.

      Claudio (ovelha, CCB min Brás, por enquanto)

  5. Eu concordo sobre as mudanças que estão sempre ocorrendo com a Igreja. Penso que estamos passando por momentos de tribulação e que a irmandade de hoje, sem dúvida é uma irmandade mais bem informada e precisam ser bem instruídas a respeito dos fundamentos cristãos, para seguirem a vida atual da modernidade e para não perder a simplicidade de um cristão que agrada a Deus com toda a sua vida.
    Podemos ver que a impaciência de esperar muito tempo para renovação do ministério trouxeram mudanças profundas no meio da irmandade que não tem culpa alguma por essas demoras inexplicáveis.
    Conheço irmãos Cooperadores que,sendo eu criança, já sabia da preparação deles para o ministério de Ancião. Enfim morreram no Senhor prestaram bons serviços e foram apenas lembrados, porém não apresentados. Porque ? porque os irmãos não podem ter falhas. Desculpa! falha todos nos temos e vamos morrer sendo falhos, sempre vamos errar, pois não conseguimos cumprir a verdadeira Lei de Deus.
    Voltando as falhas. mesmo os Anciães mais velhos da Igreja, mesmo eles sabem que são falhos e que precisam estar na comunhão com a Igreja de Deus para receberem o perdão e purificação do coração, porque nós erramos constantemente. Eles sabem que devemos perdoar 70 vezes 7 os irmãos e mesmo assim vivem julgando e acusando as almas dos seus pecados do passado não aprovando-os para o ministerio, contrariando assim a Palavra de Deus que manda perdoar sempre, perdoar sempre.
    Muitos irmãos têm naturalmente obedecido a Deus, são de bom testemunho, aptos para e
    exercer um cargo importante, porém não são bem visto porque o irmão ficou nervoso com sua esposa e brigou com ela. Outro porque teve uma discussão com irmão da Igreja e assim por diante. Não se cansam de acusar seus próprios irmãos. Teve um Ancião que me deu o seguinte conselho. ” Faz assim: quando Deus te revelar a Palavra, clama, clama, a Ele para dar a Palavra para o Cooperador.” Eu estou decepcionado até hoje com este irmão. A Palavra é de Deus. Ela é revelada pelo Seu Amor pela Igreja. e Deus revela Sua Palavra para Igreja. Então vejam o pensamento do irmão. Sem perceber muito ele é um vaso que sem entendimento de Deus da um conselho mal, matando a criança ainda quando está nascendo, quando deveria ser o contrário, incentivar, instruir, cuidar da alma, encaminhar para o bem da Obra.
    Posso estar errado em pensar assim, más é o que sinto o povo de Deus precisam de cuidados especiais. Os servos precisam se preparar melhor sim para ajudar na pregação com entendimento espiritual que traga a comida exata preparada pela Palavra de Deus.
    Muitos entram na casa de oração precisando se alimentar, saciar a alma, e saem vazio.
    Por falta de Dons.
    Promessas e mais promessas, 3 dias, 7 dias, daqui 30 dias, 6 meses, 1 ano. e quase nada
    se cumpre.
    A irmandade, coitadinhos, congregam se possível todos os dias, más você pode contar nos
    dedos algum lugar que realmente tem servos preparados. Que entendem a Vóz de Deus e
    pregam a verdade e realmente entregam os alimentos à Igreja. São raros. sofrem amargamente, porque são revestidos por Deus e logo os invejosos, comessam a lhes armar ciladas para tentar derrubar os homens de Deus.
    Me perdoem, mas a Obra é de Deus. os hinário 5, ficou lindo. Foi uma dádiva de Deus para a irmandade. Os costumeiros ainda estão confusos. E os Sábios Abrem o hinário por Fé e encontram a vida nas Palavras e frases, coisa linda!!!

    Sávio

  6. Ernesto loes gomes disse:

    Resposta para o Irmão paulo e outro que tem o mesmo idealismo que ele tem,Vejo a crise da ccb digo ccb brás , pos bem , ñ vi ninguém falar mal da ccb, contra doutrina ,afinal nos da ccb somos muito inteligente por que Deus nos deu muito intendimento, o que eu vejo é a mão de Deus trabalhar sobre nossos Irmãos, sabe por que?? por que eles conseguiu descobrir á maracutaia dos dono da chave da ccb do mundo, esses irmãos q fica so dizendo que os Irmãos estar errado, faz favor, busca de Deus mais sabedoria, ver o que esses Irmãos está aprontando com atual administração do brás, se mudra essa administração, nem precisa ter outras ccb como tem hoje,ve a situação do presidente da ccb b,ve como ele entrou como presidente,como que tem um testemunho limpo ,somos Irmãos em cristo Jesus,mais com podriqueira não,ou tem que mudar administração bras ou vamos todos para ccb administração Jandira que é o mesmo Deus,

    • Ernesto loes gomes disse:

      Resposta para o Irmão paulo e outro que tem o mesmo idealismo que ele tem,Vejo a crise da ccb digo ccb brás , pos bem , ñ vi ninguém falar mal da ccb, contra doutrina ,afinal nos da ccb somos muito inteligente por que Deus nos deu muito intendimento, o que eu vejo é a mão de Deus trabalhar sobre nossos Irmãos, sabe por que?? por que eles conseguiu descobrir á maracutaia dos dono da chave da ccb do mundo, esses irmãos q fica so dizendo que os Irmãos estar errado, faz favor, busca de Deus mais sabedoria, ver o que esses Irmãos está aprontando com atual administração do brás, se mudra essa administração, nem precisa ter outras ccb como tem hoje,ve a situação do presidente da ccb b,ve como ele entrou como presidente,como que tem um testemunho limpo ,somos Irmãos em cristo Jesus,mais com podriqueira não,ou tem que mudar administração bras ou vamos todos para ccb administração Jandira que é o mesmo Deus,

  7. achei muito importante os hinos novos,e muito bonitos,so que no tenor a qui acola esta tendo algunhas notas sesafinadas vou ter ocuidado de anotalas doravante,sempre estou pegando notas diferentes para afinar

  8. caraca…nao concordo falando contra ccb kem sao vcs??? deus em primeiro lugar…

  9. É normal falar ou fazer críticas à um sistema religioso humano, não, Sara?

    Se estivessem falando contra Cristo ou a Igreja, seria diferente. Até eu concordaria com você.
    :)

  10. Apaz de Deus…gosto muito desse hinos e.de toca- los….mas tenho um duvida!Como os irmaos conseguiram esse hinos novos?porexemplo os feito por leila naylor morris?

  11. “A CONGREGAÇÃO CRISTÃ NO BRASIL, não mudou nada continua a mesma, tendo a Graça do Nosso Senhor Jesus Cristo em nossos corações; o que muda são pessoas, homens, a obra de Deus é a mesma, o importante é ter temor a Deus que é o Princípio da Sabedoria, A caridade Fraternal, quem tem isso tem tudo e entrará no Céu.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 79 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: